• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 drogas pesadas que podem ser usadas na medicina

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      10/02/16 às 16h01

A droga na medicina refere-se a qualquer substância com o potencial de prevenir ou curar doenças ou aumentar o bem-estar físico ou mental. Porém, droga pode também se referir a substâncias psicoativas e em particular, as drogas ilícitas ou aquelas cujo o uso é regulado pela lei. Essas drogas podem causar dependências físicas e psíquicas, podendo causar até a morte quando é consumida em excesso.

Primeiramente, queremos deixar bem claro que não estamos tentando incentivar o uso de nenhuma droga, apenas queremos mostrar que algumas drogas podem ser usadas para uso medicinal. Então, fizemos uma lista com as 7 drogas pesadas que tem uma utilidade muito grande não medicina e talvez você nem saiba, confira:

1 - Cogumelos

1

A maioria das pessoas usam os cogumelos alucinógenos como drogas, pois trazem euforia, alucinações e sensações estranhas. Mas os cogumelos também podem ter benefícios medicinais, alguns estudos mostram que os cogumelos podem ajudar a tratar a depressão, "umedecendo" as áreas do cérebro. mas também tem sido usado para aliviar dores de cabeça e ajudar com transtorno obsessivo-compulsivo. Um estudo do British Journal of Psychiatry, em 2012, provou que os cogumelos também podem melhorar a capacidade do cérebro de recordar memórias, podendo ser usado com a psicoterapia.

2 - Êxtase

2

Um estudo mostrou que o êxtase é muito útil no tratamento de PTSD (pós-traumático transtorno de estresse), o que poderia se útil já que o PTSD é tão difícil de tratar. Na verdade, já é permitido usar o MDMA (ecstasy) em certos pacientes com doenças de alta ansiedade. Além disso, um estudo feito em 2011 pela Universidade de Birmingham, descobriu que o êxtase tem propriedades anto-câncer, especialmente contra a leucemia, linfoma e mieloma.

3 - Cocaína

3

A cocaína pode ser usada como um anestésico, aliviando dores de doenças mais graves, além de combater a inflamação do intestino com as folhas da coca. Isso vem sido feito há milhares de anos, e algumas culturas consideram a droga como sagrada. Alguns médicos acreditam que a droga pode ser usada como um antibiótico e também existem várias coisas boas encontrada na folha, como flavonoides, vitaminas B e antioxidantes.

4 - LSD

3

O LSD pode ajudar nos transtornos de ansiedade e alcoolismo. O LSD, ou Lysergic Deithylamide, foi fabricado em um laboratório e ficou popular como uma droga alucinógena na década de 1960, apenas de ter sido proibida em 1966.

Um dos primeiros estudos feitos do LSD, em 2014, mostrou que a droga emparelhada com a psicoterapia aliviou a ansiedade de pacientes que sofrem de doenças terminais. Talvez seja porque as pessoas estão mais com medo da morte do que das drogas, mas independente disso, os estudo mostrou que pode sim existir benefícios no uso do LSD.

5 - Special K

5

Também chamada de quetamina, cetamina e special K, seu uso recreativo provoca um estado mental alterado e psicodélico; em doses elevadas, ela produz delírios e alucinações vívidas. O The New York Times a´te escreveu a possibilidade do medicamento ser utilizado no tratamento da depressão, transtorno bipolar e pensamentos suicidas. Aparentemente, a cetamina combate a depressão em menos tempo do que os anti-depressivos, além de aumentar a produção de sinapses no cérebro em uma taxa muito rápida.

6 - Metanfetamina

6

Metanfetamina é uma droga muito pesada, um pó cristalino e de sabor amargo. O consumo da metanfetamina provoca euforia intensa imediata, mas também pode causar coisas horríveis para a mente e o corpo humano. Em doses baixas, a metanfetamina pode tratar da narcolepsia e obesidade. Desoxyn é uma das formas de prescrição da metanfetamina que é usada às vezes como um tratamento temporário para a obesidade.

7 - Heroína

7

Alguns países como a Holanda e Reino Unido, a heroína está disponível legalmente como prescrição médica. O "medicamento" é usado para tratar situações de dor aguda, como traumas físicos, dores pós-cirurgia, infarto do miocárdio e outras condições dolorosas crônicas. Se algo não pode ser tratado com analgésicos, a heroína pode ser usada no lugar.

Em países onde a heroína não é legalizada, como nos EUA, a morfina é utilizada no lugar da heroína. Porém, a heroína tem mais lípidos solúveis do que a morfina e pode entrar em contato com o lugar que precisar de analgésico com mais facilidade do que a morfina. Alguns médicos chegam até a prescrever a heroína para as mulheres durante o parto.

E aí amigos, sabem de mais alguma utilidade das drogas para a medicina? Comentem!

Próxima Matéria
A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+