• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 "fatos" históricos que você aprendeu na escola, mas simplesmente não são verdade

POR Karen Batista    EM História      06/05/16 às 18h35

Pois bem, todo mundo gostando ou não, estudou história durante a sua vida. Porém, para a surpresa geral da nação, muitas das coisas que nos contaram em sala de aula, e outras que simplesmente foram má interpretadas por nós estão completamente erradas.

Pensando exatamente nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos, preparamos uma lista com 7 verdades da história que todo mundo precisa saber, porque na realidade, sempre soube errado!

Lembrando vocês que essa não é a primeira vez que falamos sobre esse assunto aqui na página, como vocês podem relembrar ou conferir clicando aqui e descobrindo mais 7 fatos históricos que você não foi autorizado a aprender na escola. 

Agora sim, confira!

1- Cristóvão Colombo não descobriu todo o continente americano, ele encontrou as ilhas das Caraíbas e posteriormente outros lugares isolados

01

Todo mundo sempre escutou na escola o fato de Cristóvão ter descoberto a América, e a afirmação não está errada, o grande problema, é que ao repassarmos essa informação, muitas pessoas acabam entendendo ou até mesmo deduzindo que Cristóvão chegou a encontrar todos os demais países que integram esse continente, mas na realidade, nem mesmo nos Estados Unidos da América o navegador italiano chegou. Entre os lugares da América visitados e descobertos por ele, temos Cuba, Jamaica, Santo Domingo, Martinica, Guadalupe, Venezuela e México.

2- Cleópatra não era egípcia, na realidade ela era de origem grega

02

Diferentemente do que muitos acreditam, Cleópatra, que se imortalizou por ter ocupado o cargo de faraó do Egito, não era de fato egípcia. Na realidade ela possuía origem macedônica e grega, e foi a primeira de sua família a aprender a língua egípcia.

3- Napoleão Bonaparte não era tão baixinho quanto nos falam os professores de história

03

Apesar de todas as suas conquistas, Napoleão em muitas ocasiões, foi lembrado ou mencionado em nossas aulas de história, por ser supostamente muito baixinho. E tudo bem, que ele realmente não era assim, tão alto, medindo nada mais e nada menos do que 1,69, mas a realidade é que mesmo assim, ele ainda se encontrava acima da média da altura dos francesas de sua época. E é por isso, que "caçoa-lo" por isso, pode ser uma verdadeira injustiça.

4- A cena abaixo nunca aconteceu

04

Sempre que estudamos história do Brasil, nos deparamos com essa bela imagem que ilustra o momento do "grito" de independência do nosso tão amado país. Mas na realidade, nada disso realmente aconteceu, e a obra que conhecemos, chamada "O grito do Ipiranga" produzida por Pedro Américo foi feita 66 anos após o fato ocorrido, e foi também uma encomenda de Dom Pedro 2°. Além disso, a cena real não foi nada heroica, visto que Dom Pedro 1° proclamou a independência do Brasil de cima de um animal de carga, vestido desmazeladamente e com uma intensa dor de barriga!

5- Os Vikings não usavam capacetes com chifres, esse detalhe foi criado por uma ópera do século 19

05

Tudo bem, que o seu professor pode não ter falado nada a respeito. Mas de um modo geral sempre que pensamos nos povos Vikings, já relacionamos a sua imagem aos famosos capacetes com chifres, porém esse item não passa de uma alegoria, que se consagrou graças a um equívoco da ópera de Richard Wagner, chamada "Der Ring de Nibelungen", do ano de 1786.

6- Os europeus não invadiram a África e sequestraram os negros escravizados

06

Esse fato não diminui ou bani qualquer culpa que essas pessoas tiveram no processo de escravização de seres humanos. Até porque, sem dúvida alguma eles também chegaram a sequestrar algumas pessoas. Mas a grande maioria dos negros escravizados eram capturados e vendidos por tribos inimigas, que entravam em conflitos, venciam o confronto e os mentiam detidos, para o trabalho ou a venda.

7- Tiradentes não possuía cabelos e barba longa

Palacio Pedro Ernesto

Diferentemente da sua imagem retratada nas obras, Tiradentes não usava os fios longos, visto que o próprio exército português, não permitia e frequentemente aparavam seus cabelos e barba para evitar a proliferação de piolhos. Além disso, no dia de sua execução ele estava completamente careca e sem barba, visto que qualquer fio comprido, poderia atrapalhar a ação da corda que o enforcou.

E então queridos leitores da Fatos, vocês já conheciam algum desses fatos históricos? Caso a sua resposta seja um não, qual deles mais te surpreendeu? Conta pra gente aqui em baixo, nos comentários.

Próxima Matéria
Karen Batista
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+