• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 evidências que indicam que uma pessoa não é confiável

POR Júlia Marreto    EM Entretenimento      22/09/16 às 16h48

Vejamos, para que uma pessoa tenha sucesso em suas mentiras ela precisa dominar algumas características que, nem todo mundo, tem sucesso ao tentar. Como por exemplo, a arte de manipular, são pessoas que não possuem escrúpulos e não sentem culpa.

Além disso, precisam ser ótimos atores, isso porque precisam saber controlar suas emoções, encenando o tempo todo, quase convencendo a si mesma de que a mentira é uma verdade. Outro ponto é o de ter uma excelente retórica. A aparência também conta muito, isso porque pessoas com boa aparência e poder de persuasão de fala passam muito mais confiança. Ser uma pessoa confiante.

Quem mente precisa ser muito confiante daquilo que diz e não tem medo de serem desmascaradas. Claramente, para ser um bom mentiroso, essas não são as únicas características que uma pessoa precisa ter para alcançar o título de bom mentiroso.

Um fato interessante é o do filme O Primeiro Mentiroso (The Invetion of Lying), apesar de não apresentar as características de um mentiroso no mundo em que vivemos, ele conta a história de um lugar onde não existe mentiras, todos são sempre, sempre!, muito sinceros. Ao contrário do seriado "Minta para mim" (Lie to me) que conta a história de um cientista/pesquisador especializado em desmascarar mentiras.

É importante lembrarmos que não temos o intuito de criticar, julgar, muito menos impor verdades absolutas. Nosso objetivo é único e exclusivo de entreter. Por isso, o conteúdo dessa matéria se destina a aqueles que se interessarem e/ou identificarem. Sendo assim, a redação da Fatos Desconhecidos selecionou uma listinha com 7 evidências que indicam que uma pessoa não é confiável.

As informações a baixo foram retiradas de uma entrevista com os especialistas Wanderson Castilho, professor e do Behavior Analysis Training Institute e Jairo Mancilha, psiquiatra e diretor do Instituto de Neurolinguística Aplicada (INAP), para a página mulher.terra.

1 - Desviam o olhar ou olham fixamente

01

Por mais que pareça contraditório, as pessoas que mentem com muita frequência tendem a ter dificuldade de olhar nos olhos da pessoa com a qual está conversando. Agora, se essa pessoa sabe que desviar demais o olhar pode ser um sinal de que está mentindo, ela irá alterar sua postura e irá fixar seu olhar. De acordo com Wanderson Castilho: "Pessoas verdadeiras tentam transmitir a verdade, as mentirosas precisam convencer o outro a acreditar na história criada".

2 - Pessoas que mentem costumar piscar de maneira mais longa

02

Ainda de acordo com Castilho, as pessoas que mentem piscam de maneira mais longa. Isso acontece como um reflexo involuntário do organismo, se trata de uma "atitude de recusa" do cérebro em relação ao que está sendo dito.

3 - Existe diferenciação na voz da pessoa

03

Assim, segundo Jairo Mancilha, psiquiatra e diretor do Instituto de Neurolinguística Aplicada (INAP): "O tom da voz perde a congruência, a voz não fica firme, pode ficar trêmula, cortada e sem fluidez".

4 - As mãos também dizem muito

04

Normalmente, quando uma pessoa está mentindo, sua pressão tende a cair, isso faz com que suas áreas periféricas fiquem mais geladas, como mãos e pés. Para Mancilha, além disso, também pode ocorrer mãos trêmulas e/ou agitadas.

5 - Excesso de pausas na fala

05

Esse é um indicador de que o cérebro está tentando criar as informações que serão ditas logo a seguir. Segundo Castilho: "A conversa está fluindo, de repente, um assunto faz a pessoa que está falando iniciar uma série de pausas na fala."

6 - Direita e esquerda

06

Ainda sobre o olhar, Wanderson Castilho fala que o lado esquerdo do cérebro é responsável pela criatividade, enquanto o lado direito é responsável pela memória. Isso quer dizer que quando uma pessoa está falando e olha para o lado direito, ela está se lembrando, enquanto quando olha para o lado esquerdo está criando.

7 - É comum a pessoa se coçar com diz uma mentira

07

Pode parecer estranho, mas como foi dito anteriormente, o cérebro emite reflexos em relação à mentira contada, demonstrando com o corpo o que o cérebro não concorda. Alguns gestos podem ser levar a mão à boca, ouvidos e cabeça. Castilho explica que: "É como se o cérebro transmitisse 'eu não quero falar isso', então a mão vai à boca; 'eu não quero ouvir isso', a mão passa pela orelha; ou 'eu não concordo com isso', e a pessoa coça a cabeça".

Pessoal, essas são apenas algumas evidências de que uma pessoa não é confiável, que você pode reparar nas pessoas com quem interage. Encontraram algum erro na matéria? Ficaram com alguma dúvida? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

Próxima Matéria
Júlia Marreto
É a dona de um coração esculpido pela literatura e preenchido pelos bons vinhos de Baco. Guiada nas artes da vida por Ares, possui a discreta delicadeza de um elefante pulando carnaval numa loja de cristais! Movida diariamente pelo combustível da vida: o café, essa garota possui raízes profundas na poesia da vida. É muito séria, mas sabe brincar na hora certa. Ama os animais e detesta filme de terror. Apesar de cantar mal, canta com sentimento. E adora musicais! Sua principal tentativa desportiva é o baralho. Ela gosta mesmo é de coisas antigas, apaixonada pela vida e sonha com o universo. Instagram: , @juliamarreto
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+