icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 diferenças ao dormir entre casais recentes e de longa data

POR Isabela Ferreira    EM Entretenimento      30/06/17 às 19h57
capa do post 7 diferenças ao dormir entre casais recentes e de longa data

Os relacionamentos são cheios de particularidades e cada casal possui um jeito diferente de lidar com as situações do dia a dia. Tem aqueles que são mais quietos e levam tudo mais a sério, e também tem os que preferem levar as coisas mais na brincadeira, sem se importar muito com o resto.

A questão é que depois de muito tempo juntos, as coisas ficam bem mais fáceis e os casais vão se conhecendo melhor. O que antes era totalmente novo, já se transformou em companheirismo para todas as horas e a intimidade já chegou em um nível tão alto, que vocês um dia já podem até ter duvidado que chegaria.

Até mesmo na hora de dormir existem diferenças entre namorados de pouco tempo, e aqueles que já tem lá seus 3, 4 anos. Pensando nisso, separamos 7 diferenças que acontecem entre esses casais na hora de dormir. Confere aí!

1 - Dormir de conchinha

No início do relacionamento é tudo maravilhoso, parece que as sensações e sentimentos são tão intensos que você sente um friozinho na barriga toda vez que vê seu companheiro. Acontece que o tempo vai passando e as coisas vão se tornando mais normais. Não é que o sentimento mudou, talvez esteja ainda mais forte! Mas, dormir de conchinha é algo muito comum para casais recentes, é algo romântico. Os casais de longa data não se preocupam muito com isso e fazem bem menos. Muitas vezes, cada um vira para  seu lado e simplesmente dorme.

2 - Conversas antes de dormir

Casais recentes, talvez por ainda não se conhecerem muito e não terem tanta intimidade, conversam bem menos antes de dormir, parece que o assunto não vem. Já os casais de muito tempo, dizem que vão dormir e ficam lá, conversando ainda por horas e horas, sobre assuntos totalmente aleatórios. Vai entender!

3 - Ninguém se importa mais com o pijama

Uma das preocupações no início é sobre a roupa que se vai usar para dormir, porque a intenção no fim das contas é agradar o outro. Acontece que depois de muito tempo, isso não é mais tão importante. Uma camiseta velha ou algo nada sexy, já passa a ser o suficiente.

4 - A coberta não tem mais dono

Geralmente, no início da relação, você se preocupa o máximo com o outro e faz de tudo para que ele se sinta bem e confortável. É capaz até de manter seu subconsciente ligado, para não ficar roubando a coberta do outro. Depois, isso simplesmente morre. Você acorda no meio da madrugada, quase congelando, e se depara com a cena do seu parceiro todo enrolado, parecendo uma lagarta... Tenso!

5 - As posições

Quase o mesmo caso da coberta: no início você se preocupa em ocupar apenas o espaço da cama que é seu por direito, também deixa seu subconsciente ligado e assim tudo dá certo. Depois de longa data, você já domina 90% da cama e deixa seu parceiro na beiradinha, quase caindo da cama.

6 - Ir para a cama ao mesmo tempo? Pra que?

No começo da relação, você pode estar morrendo de sono, não aguentando mais ficar em pé, mas se seu companheiro ainda não estiver no clima suficiente para dormir, você vai continuar ali, se fazendo de forte. Depois, você simplesmente vai acabar ignorando e vai dormir sozinho mesmo.

7 - Aquele "eu te amo"...

No começo, você não pode dormir sem antes dizer pro seu parceiro que o ama. É quase uma lei que se você quebra, já sente a sensação de que ficou devendo algo. Depois de certo tempo, dizer isso já não é mais tão obrigatório assim, até porque, você já tem toda a certeza do mundo de que isso é verdade, e um simples boa noite já consegue transmitir tudo o que você sente.

E então pessoal, o que acharam? Acontece com vocês? Sabem de outras coisas que não foram citadas na matéria? Compartilha aí com a gente!


Próxima Matéria
Imagens Pexels Giphy
avatar Isabela Ferreira
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest