• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 empresas conhecidas que já foram banidas em outros países

POR Renata G Pereira    EM Curiosidades      15/10/19 às 10h52

Há algumas empresas, que são bem conhecidas e que, em algum momento, já foram banidas em outros países. Sejam por questões políticas, motivos de discordância de filosofia ou valores. Do mesmo modo, já ocorreu por questões religiosas. Em síntese, essas empresas foram proibidas de se estabelecer ou funcionar em determinadas regiões.

Já imaginou como seria ser proibido de acessar suas redes sociais, ou falar com aquele seu amigo via Whatsapp? Precisar de um transporte rápido, para aquele compromisso, e não poder chamar o Uber? Bom, infelizmente, essa é a realidade em outros países. Confira agora, as 7 empresas conhecidas que já foram banidas em outros países.

1- Uber

No ano de 2017, a empresa Uber, prestadora de serviços de transporte privado urbano, foi banida na América do Norte, Europa e Ásia-Pacífico. O motivo do banimento foi a alegação de que o Uber não seria adequado para operar como transporte privado. E que não atendia à regulamentação exigida pelo governo. A empresa conta com mais de 40.000 motoristas e atende cerca de 3,5 milhões de usuários. Em alguns países, o Uber conseguiu se regularizar e renovar sua licença, como é o caso da Itália, Taiwan e Austin, no Texas.

2- McDonald's

O McDonald's, com sede oficial nos Estados Unidos, é a maior franquia de restaurantes de fast food, atendendo em 119 países, com mais de 37 mil pontos de venda. No entanto, a empresa, fundada em 1940, foi banida de alguns países. Como é o caso de Gana, que acreditava que o restaurante de fast food seria um atraso para o país. Do mesmo modo, na Macedônia, após um conflito entre o McDonald's e o governo, a licença da franquia foi cancelada. Por questões políticas, a Coreia do Norte também não permite a presença do McDonald's no país. Por outro lado, em países como o Iêmen e Arábia Saudita, o restaurante foi banido por questões religiosas.

3- Whatsapp

O Whatsapp é um aplicativo multiplataforma de mensagens instantâneas e chamadas de voz para smartphones. O aplicativo ainda oferece os serviços de mensagens de texto, envio de imagens, vídeos e documentos em PDF. Do mesmo modo, ele pode fazer ligações grátis por meio de uma conexão com a internet. O serviço de mensagens já foi banido em 12 países. O Whatsapp foi banido por motivos de políticas rigorosas de controle da liberdade de expressão na internet. Em países como: China, Síria, Irã, Etiópia e Uzbequistão, Cuba, Vietnã, Rússia, Paquistão, entre outros. Em outros países, como o Brasil, o Whatsapp, já passou por bloqueis temporários, determinados por juízes.

4- Huawei

Huawei, fundada em 1987, é uma empresa multinacional de equipamentos para redes e telecomunicações. Sua sede fica na cidade de Shenzhen, província de Guangdong, na China. É considerada como a maior fornecedora de equipamentos para redes e telecomunicações do mundo. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump assinou uma ordem executiva, na qual proíbe a empresa Huawei de vender qualquer tecnologia no mercado dos EUA, além de também impedir que a empresa chinesa compre tecnologia de qualquer um de seus parceiros nos EUA. O motivo do banimento seria porque o hardware, da empresa chinesa, coloca a segurança da América em risco. Mas parece que os reais motivos vão muito, além disso. Em suma, eles envolvem mais as questões políticas entre os governos americano e chinês. Outros países, como a Austrália, estão aderindo ao banimento da empresa, após a proibição nos EUA.

5- Youtube

A plataforma de compartilhamento de vídeos, Youtube, também foi banida na China, e desde 2009, os chineses não podem acessar a plataforma, nem mesmo para acompanhar os sucessos chineses que são exibidos pelo Youtube.

6- Facebook

A rede social Facebook foi criada em 2003, por Mark Zuckerberg e seus amigos, Eduardo Saverin, Chris Hughes e Dustin Moskovitz. A rede social é banida na China, segundo o governo chinês, o Facebook é uma ferramenta de disseminação de boatos e ideias, que são contrárias aos interesses do povo chinês.

7- ZTE

ZTE é uma empresa de telecomunicações que fabrica e presta serviços em soluções de rede e dispositivos móveis mundialmente. Sua sede fica em Shenzhen, China. Assim como a empresa chinesa Huawei, a ZTE foi banida da Austrália e dos Estados Unidos. E a razão seria por receio de espionagem, pois as empresas chinesas são obrigadas por lei a fornecer dados às entidades de inteligência dos países se for solicitadas. Portanto, todas as contas dos clientes ficam acessíveis ao governo chinês, ou seja, o governo pode colher informações, da forma que lhe for conveniente.

Próxima Matéria
Renata G Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+