• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 descobertas estranhas o bastante que parecem ter saído de um filme de ficção

POR Toni Nascimento    EM Curiosidades      30/11/18 às 17h31

A natureza é algo belo, porém, isso não a torna menos misteriosa. Quase tudo sobre ela é desconhecido, e algumas coisas que sabemos, são bem estranhas. Essas peculiaridades são perseguidas pelos cientistas, tentando descobrir novidades todos os dias, e por pessoas muito curiosas, igual a nós.

Ninguém pode negar: a natureza tem um senso de humor estranho. Coisas como os maiores organismos do planeta que ninguém vê ou então os explosivos acionados pelo sol. Existem muitos outros casos bizarros da natureza, e algumas delas podem ser muito destrutivas. Listamos 7 descobertas estranhas o bastante para terem saído de um filme de ficção.

1 - Árvores vivas

A ciência quase sempre vê as árvores como seres simples, que vivem paradas tomando um solzinho - e se alimentando dele. Porém ela possui habilidades notáveis. Quer ver? Estudos identificaram comportamentos que incluem reação à dor, sinais de alerta químico para outras árvores e a nutrição de mudas e outros adultos por meio de uma rede fúngica subterrânea. Eles também reconhecem "família" ou árvores geneticamente relacionadas.

As árvores são seres mais inteligentes do que podemos perceber. Vai dizer que isso não te remete instantaneamente ao filme Senhor dos Anéis e aquelas árvores falantes?

2 - Terra consumindo oceanos

A Terra tem várias placas tectônicas. Muitas vezes, quando alguma desliza para baixo do outro, temos terremotos como consequência. O processo também puxa uma enorme quantidade de água do mar para as camadas mais profundas do planeta. A cada um milhão de anos, as placas de mergulho arrastam bilhões de quilogramas de água para o interior da Terra.

3- Piscina de lama

O Geyser Niland, uma piscina de lama, nasceu em 1953, nasceu no condado imperial da Califórnia e se manteve assim por décadas. Isso mudou há alguns anos, quando a lama começou a se arrastar sobre o solo seco. No início era lento, porém, nesse ano o processo se acelerou e todo mundo entrou em alerta. A direção da lama ameaçava uma rodovia estadual, trilhos de trem, linhas de telecomunicações de fibra ótica e um oleoduto de petróleo, e todas as tentativas de contê-la falhou.

No fim, a lama simplesmente escorregou por baixo da barreira e afundou para baixo da Terra, naturalmente.

4 - Vermes Frankenstein

Em 2018, cientistas russos extraíram 300 amostras de solo do Ártico. Os núcleos congelados foram recuperados em diferentes locais e representaram várias eras geológicas diferentes. De volta ao laboratório, várias amostras de 42 mil anos continham vermes. As minúsculas criaturas voltaram à vida, pelas mãos dos cientistas através de aquecimento. Depois de descongelados, eles se alimentaram normalmente. Naturalmente, isso despertou o interesse de pesquisadores que tentam congelar os humanos para a posteridade.

5 - Cupins

No Brasil, as casas dos cupins são realmente surpreendentes. Elas são incrivelmente numerosas, e grandes. Cerca de 200 milhões já foram identificados, e muitos cupinzeiros podem ser vistos do espaço. Por 4 mil anos, os cupins construíram os montes como túneis - não ninhos - para alcançar comida no chão da floresta.

6 - Maiores organismos da Terra

O cogumelo de Mel consegue ser maior até do que a baleia azul. Apesar de na superfície já ser grande, mas não se revelar completamente, é debaixo do subsolo que ele conserva sua grandeza. Há 25 anos, apareceu o maior de todos nos EUA. Apesar de parecer que eram vários cogumelos distintos, se entrelaçando, esse ano os cientistas provaram que se tratava de apenas um organismo. Os cálculos determinaram que o fungo tinha 2.500 anos de idade, cobria quatro vezes seu território original e pesava cerca de 440 toneladas

7 - Tempestades solares detonam bombas

Em 1972, um avião militar dos EUA sobrevoou um campo minado na costa de Hon La, no Vietnã. A tripulação notou que até 25 bombas explodiram na água, tudo em 30 segundos. Outros 25 a 30 rastros de lama sugeriram explosões anteriores. O incidente foi relatado, classificado e arquivado. Em 2018, o documento tornou-se público e revelou um incidente extraordinário - uma tempestade solar acionou as minas.

As tempestades solares se comportaram como um chicote e atingiram a Terra com velocidade incomum. Pesquisadores acreditam que erupções anteriores removeram a magnetosfera do planeta, o que adicionou energia à barra coronária.

E aí, o que você acha dessa matéria? Comenta com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que ainda fica embasbacado com a natureza, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   LV  
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+