icone menu logo logo-fatosnerd.png


7 fatos bizarros sobre o Batman que preferimos ignorar

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      04/01/18 às 17h12
capa do post 7 fatos bizarros sobre o Batman que preferimos ignorar

Batman é um dos heróis mais conhecidos do mundo, o melhor detetive que existe, e mestre em quase todos os tipos de artes marciais. Apesar de ser uma pessoa mais séria e bem na sua, Bruce Wayne faz muito sucesso entre os deuses. Ele é aquele personagem que não é conhecido por seus superpoderes, mas justamente pela falta deles.

O herói é um dos mais respeitados e admirados no meio das histórias em quadrinhos. Contudo, com mais de sete décadas de aventura, Batman tem alguns pontos em seu passado que muitos fãs preferem nem lembrar. No entanto, recordar é viver! Por isso, listamos certos detalhes na história do Cavaleiro das Trevas que podem não ser de agrado geral.

1 - Bateu em sua noiva

Na minissérie Batman: The Widening Gyre (escrita por Kevin Smith, Walter Flanagan e Art Thibert), Bruce reata o relacionamento com Silver St. Cloud, sua antiga amante. Contudo, o personagem passou a ser uma pessoa totalmente diferente, em especial nas mudanças de humor. No entanto, Bruce entrou em paranoia e começou a desconfiar que Silver não era uma humana. Ao invés de fazer suas discretas investigações, ele parte para a violência na tentativa de verificar sua teoria.

2 - Deixou um vilão para morrer

Com o passar do tempo, o Cavaleiro das Trevas abandona as armas e desenvolve senso moral e justo, mas isso não significa que, ocasionalmente, ele não tenha sangue em suas mãos. O vilão KGBesta (KGBeast no original) se tornou um vilão, digamos, querido pelos fãs nos anos 80, graças ao trocadilho de seu nome. Sua primeira aparição termina em um dos atos mais cruéis de Batman.

Em Batman #420, o herói persegue KGBesta através dos esgotos de Gotham até encurrala-lo em uma sala vazia. Quando o vilão percebe a situação, ele chama o homem morcego para lutar, na qual Batman recusa respondendo: "Porque deveria?" e então fecha a porta. Ele não apenas prende o vilão lá dentro, como se certifica de bloquear a saída com pedaços de madeira, tornando impossível a libertação de KGBesta.

3 - Abandonou Gotham City

Em Batman: Cataclysm, a cidade de Gotham é devastada por um forte terremoto. O local ficou tão destruído que o governo dos Estados Unidos decidiu que não valeria a pena ajudar a cidade. Assim, a União declarou que Gotham ficaria à parte do país, explodindo as pontes de acesso ao lugar. O caos no local muito pior que o normal e apenas depois de algum tempo que Batman resolveu agir. Ele se reuniu com a equipe de polícia para dar um jeito na situação. Depois, por alguma razão desconhecida, Bruce Wayne teve de deixar a cidade devido a uma intimação do governo. O problema foi que ele levou Batman junto. Ele realmente abandou Gotham e só retornou após meses.

4 - Condenou um inimigo a eterna tortura

Batman não é um santo, mas também não é conhecido por ser perverso. O herói representa a justiça e procura tratar seus inimigos com ela. Porém, quando ele enfrentou Lord Death Man em Batman Inc., de Grant Morrison, o Cavaleiro de Gotham não mostrou misericórdia. Na história, o vilão era imortal, então, como punição, o herói lançou Death Man no espaço. Assim, ele viveria a eternidade flutuando em um abismo.

5 - Ressuscitou seu maior inimigo

Uma coisa é certa, só porque o Batman faz coisas terríveis, não significa que ele goste. Em Legends of the Dark Knight #145, o morcegão encontra seu arqui-inimigo, Coringa, morto em um poço secreto de Ra's al Ghul. Quando Alfred estava prestes a comemorar, Batman explica que não é assim tão fácil. O Coringa é o único que sabia os planos de Ra's e, se herói quisesse derrotar a Liga dos Assassinos, precisaria dele vivo. Por isso, Batman mergulha o Coringa no Poço de Lázaro, revivendo o palhaço assassino.

Contudo, há uma reviravolta. Enquanto a maioria das pessoas saem do Poço de Lázaro insanas, o Coringa volta totalmente são. Sentindo remorso pelo seu passado sombrio, o palhaço ajuda Batman a derrotar Ra's al Ghul. A sanidade do Coringa não dura muito, ou seja, todas as mortes a partir desse ponto estão nas mãos do Batman. Tudo bem, ele salvou o mundo, mas é difícil imaginar que não existiria outro jeito, afinal, Batman, oficialmente, é o melhor detetive do mundo.

6 - Desenvolveu a kryptonita vermelha

Em Torre de Babel foi revelado que Batman tinha um plano de contingência para cada membro da Liga da Justiça. Por mais que Superman seja seu amigo, Bruce não o excluiu da lista. Ele não planejava destruir o Homem de Aço, por isso ele desenvolveu uma kryptonita vermelha artificial, que se mostrou tão dolorosa quanto a verde. A pedra permitiu que o corpo de Superman absorvesse mais radiação solar que ele era capaz de aguentar.

7 - Fazer Robin comer ratos vivos

Zoeiras a parte, Batman e Robin são considerados uma das melhores duplas de heróis. Especialmente quando o Robin é Dick Grayson. No entanto, nem sempre a relação de ambos foi feliz. Em All-Star Batman & Robin, o Homem Morcego isola seu aprendiz na batcaverna e o faz comer ratos vivos para sobreviver. Tudo isso como parte de um doentio treinamento traumático. Batman fez o mesmo na época que começou a treinar e, assim, pensou que seria uma boa Dick passar pela mesma "experiência".

Lembra de mais algum momento pelo qual Batman tenha passado que talvez seja melhor esquecer? Então não deixe de comentar com a gente!


Próxima Matéria
Via   SR     MP     CBR     CBR  
Imagens IR1 DCC CBR CBR MP CT
avatar Gabi Noronha
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest