• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 episódios mais difíceis de assistir das animações da DC

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      19/01/18 às 17h27

Está mais do que provado que a DC sabe como ninguém adaptar suas obras para séries e longas animados. Apesar de alguns escorregões ao longo dos anos, seu saldo na balança está mais positivo que negativo. Embora as adaptações sejam muitas, algumas de suas obras foram feitas a partir de um roteiro original. Mesmo nesses casos, as animações surpreendem, criando alguns nomes que mais tarde foram adicionados até mesmo nos quadrinhos.

Apesar disso, mesmo as mais prestigiadas de suas séries tiveram episódios ruins. Contudo, alguns capítulos não foram fracos, e sim um pouco incômodos de assistir, seja pela sua temática mais pesada ou pelas cenas fortes, bem diferentes do padrão. Isso, de forma alguma, os torna episódios ruins. Pensando nisso, separamos alguns episódios dos desenhos animados da DC que se revelaram difíceis de engolir.

1 - Aftershock Part. 2 (Os Jovens Titãs)

Diferente de seu antecessor, a série Os Jovens Titãs era um programa mais focado no público infantil. Sendo assim, não esperávamos que ela tratasse de temas de tão pesados. Um deles foi evidenciado durante o final da segunda temporada. Na tentativa de "consertar" sua traição com a equipe, Terra assume seus poderes em luta contra o Exterminador, que naquele momento tinha o controle da cidade. Assim, ela obtém controle total de suas habilidades e provoca um terremoto que engole o vilão. Contudo, ela fica petrificada. Terra se sacrifica para colocar um fim ao círculo de violência e traição que ela mesmo levou à equipe.

2 - Mad Love (Batman: The Animated Series)

Algumas pessoas confundem o relacionamento abusivo de Coringa com Arlequina com amor. No entanto, aos poucos isso tem mudado. Um bom episódio para exemplificar tal agressão é o intitulado Mad Love. Coringa explica seu plano para o grupo de criminosos e faz uma piada no meio. Porém, Arlequina, assim como todos os outros, não entende. Como resultado, o Palhaço a joga pela janela e ela cai em uma pilha de lixo.

3 - Sons of the Father (Super Choque)

O programa faz um bom trabalho ao destacar um problema social: o racismo. No episódio em questão, o pai de Richie faz um comentário maldoso sobre Virgil estar em sua casa. Ele chega a referir ao menino como uma "má influência, todos do seu tipo são".

4 - Richie (Super Choque)

Super Choque foi um desenho direcionado ao público infanto-juvenil, por isso, ele tentava transmitir algumas lições de moral. Umas delas era o aviso sobre andar com armas de fogo. Jimmy era um jovem da mesma escola de Virgil e Richie que sofria muito bullying por parte de Nick Connor. Um dia, ele foi tão provocado que não conseguiu aguentar a pressão. Como aconteceu várias vezes nas escolas americanas, o garoto pegou a arma de seu pai e confrontou as pessoas que o atormentavam. Contudo, a situação se transformou em um incidente no qual o próprio Richie foi baleado na perna. Em seguida, todos os personagens passaram por um psicólogo para tratar do assunto.

5 - Epilogue (Liga da Justiça sem Limites)

Terry McGinnis, o Batman do Futuro, ao descobrir que é filho biológico de Bruce Wayne, vai até Amanda Waller em busca de respostas. Curiosamente, ela conta histórias sobre como o Batman original era uma figura gentil, muito diferente do que ele normalmente era apresentado. Neste belíssimo episódio, os espectadores tiveram a chance de ver um lado mais sensível do personagem, concedendo a eles a ideia de como é grande o peso de ser o Batman.

6 - Two-Face (Batman: The Animated Series)

A história de origem de Duas Caras já é dolorosa por si só. Mesmo assim, a DC fez questão de fazer alguns ajustes. A cena mais pesada acontece quando Harvey Dent está no hospital logo após o acidente e ele descobre que seu rosto mudou para sempre. O desespero e a tristeza em seu olhar é chocante.

7 - The Enemy Below (Liga da Justiça)

O vilão Mestre do Oceano pretende acabar com Aquaman e toda sua linhagem. Dessa forma, ele joga Arthur e seu filho (ainda bebê) em um vulcão que está prestes a entrar em erupção. Com toda a pressão da situação, Arthur percebe que não há muitas opções para escapar. Com seu filho ainda preso, ele usa a fivela afiada de seu cinto e corta a própria mão para conseguir sair do local. Uma cena muito forte para o padrão do desenho.

Próxima Matéria
Via   CBR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+