7 fatos inacreditáveis sobre os maiores monumentos do mundo

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      26/04/19 às 16h13
foto de destaque

Um monumento é uma obra arquitetônica ou escultural destinada a transmitir ou perpetuar para a posteridade a lembrança de uma grande acontecimento. Um monumento histórico é o nome dado, em alguns países, a locais, objetos, construções, representações artísticas que possuem importância nacional, histórica, artísticas e/ou arquitetônica.

O título monumento histórico se trata de um estatuto jurídico, para preservá-lo. A idade desses monumentos varia de acordo com o ritmo da história, como por exemplo, temos o Taj Mahal, as pirâmides egípcias, o Cristo Redentor, entre tantos outros. E vários monumentos são símbolos icônicos do passado. Além de serem lugares para os visitantes das cidades irem. E por mais conhecidos que eles possam ser existem coisas que nem todos sabem sobre eles. E falamos aqui algumas dessas coisas.

1 - Torre dos Corvos de Londres

Esse marco de Londres foi construído por Guilherme, o Conquistador, em 1078. Ele queria que ele fosse uma residência real. Mas entre 1100 e 1952, ele serviu como uma prisão e abrigou alguns dos criminosos mais notórios do país. Atualmente, o castelo está aberto ao público. Quem visita o lugar, pode ver as celas das prisões e as joias da coroa.

O que muitos não sabem é que o castelo é protegido por seis corvos. E segundo a superstição, se os corvos saíssem da torre, o reino cairia. E hoje em dia, sete corvos guardam o castelo.

2 - Rachadura do Sino da Liberdade

Esse sino também é conhecido como State House Bell. O sino foi encomendado em 1751, pela Whitechapel Foundry, em Londres. Mas o sino tinha rachado no primeiro teste. E depois disso, os metalúrgicos locais John Stow e John Pass, derreteram o sino original para lançar a versão que conhecemos hoje.

E depois de 90 anos de uso, o Sino teve uma estreita divisão no começo da década de 1840. Os metalúrgicos optaram por parar a perfuração e ampliar a fenda para evitar mais danos e restaurar o tom do sino. Mas essa tentativa levou ao desenvolvimento de uma segunda fissura. E isso silenciou o sino.

3 - Cor da Estátua da Liberdade

Essa estátua foi um presente da França para os Estados Unidos, dado em 1886. Com certeza, ela é um dos marcos mais emblemáticos do planeta. Ela é visitada por mais de quatro milhões de turistas todos os anos.

Mas a cor desse monumento não era originalmente verde. Quando ela foi erguida, sua cor era cobre. Mas com uma combinação de chuva, oxigênio e maresia aconteceu de a estátua ficar refém da oxidação. E a estátua ficou amarronzada antes de ter a cor que conhecemos hoje.

4 - Paternon

Segundo alguns arqueólogos, as construções que vemos hoje em Atenas foram bastante diferentes em sua primeira construção. O Paternon, por exemplo, acredita-se que tinha várias cores de tinta.

Alguns testes feitos pelo arqueólogo grego e engenheiro químico, Evi Papakonstantinou, mostraram que o monumento tinha tons brilhantes de azul, vermelho e verde. Eles foram descobertos depois de uma limpeza a laser do monumento. E o que o desbotou foram as erosões climáticas.

5 - A chaminé da Tower Bridge

Essa ponte suspensa em Londres foi construída entre 1886 e 1894. Ela é uma passagem do rio Tâmisa até a Torre de Londres. Nela se tem uma vista da capital maravilhosa. E o curioso é que se repararmos, na ponte, existe uma chaminé. Ela é pintada no mesmo tom de azul dos postes da ponte.

6 - Cápsula do tempo no Arco do Gateway

Esse monumento chama atenção dos moradores e turistas de Saint Louis, Missouri, por mais de 50 anos. Ele é o arco mais alto do mundo e também o monumento mais alto dos EUA. E esse arco tem uma surpresa a mais. No topo dele, existe uma cápsula do tempo que foi colocada lá em outubro de 1965.

Teoricamente, ela tem 762 mil assinaturas, sendo a maioria delas de alunos que frequentavam as escolas da cidade na época. Ela é soldada permanentemente dentro do arco. E provavelmente não será aberta enquanto o monumento estiver de pé.

7 - Caverna no Lincoln Memorial

Uma porta, que quase não dá para ver no memorial, tem escadas que levam o turista a uma sala subterrânea cheia de pichações, poeiras e detritos. O que se supõe é que os trabalhadores que construíram o memorial vandalizaram as paredes. E até mesmo o National Park Service disse que eles são grafites históricos.

Entre os desenhos mais famosos, estão o de uma mulher fumando um cigarro, um homem de cartola e um cachorro abanando o rabo. Além de terem os desenhos de cunho pornográficos.


Ei Fatos, não deixe de conferir:

2 SINAIS QUE FALTAM PARA JESUS VOLTAR - E SE FOR VERDADE

Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.

Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+