icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 estatísticas loucas envolvendo crimes

POR Cristyele Oliveira EM Curiosidades 10/06/19 às 15h04

capa do post 7 estatísticas loucas envolvendo crimes

Não importa onde você esteja, infelizmente, você vai estar sob o risco de ser vítima de algum crime. Isso é uma realidade assustadora. Pode ser pior em alguns lugares, porém está presente em qualquer lugar, em qualquer cidade ou país do mundo. É claro que a taxa de criminalidade afeta mais alguns grupos específicos, mas isso não torna ninguém imune de ser vítima dos mais variados tipos de crimes.

Ao ser vítima de qualquer tipo de crime, você pode se perguntar o porquê de isso estar acontecendo com você. Isso é algum tipo de punição? Será que eu foi amaldiçoado? Muito provavelmente não, segundo a ciência, coisas do tipo não existem, e caso existissem, você não ia querer ser especial o bastante. Na verdade, o comportamento criminoso pode ser influenciado por alguns fatores um tanto quanto peculiares. Prova disso são essas estatísticas, muitas vezes aleatórias que podem ter influência em vários tipos de crimes.

1 - Assistir a eventos esportivos diminui a incidência de crimes

Todo mundo sabe que, quando alguma equipe esportiva tem um mal desempenho em alguma competição, os picos de violência vão nas alturas. No calor do momento, os torcedores rivais podem entrar em conflitos que acabam em crimes. No entanto, um estudo feito em 2018, pelo Programa de Pesquisa em Prevenção da Violência da Universidade da Califórnia, mostrou que, durante jogos importantes em Chicago, os crimes violentos diminuíam em 25%. Aparentemente, os potenciais criminosos gostam mais de assistir a eventos esportivos do que de cometer crimes. E isso também vale para a suas potenciais vítimas que ficam reclusas durante grandes eventos. Todo mundo está assistindo ao jogo, não fazendo ou sendo vítima de um crime. E esse efeito curioso foi observado em todos os esportes, principalmente quando se trata de uma equipe local.

2 - Quanto mais mulher, mais crime

Pesquisadores da Universidade de Utah analisaram dados de todos os condados dos Estados Unidos. Eles comparam a proporção de homens e mulheres em idades reprodutivas com dados criminais. Quando falamos sobre a incidência de crimes cometidos por homens e por mulheres, você poderia facilmente acreditar que quanto mais homens, maiores seriam os crimes. Mas na verdade é o oposto. O estudo revelou que em áreas onde havia mais mulheres, as taxas de criminalidade eram maiores. Mas ainda estamos falando de crimes cometidos por homens. Os pesquisadores acreditam que isso tem a ver com as mulheres. Isso porque quando os homens estão entre muitas mulheres, eles aparentemente se sentem livres para fazer o que quiser, incluindo agressão, assassinato, estupro etc.

3 - Seu rosto pode fazer você ser executado

É totalmente normal conhecer alguém e não "ir com a cara" dessa pessoa, mas isso não te faz querer matá-la de fato. Pelo menos não deveria. Uma pesquisa revelou que pessoas cujos rostos têm características que são relacionadas à falta de confiança são mais propensas a serem condenadas à morte. O experimento envolvia pedir aos voluntario que julgassem a confiabilidade de criminosos apenas analisando suas fotos. Ao final do experimento, os criminosos que foram considerados não confiáveis por suas expressões faciais, foram os mais propensos a serem condenados à morte, sendo culpados ou não.

4 - A taxa de criminalidade diminui quando as pessoas têm uma crença

Uma recente pesquisa descobriu que a visão de uma população a respeito de Deus, perdão e punição pode interferir nas taxas de criminalidade naquela região. Aparentemente, quando a maioria da população da sua área acredita no inferno ou algum tipo de punição na vida após a morte, as ruas ficarão um pouco mais seguras. Para os cientistas, esse comportamento está relacionado à punição sobrenatural. Essa que tem mais efeito na regulação do comportamento moral do que uma punição humana. Afinal de contas, Deus pode ver tudo o que você faz de errado o tempo todo, enquanto nenhum humano seria capaz de fazer o mesmo.

5 - Poluição do ar pode aumentar a criminalidade

Pelo visto a poluição pode trazer mais problemas do que destruir o nosso meio ambiente. Aparentemente, a poluição do ar afeta o humor das pessoas, talvez o suficiente para torná-las mais violentas. Uma pesquisa, realizada em 2016, mediu a variação da poluição nas cidades de Los Angeles e Chicago. Os resultados mostram que, quando a poluição era mais evidente, os crimes violentos aumentavam.

6 - Países com maior desigualdade têm as maiores taxas de violência

Onde você acha que teria maiores índices de violência. Em um país onde a média salarial é de US$ 3 mil por habitante ou um lugar miserável, onde se gera 65 vezes menos riqueza e existe renda por habitante abaixo de US$ 500? Se você disser o país mais pobre estará errado. O Brasil é o primeiro país do exemplo. A taxa de homicídios por ano é 10 vezes maior do que em Gana, um país muito mais pobre. Especialistas acreditam que a causa da criminalidade não esteja relacionada somente à pobreza. A principal causa estaria relacionada com a desigualdade entre ricos e pobres em um mesmo lugar.

7 - Pobreza não é a principal causa da criminalidade

Pery Shikida, é pós-doutor em Economia pela Universidade do Oeste do Paraná, e estuda organizações criminosas há 19 anos. Segundo ele, a pobreza não é o principal fator que leva as pessoas a entrarem para o mundo do crime. Na sua pesquisa, onde entrevistou 131 detentos. A pobreza foi listada como o último item citado pelos criminosos quando questionados sobre as suas motivações para infringir as leis. Em primeiro lugar, estava status sociais e depois o ganho financeiro.

E para você, qual foi a estatística mais peculiar na sua opinião? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.


Próxima Matéria
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest