• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 equívocos sobre animais que as pessoas acreditam

POR Bruno Dias    EM Mundo Animal      27/02/20 às 17h36

O reino animal é mesmo fascinante. Uma explosão de cores, de diversidade, de características próprias e únicas. Assim como os seres humanos, eles também têm "personalidade", se comportam de maneira distinta, são capazes de se adaptar às situações mais adversas. Sem eles, a vida do ser humano não seria possível. Cada animal representa uma parte fundamental da cadeia alimentar que mantém o equilíbrio do ecossistema.

Por mais que nós convivamos com alguns animais, ainda não sabemos muito sobre eles. Todos os anos, várias espécies novas são descobertas e muitas funções, que os animais têm, permanecem um mistério. Algumas delas são repetidas e passadas como verdades, mas muitas delas podem não ser verdadeiras. Mostramos aqui algumas delas.

1 - Não se pode ensinar truques novos para cachorros velhos

A frase já é uma expressão para dizer que pessoas mais velhas ou com um conjunto de experiências dificilmente aprenderão novas coisas. O dito usa cachorros porque se supõe que os animais mais velhos são mais difíceis de treinar.

Mas cientificamente isso não tem fundamento. Várias experiências mostraram que não é tão difícil ensinar truques novos, para cachorros velhos. A única coisa, que se tem que saber, é comunicar com eles. É claro que treinar os animais mais novos é mais fácil, porque assim como todos jovens de outras espécies eles aprendem mais rápido. Mas não quer dizer que cachorros velhos não podem aprender novos truques.

2 - Camelos armazenam águas nas corcovas

Esse fato é tido como uma verdade incontestável e ninguém sabe como ela começou a ser espalhada. Provavelmente, alguém olhou para os camelos e imaginou que, para eles conseguirem sobreviver no deserto, eles tinham que armazenar a água em algum lugar.

A verdade é que não é assim que funciona. As corcovas não armazenam água. Elas são cheias de gordura e ajudam os animais a sobreviverem quando não tem comida. E se eles ficarem muito tempo sem comer as corcovas podem até cair. Naturalmente, os camelos conseguem sobreviver sem água, por um período de tempo maior do que outros animais.

3 - Instinto natural de matar dos felinos

A maior parte das pessoas supõem que os grandes felinos são assassinos natos. Que eles ficam sempre à espreita, apenas esperando sua próxima presa. Inclusive, vários programas de televisão reforçam essa visão.

Os felinos que estão em regiões sempre invadidas pelos humanos realmente tem esse comportamento agressivo e mortal. Mas esse não é o comportamento natural deles.

Existem algumas exceções, mas a maioria dos grandes felinos é tímida e tem medo dos confrontos. Eles não atacariam se não fossem provocados ou se não estivessem com fome. Eles são alguns dos predadores mais calculistas, que sabem exatamente quando e quem atacar para ter maior chance de sobreviver.

4 - Gatos são indiferentes e egoístas

Várias pessoas não gostam desses animais e tem opiniões bem fortes contra eles. Até certo ponto pode ser verdade que os gatos se mostrem egoístas e astutos em alguns estudos. Mas talvez seja porque o animal que ele é comparado, na maioria das vezes, é o cachorro.

Pesquisas mostram que os gatos são mais capazes de resolver problemas do que os cachorros. Mas eles fazem isso individualmente e não envolvem os humanos. Isso porque eles são animais independentes e evoluíram para serem solitários. E isso não quer dizer que eles são egoístas. Apenas que não precisam dos humanos para quase tudo assim como os cachorros.

5 - Golfinhos são calmos e tranquilos

Os golfinhos são um dos animais mais inteligentes do planeta. E todos supõe que eles estão sempre sorrindo por causa de seus focinhos e que eles são amigáveis e nunca ataquem ninguém intencionalmente.

Mas basta uma pequena pesquisa para ver que isso não é bem verdade. Eles tem vários comportamentos sombrios, como por exemplo tentar estuprar e afogar pessoas e matar os filhos de machos rivais e usar seus corpos como brinquedos. Se você ver um golfinho na natureza você tem que considerá-lo perigoso. Ele não foi treinado como algum animal que você vê nos parques.

6 - Camaleões mudam de cor para se camuflarem

Esse animal é usado como uma expressão para aquelas pessoas que conseguem se adaptar aos lugares e mudar conforme o ambiente. Mas a mudança de cor dos camaleões parece ser uma coisa tão boa que de tão bom não existe.

São pouquíssimos os camaleões que conseguem mudar de cor para se camuflar ao ambiente. E desses, quase nenhum deles é visto acima do oceano. A mudança de cor dos camaleões é usada para demonstrar suas emoções, temperatura corporal, estado de espírito e muitas outras coisas.

7 -  Tamanduás cheiram as formigas

Quando alguém é perguntado como os tamanduás comem, provavelmente responderá que eles cheiram as formigas. Mas nenhum livro de ciências deu a entender que é isso que eles fazem. O mais provável é que as pessoas apenas presumiram isso por causa do nariz grande do animal.

Mas olhando de perto, o que pensamos ser o nariz, na verdade, é uma mandíbula alongada. Ele usa sua língua comprida para levar as formigas para sua mandíbula e depois as come de forma rápida de várias maneiras. A mandíbula do tamanduá foi projetada para que ele seja capaz de mastigar e engolir  as formigas antes que elas consigam picá-lo seriamente.

Próxima Matéria
Via   Toptenz  
Imagens Toptenz
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+