icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 desvantagens de sermos bípedes

POR Bruno Dias EM Curiosidades 03/06/20 às 15h05

capa do post 7 desvantagens de sermos bípedes

A evolução humana ainda é um assunto a ser amplamente estudado pelos cientistas. As descobertas ao longo do tempo fizeram com que a ciência, por diversas vezes, alterassem em seus registros os conceitos sobre como viviam nossos antepassados. Essas informações têm nos ajudado a compreender nossas origens e a moldar nossos passos em direção ao futuro.

A mudança mais importante talvez tenha sido o levantar nos dois pés. Ficar de pé deixou nossas mãos livres para fazer coisas que não eram possíveis antes. Além de ser uma característica única. O bipedismo total é uma característica exclusiva humana. E mesmo que ele tenha sido bom para a evolução ele também dos deu problemas. Mostramos alguns deles aqui.

1 - Hemorroidas

Andar com os dois pés deu um impulso imenso na saúde geral. O ser humano médio é mais saudável do que qualquer um dos macacos. Mas isso também acarretou problemas de saúde que, provavelmente, nunca desapareceriam. Um exemplo disso são as hemorróidas. Elas são comuns em metade de todas as pessoas.

Algumas pessoas acham que elas são um problema normal, mas não é. Elas são o resultado direto da pressão anormal feita pela estrutura vertical do corpo. E é apenas uma das várias doenças digestivas que os humanos têm por andar em dois pés.

2 - Dor nas costas

O sistema digestivo não é o único que sofre com o andar sobre dois pés. Outro problema, que veio com a postura, é a dor nas costas. De acordo com estimativas, aproximadamente 65 milhões de pessoas, somente nos EUA, dizem ter algum tipo de problema nas costas em um período recente.

Levantar deixou os humanos com costas muito mais propensas a lesões, porque esse não é nosso estado natural de ser. Quase todas as pessoas enfrentam por dor nas costas pelo menos uma vez na vida.

3 - Perda dos dedos dos pés opositores

Ter as mãos liberadas deu um impulso cognitivo ao cérebro sem precedentes. Isso porque diferentes níveis de destreza são necessários para diferentes tarefas. E isso nos deu a capacidade de sermos melhores em caçadas e exercer força por longos períodos de tempo, mais do que qualquer outro predador.

Mas, para isso, tivemos que desistir de algumas habilidades. Como por exemplo, dos dedos opositores dos pés. É claro que eles não são a mesma coisa e nem são tão versáteis como os polegares opositores, mas nos davam algumas habilidades bem legais. Conforme o ser humano foi andando em dois pés, eles se tornaram obsoletos e, em algum ponto, desapareceram.

4 - Mais fáceis de serem detectados pelos predadores

Por mais que o bipedismo tenha sido um ponto benéfico para os humanos, as vantagens imediatas para os primeiros humanos não são tão claras. Uma das desvantagens mais vistas é que andar em pé no meio da grama, cercado de predadores, fez com que os humanos ficassem bem mais visíveis. E isso fazia com que os humanos primitivos fossem mais suscetíveis a ataques de animais.

5 - Mais propensos a lesões nos pés

Da mesma forma que nossas costas, nossos pés são mais propensos a lesões, até pela facilidade de torcermos o tornozelo fazendo coisas do dia a dia. Por mais que precisemos de dados para dizer que os outros animais não sofram também com essas dores, a ciência diz que esse problema não é comum a nenhum outro animal.

Isso porque quando o ser humano deixou para trás sua vida quadrúpede, os pés não conseguiram acompanhar a evolução tão rapidamente. E eles ainda têm vestígios de músculos e ligamentos flexíveis da época antiga. E pelos pés serem agora somente uma estrutura de base para o corpo, eles têm falhas regulares.

6 - Dor do parto muito alta

Com uma olhada rápida no reino animal, dá para perceber que as fêmeas prestes a dar à luz não parecem sentir dor ou desconforto. A maioria dos animais dá à luz como se fosse uma coisas regular do dia a dia. Mas isso não é o caso dos humanos.

E o motivo disso é o bipedismo. A dor forte que as mulheres passam durante o parto é por causa da decisão de ficar em pé, e isso exigiu que a pélvis ficasse mais estreita. E esse fator faz com que o parto seja muito mais difícil para as mulheres.

7 - Ficamos mais lentos

No aspecto velocidade, o ser humano é pior que a maioria dos animais. Até mesmo os herbívoros são capazes de correr mais rápido do que nós. Ficar nos dois pés deu ao ser humano formas de gerenciar a energia, como por exemplo a capacidade de se refrescar durante o exercício físico. E isso fez com que desistíssemos da velocidade e agilidade.

Por isso, os seres humanos são provavelmente os mamíferos mais lentos do planeta.


Próxima Matéria
Via   Toptenz  
Imagens Toptenz
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest