• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 detalhes desconhecidos de crimes super conhecidos

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      20/09/19 às 18h05

Alguns crimes, devido a toda crueldade envolvida neles, e seus detalhes sangrentos, muitas vezes, causam grande impacto em toda uma geração. Entretanto, com o passar do tempo, tais detalhes acabam se perdendo e se misturando em meio às lembranças e outros fatos, que vão ocorrendo em nosso cotidiano.

Portanto, é de suma importância nos atentarmos aos detalhes dessas situações, uma vez que, através deles podemos perceber alguns padrões, que poderiam nos alertar sobre casos similares. Pensando nisso, hoje, trouxemos, para vocês, algumas das coisas que aconteceram em alguns dos casos e crimes muito conhecidos e que vocês, provavelmente, desconheciam. Confira!

1 - O caso Manson

Charles Manson foi líder de um grupo, que cometeu vários assassinatos nos Estados Unidos, no fim dos anos 1960. Entre eles, o da atriz Sharon Tate, esposa do diretor de cinema, Roman Polanski. Um fato curioso é que Manson, supostamente, morou com o baterista do Beach Boys (banda de rock dos Estados Unidos, tida como uma das mais influentes da história do gênero), Dennis Wilson, em 1968.

Em suma, eles se conheceram quando Wilson pegou uma carona, com familiares de Manson. Os Beach Boys, inclusive, gravaram e lançaram uma música, escrita por Manson, e deram a ele crédito, como único compositor da canção.

2 - Bonnie, Clyde e Roy

Em síntese, Bonnie Parker é muito conhecida por formar, junto de seu companheiro, Clyde Barrow, o casal de criminosos mais romantizado na história americana. Ao morrer, Parker estava utilizando uma aliança. Entretanto, ela não havia sido dada por Barrow.

Ademais, a mulher havia recebido o objeto de seu marido, Roy Thornton, que se encontrava na prisão por assalto. O casal, Bonnie e Roy, nunca se separou, especialmente porque Parker não queria se divorciar, enquanto seu "ex-marido" estivesse preso.

3 - Caso Ridgway

Gary Leon Ridgway, mais conhecido como 'Assassino de Green River', foi um serial killer estadunidense. Em suma, Ridgway foi condenado por, pelo menos, 48 casos de assassinato. Durante muito tempo, seu nome estampou as manchetes dos principais jornais do mundo. Ridgway só foi capturado devido a ajuda de um outro serial killer: Ted Bundy. Surpreendentemente, Bundy ajudou as autoridades norte americanas a traçarem o perfil psicológico do assassino.

4 - Massacre de Columbine

Eric David Harris e Dylan Bennet Klebold foram dois estudantes do ensino médio que, em 1999, foram autores de um tiroteio, na Columbine High School. Tal ato se tornou conhecido como Massacre de Columbine. A escola fica localizada no estado norte americano do Colorado, nos Estados Unidos.

A dupla matou 13 pessoas e feriu outras 24. Logo depois, ambos suicidaram na biblioteca. Mais tarde, descobriu-se que Eric, em seu diário, planejava sequestrar um avião e derrubá-lo na cidade de Nova York, caso a dupla viesse a sobreviver ao massacre na Columbine.

5 - Caso Martin Luther King Jr.

Em 1968, James Earl Ray mataria Martin Luther King, um pastor protestante e ativista político estadunidense. Ray acreditava que Martin era um traidor, e que influenciava as pessoas a participarem de suas marchas, para parar e enfraquecer o país (EUA). Isso é, politicamente e economicamente. Posteriormente, ele foi condenado por tal crime.

O que muitas pessoas não sabem é que, em 1967, Ray havia escapado da prisão. O estadunidense trabalhava na padaria da prisão. Em um determinado dia, ele se escondeu dentro de uma caixa de pães. A caixa, por fim, foi levada em um caminhão de entrega, para fora da prisão. Inclusive, o criminoso conseguiu escapar.

6 - Caso Andy Warhol

Valerie Solanas, fundadora e (único) membro da SCUM - Society for Cutting Up Men, (uma suposta 'sociedade para eliminar os homens', em livre tradução), em 1968, invadiu o estúdio de Andy Warhol e atirou três vezes contra o artista. Por sorte, os tiros não foram fatais e Warhol conseguiu se recuperar. No entanto, logo antes de cometer tal crime, Solanas visitou o dramaturgo Margo Feiden. Ela exigiu que ele produzisse uma de suas peças.

Feiden se recusou. Foi então que Solana lhe contou o que estava pretendendo fazer com Warhol, para tornar a ela e suas peças, famosas. Depois que Solanas saiu de sua casa, Feiden telefonou para todas as delegacias de polícia possíveis. Entretanto, ele foi muito criticado, pela força policial, que pensava que suas ligações se tratassem de trote.

7 - Caso Boate Pulse

Omar Mir Seddique Mateen, também conhecido como Omar Mateen, foi o responsável pelo tiroteio que matou ao menos 50 pessoas no ataque a boate gay Pulse, em Orlando, na Flórida, em 2016. O que pouco se comenta é que naquele mesmo dia, Mateen havia visitado o parque temático da Disney, na cidade, apenas algumas horas antes de cometer o brutal crime. Omar foi morto, pela força policial, depois de passar mais de 3 horas com reféns no local.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+