• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 fatos inusitados sobre crocodilianos

POR Jesus Galvão    EM Mundo Animal      30/09/19 às 16h00

Os crocodilianos são um grupo de répteis, constituído por caimans, crocodilos e jacarés. Apesar dos muitos estudos sobre esses animais, muito sobre eles ainda permanece como um verdadeiro mistério para a ciência. Alguns insetos amam beber as lágrimas dos crocodilos e o sangue deles, por exemplo, pode ajudar nossos cientistas a descobrirem uma forma de derrotar o vírus do HIV.

Além do mais, você sabia que algumas espécies de crocodilos conseguem subir em árvores? Ou que, além de nadar, eles também curtem relaxar flutuando sobre as águas, utilizando aqueles macarrões de piscina? Pensando nisso, hoje, preparamos uma lista com alguns fatos e curiosidades inusitados sobre os crocodilianos. Em síntese, são coisas que vocês podem não conhecer. Confira!

1 - Batismo sangrento

Em 2018, uma congregação religiosa na Etiópia decidiu realizar uma cerimônia de batismo, no segundo maior lago do país, o Abaya. Cerca de 80 pessoas se dirigiram até o local, para o rito. Entretanto, apenas uma pessoa foi batizada naquele dia. Isso porque, debaixo das turvas águas do lago, habitava uma grande e faminta população de crocodilos. Os peixes no lago estão desaparecendo, o que torna qualquer pessoa ou animal, que entre ali, uma presa.

Quando estava prestes a batizar uma segunda pessoa, o vigário, Docho Eshete, foi atacado por um dos répteis. Algumas pessoas interviram para tentar soltar o homem, antes que o crocodilo o levasse para o fundo do lago. Porém, quando eles conseguiram, já era tarde demais e Eshete acabou morrendo.

2 - Borboletas bebem suas lágrimas

Em 2013, enquanto navegavam pelas águas de um rio em Puerto Viejo, na Costa Rica, uma equipe conseguiu fotografar algumas borboletas sobre os olhos de crocodilos. Aparentemente, os insetos estavam bebendo as lágrimas dos olhos deles. Posteriormente, a equipe realizou uma pesquisa pra descobrir o que, de fato, estava ocorrendo.

Foi então, que eles descobriram que, em 2012, cientistas documentaram que abelhas e borboletas estavam bebendo lágrimas de tartarugas. A questão é que o sódio é fundamental para o metabolismo de alguns insetos. Portanto, muito provavelmente, tanto as abelhas quanto as borboletas, estavam se aproveitando das lágrimas dos crocodilos, como fonte de sobrevivência.

3 - Eles escalam árvores

Apesar de não parecer algo muito comum, a verdade é que crocodilos conseguem se empoleirar em árvores. Quatro espécies de crocodilos, que conseguem subir em árvores, foram identificados em três continentes. No Mississippi, um dos 50 estados dos Estados Unidos, um jacaré norte americano foi fotografado em um galho, a cerca de 2 metros de altura, sobre o Rio das Pérolas.

4 - Guardas

Em 2015, na Indonésia, guardas foram substituídos  por crocodilos. Isso mesmo que vocês estão lendo, caros leitores. Isso aconteceu devido aos presos subornarem os guardas, com dinheiro ou drogas, o que acabava fazendo com que muitos acabassem fugindo.

No país, as leis de narcóticos condenam pessoas que cometem crimes, como o tráfico de drogas, à pena de morte. Portanto, o chefe da agência de combate às drogas, na Indonésia, deseja criar uma prisão em uma ilha, para pessoas condenadas à morte. Porém, ao invés de funcionários humanos, tanto a ilha quanto a prisão, seriam vigiadas por crocodilos.

5 - Meio albino

Há algum tempo, em meio às águas do Rio Adelaide, na Austrália, surgiu um raro crocodilo meio albino. Grande parte de seu corpo era constituído de uma cor escura, enquanto sua cabeça apresentava hipomelanismo. Ou seja, ele tinha uma cabeça de cor amarela, resultado de níveis anormalmente baixos de pigmento. Poucos crocodilos albinos conseguem sobreviver até a idade adulta. Isso porque seus corpos não conseguem camuflar-se como os demais.

6 - O caso do macarrão de piscina

Em 2018, Victor Perez descansava na varanda de sua casa, em Key Largo, na Florida, quando percebeu algo inusitado flutuando, em um canal nas redondezas. Ao se aproximar, ele percebeu que se tratava de um daqueles macarrões de piscina, que as pessoas utilizam.

Porém, quem o utilizava o objeto não era um humano, mas sim um crocodilo. O animal, aparentemente, estava descansando sobre o objeto enquanto seu corpo flutuava à deriva no canal. Não ficou claro como o equipamento de natação acabou indo parar com o réptil.

7 - Supressores do HIV

Em 2019, um novo estudo mostrou algo muito interessante sobre crocodilos. De acordo com pesquisadores, a chave para curar a resistência ao HIV e a antibióticos pode ser o sangue de crocodilos. Isso porque estes répteis causam muitos ferimentos graves uns aos outros, e, apesar de viverem em águas contaminadas, eles ainda conseguem se curar.

Os cientistas então investigaram tal resistência e, para isso, foram coletadas algumas amostras do sangue. As amostras serviram para a criação de um soro. Um outro tipo de soro foi feito, a partir do sangue humano. Ambos foram expostos a 23 cepas bacterianas. O soro humano conseguiu resistir a oito delas. Já o soro dos crocodilos conseguiu resistir a todas elas.

Além do mais, elas diminuíram significativamente o HIV, no sangue humano. Do mesmo modo ocorreu quando células humanas foram infectadas com o HIV. Ou seja, enquanto o sangue dos répteis estava presente, a infecção foi suprimida. Tal descoberta pode ajudar nossos cientistas a desvendarem como o HIV interfere no sistema imunológico e, assim, descobrirem como derrotar esse vírus.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+