icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 estações espaciais mais loucas já propostas

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      06/03/20 às 15h27
capa do post 7 estações espaciais mais loucas já propostas

Por vários anos, os humanos sonham em viver no espaço. E graças ao lançamento de uma estação espacial, as pessoas começaram a entender o espaço. Esse lugar está ajudando os humanos a entenderem como podemos viver no espaço. O mais incrível é que essa ideia não passava de pura ficção científica, há décadas atrás.

A quantidade de informação e conhecimento que nós podemos obter no espaço, é simplesmente inimaginável. Mas mesmo assim, a vida fora do nosso planeta não é tão fácil, como vemos em desenhos e filmes. Problemas como raios cósmicos, radiação e asteroides atrapalham essa vida. Mas a vontade de explorar e colonizar novas terras sempre rendeu várias propostas de possíveis estações espaciais. Mostramos aqui algumas delas.

1 - O cilindro de O'Neill

No livro de Gerard O'Neill, ele discutiu três possibilidades de habitats espaciais diferentes. Deles, o mais importante é o que ele mesmo desenhou, chamado de Cilindro O'Neill. Esse cilindro teria oito quilômetros de diâmetro e 32 de comprimento. E ele teria que girar 40 vezes por hora, para ter uma gravidade parecida com a da Terra. Em sua visão, no cilindro caberiam 40 mil pessoas, sendo como uma cidade funcional dentro.

O cilindro teria paredes grossas, alternadas em terra e painéis solares. Esses painéis iriam impedir a radiação de entrar. E por causa da espessura das paredes e do seu tamanho, ele conseguiria ter sua própria atmosfera. O cilindro de O'Neill só não foi possível porque ele precisaria enfrentar o sol.

2 - Lewis One Space Colony

Al Globus da NASA tentou, em 1991, atualizar as estações espaciais conceituais que foram feitas a partir de 1970. Um dos projetos, o Lewis One, era um cilindro que conseguiria acomodar 10 mil pessoas. Essa estação teria sua própria área de fabricação onde as pessoas poderiam construir novos segmentos e cópias da própria estação. Essa estação teria 1.921 metros de comprimento e 534 de largura.

Por fora, a estação teria painéis solares que iriam proteger os seus habitantes dos raios cósmicos. Esses painéis não se moveriam, mas a cápsula dentro iria girar. O projeto não foi para frente, por causa da falta de luz solar entrando na estação.

3 - Kalpana One

Essa estação espacial teve seu nome em homenagem a Kalpana Chawla. Ele era um astronauta que morreu em 2003 em um desastre na Columbia. A estação foi uma atualização do Lewis One, feito em 2006.

Ela teria 325 metros de comprimento e um diâmetro de 550 metros. A estação conseguiria acomodar cinco mil pessoas e ainda teria um espaço verde dentro dela. Sua forma seria de auréola. Ela giraria mais que duas vezes por minuto, e daria, ao anel externo, uma força gravitacional. Isso daria a impressão de que as pessoas estavam andando no teto.

4 - Projeto Perséfone

Os humanos sempre pensaram em uma situação de como o mundo acabaria. E pensando que nosso planeta acabará em uma catástrofe, 13 pesquisadores das universidades de Greenwich, Warwick e Surrey estão construindo uma arca espacial. Ela seria capaz de garantir a sobrevivência dos humanos. O chamado Projeto Perséfone foi batizado em homenagem a rainha grega do submundo.

Essa arca seria um cilindro com aproximadamente 20 quilômetros de comprimento e cinco de diâmetro. Ela teria várias terras e as pessoas morariam em tocas. A arca seria auto sustentável e conseguiria criar seus próprios ecossistemas. Eles que gerariam luz, ar, água, comida e gravidade.

5 - Módulo Aeroespacial Bigelow

Na década de 1990, a NASA desenvolveu uma estação espacial chamada TransHab. A agência nunca construiu a estação. Mas uma empresa chamada Bigelow Aerospace pegou o projeto e continuou a desenvolver essa estação. E a empresa já lançou dois módulos para o espaço.

O primeiro, chamado Genesis I, foi lançado em julho de 2006. E o segundo em junho do ano seguinte. Os dois módulos foram bem sucedidos. Então, a empresa assinou um contrato com a NASA para enviar um módulo dobrado para a Estação Espacial Internacional. Esse módulo terá 4 metros por 3,2 metros, e funcionará como um adicional, para a estação espacial.

6 - Estruturas da luda de Foster + Partners

Um dos lugares mais prováveis de se desenvolver uma colônia é na lua. Um dos problemas é levar os suprimentos para lá, sem nenhuma base preestabelecida. Então, a Foster + Partners e a Agência Espacial Europeia entram para resolver esse problema.

Eles querem montar uma cúpula inflável, que tenha uma impressora 3D, baseada nos projetos de Enrico Dini. O homem usou a impressora para construir sua casa em Amsterdã. Colocando essa impressora na lua, ela usaria poeira da lua. Essa cúpula teria dois andares e quatro pesquisadores poderiam morar lá.

7 - Colônia Mars One

Ela é uma organização holandesa, sem fins lucrativos, que quer colocar pessoas vivendo em Marte até 2027. Esse projeto deve custar 6,3 milhões de dólares. A viagem inicial enviaria quatro pessoas, para começar a colônia. O esperado é enviar pessoas a partir de 2022.

A equipe trabalhará até 2026, antes da primeira equipe ir para o planeta vermelho. Depois do primeiro grupo, eles querem enviar mais seis conjuntos de quatro colonos a cada dois anos.


Próxima Matéria
Via   Toptenz  
Imagens Toptenz
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest