• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 esposas dos homens mais odiados da história da humanidade

POR Isabela Ferreira    EM História      10/01/18 às 18h03

Você sabe como era o convívio familiar de Joseph Stalin? Ou ainda, de Adolf Hitler? Bem, embora seja possível encontrar esse tipo de informação, nunca foi o principal foco da mídia... E com certa razão. A questão é que os atos absurdos desses homens superavam qualquer possibilidade de informação adicional à seu respeito. Por diversas vezes, nem mesmo a esposa era mencionada.

No entanto, é verdade que sempre há certa curiosidade sobre como se relacionavam fora de suas atividades políticas e extremistas. Será que agiam da mesmo forma com suas esposas? Com os filhos? Bem, pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 esposas dos homens mais odiados da história da humanidade... Dá uma olhada!

1 - Ko Young-hee, esposa de Kim Jong-iI

Nascida no ano de 1953, em Osaka no Japão, era filha de uma japonesa e um coreano. Se transformou em uma dançarina e no ano de 1960, acabou se mudando para a Coreia do Norte. Lá, conseguiu se formar como bacharel na Universidade de Música e Dança de Pyongyang. Foi apenas em 1971 que ela e Kim Jong-iI se encontraram pela primeira vez. Após algum tempo, se casaram e tiveram três filhos: Kim Yo-jong, Kim Jong-chul, e o atual ditador norte coreano, Kim Jong-un.

Bem, o fato é que ela não aprece ter sido tão louca quanto o marido. Morreu no ano de 2004, após ter sido encaminhada à Paris para tratar um câncer de mama. Jong-iI já havia tido outras esposas, Ko foi a terceira. Após sua morte, recebeu a nomeação de "a mãe respeitada, que era a mais fiel  do Amado Comandante Supremo".

2 - Safia Farkash, esposa de Muammar Gaddafi

Na verdade, há muito mais dúvidas do que certezas quanto a esposa do ditador líbio, que foi morto no ano de 2011. Não se sabe ao certo qual é sua origem, mas suspeita-se que ela não era da Líbia, mas sim uma espiã croata, enviada justamente para matar Gaddafi. No entanto, o curso da história teria mudado assim que ela realmente se apaixonou por ele, renunciando a missão inicial. Bem, ainda é algo que nunca foi confirmado.

Por outro lado, a história mais conhecida diz que os dois se conheceram no ano de 1971. Tudo teria acontecido em um hospital, onde a mulher estava internada por culpa de uma apendicite. Ainda no mesmo ano se casaram, onde mais tarde ela se tornou mãe de sete filhos do homem. Hoje, vive na Argélia, acumulando uma fortuna que chega aos 30 milhões de dólares. ´também dona da segunda maior companhia aérea de toda a Líbia.

3 - Sajida Talfah, esposa de Saddam Hussein

Nasceu no ano de 1937, possuindo atualmente seus 80 anos de idade. Foi esposa de Saddam Husseim, o ex-presidente do Iraque, morto no ano de 2006. O fato é que na mídia saíram pouquíssimas informações sobre a mulher. Foram flagrados juntos poucas vezes. Uma das oportunidades em que ela ganhou destaque, foi quando saiu a notícia que Hussein havia se casado com outra enquanto ainda estava casado com Sajida.

Desde então, algumas imagens dos dois juntos, ao lado dos filhos, começaram a circular pela internet. Talvez tenha sido uma tentativa de abafar o caso. No entanto, sabe-se que a mulher foi tomada por fúria. Coordenou alguns ataques contra o marido, mas a verdade é que nunca conseguiram se divorciar. Acredita-se que no ano de 2003, ela tenha fugido com a filha mais nova para o Catar.

4 - Rachele Mussolini, esposa de Benito Mussolini

Rachele foi a esposa de um dos homens mais odiados da história. Mussolini foi um líder fascista italiano e faleceu em 1945. Assim que conheceu o homem, se apaixonou repentinamente, se submetendo até mesmo a aceitar tantos outros casos que ele tinha. No entanto, ela tinha um temperamento muito forte. O próprio Mussolini chegou a alegar em determinada ocasião, que a temia mais do que qualquer inimigo.

O casamento durou por três décadas, de 1915, até o ano em que ele foi morto. Ela realmente amava o pai de seus filhos. Chegou a pedir para que os restos do marido fossem transferidos para um enterro particular, mesmo que corresse risco ao realizar o ato. Acontece que no mesmo ano acabou sendo presa. Assim que foi liberada, passou a trabalhar em um restaurante, falecendo em 1979.

5 - Eva Braun, esposa de Hitler

Nascida no ano de 1912, talvez tenha sido a esposa de nossa lista que mais sofreu nas mãos do marido. Eles se conheceram enquanto ela ainda tinha apenas 17 anos, em Munique. Logo no início do relacionamento, ela tentou cometer suicídio duas vezes. Ela realmente amava o ditador, no entanto, ele era apaixonado por outra. Foi então que a relação começou a ficar abusiva.

Ela era traída diversas vezes, mas nunca quis deixar Hitler. Certa vez, em uma atitude de completo desespero, tentou atirar contra o próprio coração, mas errou e conseguiu sobreviver. Bem, a grande questão é que Hitler detestava a mulher, fazendo questão de esconder o relacionamento que tinha com ela. O povo alemão só tomou conhecimento do fato após a morte de ambos.

6 - Nadejda Alliluyeva, esposa de Joseph Stalin

Nasceu no ano de 1901, e conheceu Stalin enquanto ainda era uma menina. Foi acolhida por seu pai depois de conseguir fugir de uma prisão, no ano de  1911. No entanto, foi apenas no ano de 1919 que os dois se casaram. Stalin havia acabado de perder a primeira esposa, que por sinal, amava muito. Tiveram dois filhos, sendo que o primeiro, Vasili Djugashvili, foi piloto na batalha de Stalingrado. Anos mais tarde, Nadejda foi encontrada morta em seu quarto, com uma arma ao lado.

Tudo indicava que havia sio um suicídio, mas nada estava certo. A morte foi divulgada de forma bem diferente... Disseram que tinha morrido por apendicite. O próprio Stalin foi acusado de ter matado a esposa. No entanto, relatos contam que o homem ficou muito abalado com a morte da mulher, o que poderia descartar sua culpa.

7 - Khieu Ponnary, esposa de Pol Pot

Nascida no ano de 1920, foi a primeira esposa de Pol Pot, homem conhecido por liderar a guerrilha do Khmer Vermelho, tomando poder no Camboja no ano de 1975, onde permaneceu até 1979. Instaurou uma ditadura extremamente cruel, que pode ter matado até um milhão e meio de pessoas. Bem, após sofrer o abandono do pai durante a Segunda Guerra, decidiu estudar. se tornou a primeira mulher do Camboja a receber um diploma de bacharel. No ano de 1949, foi para Paris estudar linguística. Quando retornou, acabou se casando com Pol Pot, no ano de 1956.

Suas ações no partido do marido são pouco conhecidas, mas se sabe que ela atuou como sua secretária. No ano de 1975, começou a sofrer de esquizofrenia crônica. Ficou muito paranoica e acreditava que vietnamitas queriam assassiná-la junto ao marido. Não suportando mais a situação, Pot se separou em 1979.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+