icone menu logo logo-fatosnerd.png


7 fatos bizarros que você não sabia sobre o corpo do Venom

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      07/08/18 às 16h45
capa do post 7 fatos bizarros que você não sabia sobre o corpo do Venom

Venom se tornou um dos vilões mais conhecidos do universo Homem-Aranha. Embora não seja o mais forte e nem o mais inteligente entre eles, o simbionte já causou muito estrago na vida do herói. O Klyntar possui uma história de vida bem interessante, e sua aventura começa muito antes de chegar à Terra. Do encontro com seu primeiro hospedeiro, Peter Parker, à união com Eddie Brock, todas essas fases, de uma forma ou de outra, marcaram o personagem.

Apesar de ser bem famoso, algumas pessoas ainda acreditam que ele seja apenas uma versão sombria do Homem-Aranha. Venom é mais do que um mero reflexo do Cabeça de Teia. Na verdade, a forma como ele se comporta e mesmo sua versão das teias, fazem parte de suas habilidades. O simbionte é capaz de copiar os poderes de seus hospedeiros, assim como adquirir todas suas lembranças. A seguir, confira mais do que o corpo de Venom é apto a fazer.

1 - Pode navegar na internet

Num mundo cada vez mais tecnológico, qualquer ajuda é bem-vinda, e essa talvez seja a habilidade mais bizarra do Venom. A ideia surgiu em Spider-Man and Venom: Maximum Carnage SNES, game de 1994. A Marvel gostou tanto do conceito que resolveu levar o novo poder do simbionte para os quadrinhos. Por isso, em Carnage Unleashed, podemos ver o Carnificina enlouquecer ao navegar pela internet. Para tudo ficar ainda mais interessante, Venom faz seu próprio upload para o mundo digital e, dessa forma, proporciona uma espécie de batalha virtual entre os personagens. Lembrando que a história foi publicada no final dos anos 1990, época na qual a internet era muito diferente da atual.

2 - Presas venenosas

Um dos aspectos mais marcantes no visual do Venom é seu adorável sorriso. No entanto, seus dentes alongados não estão ali apenas por complemento. Suas presas cheias de veneno, em conjunto com sua enorme língua, lhe concedem uma aparência monstruosa. Vale lembrar que Eddie Brock escolheu essa imagem para se distanciar da figura do Homem-Aranha. Suas presas são praticamente indestrutíveis e de grande ajuda na luta contra qualquer adversário. O nome Venom, originalmente, significa veneno.

3 - Sua vulnerabilidade

De certa forma, muitos heróis e vilões encontram a sua fraqueza em alguma coisa incomum. A de Superman está numa pedra, a do Caçador de Marte no fogo e a de Venom, nas ondas sonoras e de calor. O simbionte não aguenta ser exposto a altas temperaturas e nem a intensas ondas de choque. Mesmo assim, embora sinta dor e grande incômodo, as técnicas podem não funcionar para separar o parasita do hospedeiro. Funcionou com Peter Parker. Ele conseguiu se livrar de Venom com o auxílio dos badalos do sino de uma igreja.

4 - Consciência coletiva

Venom não ficou de posse de nenhum anel por cinco séculos para falar na terceira pessoa do plural. Ele adquiriu essa peculiaridade porque os Klyntar têm suas mentes conectadas. Em Justiça Jovem, todas as vezes que a equipe sai em missão, Miss Marte interliga o consciente de todos para que, assim, possam se comunicar independente de aparelhos. O mesmo ocorre com os simbiontes. Eles fazem parte de uma mente coletiva. Ao ser corrompido, Venom foi expulso dessa conexão, mas não deixou de ser afetado por ela. Uma técnica que, inclusive, ele compartilha com seus hospedeiros.

5 - Memória genética

Não importa quantas pessoas Venom use como hospedeiro, ele sempre carregará consigo as memórias adquiridas no tempo que passou em conjunto. É por causa dessa habilidade que Eddie Brock descobre a identidade do Homem-Aranha, já que Venom se juntou a Peter antes de se unir a Brock. Além de ter acesso à memória do próprio hospedeiro, o personagem tende a usar a habilidade para manipular e controlar suas vítimas.

6 - Manipulação da massa corporal

O simbionte é capaz de produzir substâncias ilimitadas e, por isso, pode alterar sua massa corporal à vontade. Ele consegue se adaptar a qualquer tamanho, da mesma forma que consegue estender seus membros, normalmente usados em forma de tentáculos. Como não há limites, Venom pode ficar tão grande quando Hulk (maior até) ou do tamanho médio de um homem.

7 - Curandeiro

A vantagem de ter Venom como parasita é de nunca mais se preocupar em adoecer. Uma vez unido ao hospedeiro, o simbionte precisa mantê-lo vivo para usufruir de seu corpo. Sendo assim, qualquer doença que a pessoa tenha ou danos sofridos posteriormente são curados pelo parasita. Quando Venom se une a Eddie Brock, ele cura o câncer do jornalista. No entanto, importante lembrar que o simbionte sempre está à procura de um hospedeiro mais forte. Assim, caso ele abandone Brock, o câncer voltaria a atacá-lo.


Próxima Matéria
Via   SR  
avatar Gabi Noronha
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest