icone menu logo logo-fatosnerd.png


7 erros em The Walking Dead que nenhum fã gosta de admitir

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      19/10/17 às 16h38
capa do post 7 erros em The Walking Dead que nenhum fã gosta de admitir

Ao lado de Game of Thrones, a série da AMC The Walking Dead é um dos programas mais badalados do momento. Fazia tempo que o universo da cultura pop não tinha uma atração dessas proporções. A série é um sucesso e ainda faz um ótimo trabalho ao recriar um mundo caótico que se aproxima bastante ao mundo real.

Embora a equipe de produção de arte faça um excelente trabalho, ao acompanhar a série é possível se deparar com alguns fatos que não fazem sentido nem mesmo para a lógica narrativa que ela apresenta. Talvez eles se esqueçam de que a maioria dos espectadores já aprendeu vários conceitos de como o universo funciona, por isso, em alguns momentos os personagens desafiam as leis da ciência, da ordem básica e mesmo da lógica. E não adianta alegar que "é apenas uma série, nada ali é real".

Uma coisa que diversos espectadores precisam compreender é que dentro de qualquer universo fictício existe sim uma lógica. Por mais que não faça sentido um alienígena com superpoderes voar pelos da nossa realidade, esse fato é completamente plausível dentro o mundo de Superman. Infelizmente, alguns fãs se deixam cegar pela paixão que têm pelo programa e acabam ignorando certos problemas. The Walking Dead é um exemplo.

A série é tão famosa que as pessoas simplesmente tendem a perdoar todos os deslizes que ela comete. Mas a gente não. Por isso, selecionamos alguns erros que o programa tem e muitos fãs simplesmente não admitem.

1 - Tudo muito limpo

A série já teve sete temporadas e nesse período os fãs viram Rick e sua turma passarem por situações complicadas. Mesmo encontrando um lugar fixo para ficar por algum tempo, o local raramente fornecia todo o saneamento do qual todo mundo estava acostumado. A sociedade como conhecemos acabou, em consequência os confortos que ela trazia também chegaram ao fim. Mesmo assim, os personagens da série encontraram um jeito milagroso de continuarem até apresentáveis. Tudo bem, é um programa de televisão e o elenco ainda assim precisa estar agradáveis aos olhos do espectador, digamos assim. Porém, se querem um cenário mais verossímil com a própria mitologia do programa, deveriam repensar em algumas coisas. Deixar o cabelo e barba crescer não é sinal de sujeira, apenas indica que o tempo passou e não encontraram nada para cortar. E claro, isso só vale para os homens.

2 - Negan já poderia ter morrido

Na última temporada, finalmente fomos apresentados a Negan e, sem dúvidas, este foi o ponto mais alto dela. O personagem é bem interessante e, por isso, ele será mantido na história por mais um tempo. No entanto, a série já mostrou que Rick teve oportunidade de eliminar Negan para sempre, acabar com sua ameaça e ainda vingar a morte de Glenn. Se por um lado essa opção seria fácil demais e acabaria com um bom personagem, por outro foi, no mínimo, um furo na história.

3 - Personagens em excesso

No começo da série a existência de vários personagens é até compreensível. Porém, conforme o tempo passa o grupo de Rick deveria diminuir e continuar o mesmo por um tempo. Mas o programa segue na direção oposta. Além do grupo só aumentar, outros núcleos são criados dentro da história. Isso torna a narrativa um pouco cansativa e, por vezes, desinteressante.

4 - Cadê o resto do mundo?

Pode ser muito legal acompanhar a jornada de alguns grupos de sobrevivente em meio a um mundo pós-apocalíptico. Mesmo assim, ainda seria interessante saber como tudo começou ou mesmo o que foi feito com o resto da população. Assim como eles, outras pessoas também devem ter escapado ao ataque dos zumbis. Nem precisava desenvolver a história, apenas explicar. Talvez isso aconteça em Fear the Walking Dead.

5 - Daryl é superestimado

Para algumas pessoas isso realmente é difícil de ser ouvido. Contudo, o personagem deixou de ser útil para ser apenas estrela. Daryl começou como uma figura simples e tímida na primeira temporada. Mas seu carisma o fez crescer e ele passou a ser o braço direito de Rick. Com o tempo, porém, suas decisões ficaram cada vez piores e ele deixou de ser um membro valioso para a equipe.

6 - Médico para quê?

Incrível a capacidade que The Walking Dead tem em matar as únicas pessoas que entendem de saúde. De fato, as chances de cruzar com um médico, mesmo que veterinário, em um mundo pós-apocalíptico são pequenas. Contudo, já que a série apresentou essas pessoas aos grupos de sobreviventes, que deixassem elas exercerem sua sabedoria. Mas não, os médicos na série são facilmente descartáveis.

7 - Precisamos falar sobre Rick

Rick era um personagem incrível no começo de tudo. Ele era dosado e centrado. No entanto, a cada temporada que iniciava ele perdia o rumo. Ele era o líder do grupo, uma pessoa que todos podiam contar. Ele decidiu levar todos nas costas, assumiu a responsabilidade de ser o guia dos sobreviventes. Contudo, ele não apenas não aguentou a tarefa como também precisou se transformar em um babaca de primeira. O roteiro bem que tenta, mas é complicado sentir pena do personagem à essa altura.

Concorda com a lista? Acredita que exageramos em algum ponto? Qual sua opinião sobre os equívocos da série? Não deixe de compartilhar suas impressões com a gente.


Próxima Matéria
Via   TR     IMDB  
Imagens AMC AMC TVT MP AMC BI VF DS
avatar Gabi Noronha
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest