• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 dicas científicas para se sair melhor em provas

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      28/11/19 às 12h16

Fazer provas na escola, na faculdade, em concurso ou qualquer outro tipo de avaliação, pode ser um pesadelo para muitas pessoas. O medo de fracassar, de não saber o conteúdo, a pressão e tudo mais, faz com que a pessoa perca o foco e acabe indo mal nas provas. Mas nem sempre fazer provas precisa ser uma tortura, até porque é algo normal, e todo mundo passa por isso. Então, o seu desempenho, nessas avaliações, depende, antes de mais nada, apenas você. Também do seu esforço e da sua preparação. Ou seja, se você fizer tudo direitinho, não há com o que se preocupar.

Além do mais, também há algumas dicas poderosas, que podem te ajudar nessa tarefa tão complicada. São dicas simples, mas com embasamento científico, que podem te ajudar a melhorar o seu desempenho em provas. Então, se você ficou interessado, essa lista é para você. Confira a seguir, 7 dicas científicas para se sair melhor em provas.

1 - Dormir

Isso mesmo, dormir. Mas não durma durante a aula. O fato é que o sono é muito importante para o aprendizado. Sua retenção de conteúdo aprendido é muito menor se você tiver dormido pouco antes da aula, por exemplo. O mesmo acontece se você não dormir direito após estudar. Então, priorize o seu sono, e não estude de madrugada. O ideal é dormir todas as 8 horas de sono necessárias para que o seu corpo descanse e absorva todo o conteúdo que lhe foi apresentado. E isso também vale para o dia da provas. Se a prova for pela noite ou pela tarde, o seu desempenho será melhor, se você tirar um cochilo após o almoço.

2 - Beber água

Uma equipe de cientistas analisou 447 estudantes universitários de diferentes faixas etárias e descobriu que os que levaram água para beber, durante as prova, se saíam melhor. E o ponto chave para isso é a hidratação. "O simples ato de levar água para as provas está ligado à notas maiores. Há uma série de razões psicológicas e fisiológicas que podem explicar esse benefício", afirma Chris Pawson, um dos cientistas envolvidos na pesquisa. "Entre elas, está o efeito físico nas funções mentais. Há também a possibilidade do consumo de água aliviar a ansiedade, que é uma das principais inimigas das boas notas".

3 - Mascar chiclete

Por incrível que pareça, mascar chiclete pode ser bom para o cérebro. Pelo menos, foi isso o que descobriu um estudo científico japonês, que foi publicado na revista Brain and Cofnition. O ato de mascar goma pode impulsionar o pensamento e o estado de alerta. Segundo o estudo, o tempo de reação dos mastigadores, foi até 10% mais rápido do que os não mastigadores. Uma explicação para isso, é que mascar aumenta a excitação e leva à melhorias temporárias, no fluxo do sangue para o cérebro.

4 - Jogar videogame

Essa é uma dica especial para crianças. Um estudo, realizado por cientistas em Buenos Aires, revelou que, ao contrário do que muita gente pensa, expor as crianças a jogos de computador especializados pode levar a melhores notas na escola. O estudo analisou 111 alunos da primeira série na Argentina. Os pesquisadores retiraram os alunos das atividades escolares regulares, três vezes por semana, e os levaram para uma área separada os dividiram em dois grupos. O primeiro grupo jogou um jogo especialmente projetado para melhorar a memória e planejamento, por 15 minutos, durante um período de 10 semanas. O outro grupo jogou jogos de videogames comuns.

Por fim, os alunos foram monitorados, para ver se os jogos tiveram algum impacto sobre suas notas. Os pesquisadores descobriram que as crianças, que jogaram o jogo especial, tiveram notas mais altas nos trabalhos e provas escolares.

5 - Meditar

Segundo um estudo experimental feito pela Universidade George Mason e a Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, meditar pode levar a melhores notas. Foram três experimentos, para ver se a meditação podia ajudar os alunos a se concentrar melhor e reter informações. E concluiu-se que sim, a meditação pode ser útil para a clareza mental, foco e autodisciplina, principalmente em alunos iniciantes.

6 - Fazer atividade física

Essa é, sem sombra de dúvidas, a dica número um para ajudar a melhorar o desempenho escola e as notas. Vários estudos já concluíram que fazer atividades físicas, pode sim levar a um melhor resultado acadêmico. Uma pesquisa da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, concluiu que crianças, fisicamente aptas, absorvem e retêm novas informações de forma mais eficaz, do que crianças que estão em forma. Ou seja, fazer algum tipo de atividade física só traz benefícios, em todos os sentidos.

7 - Não fazer tanta lição de casa

Dica destinada também às crianças. De acordo com um estudo australiano, fazer muita lição de casa, ao contrário do que diz o senso comum, não ajuda a melhorar o desempenho dos alunos. Pelo contrário, pode até diminuir suas notas.

Segundo o psicólogo educacional, Richard Walker, da Universidade de Sydney, o estudo mostrou que, em países onde mais tempo é gasto em lições de casa, os alunos apresentam resultados inferiores em um teste padronizado, em relação aos outros países. A conclusão final é a de que uma ou duas horas de lição de casa são suficientes. E não afetam negativamente os resultados escolares.

Então, o que achou dessas dicas? Conta para a gente nos comentários e aproveite para compartilhar também com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+