• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 fatos sobre o Apocalipse Bíblico que você não sabia

POR Isabela Araujo    EM Curiosidades      16/07/18 às 17h04

O livro do Apocalipse, também conhecido como Apocalipse de João, está presente no Novo Testamento. O livro relata acontecimentos sobre o fim dos tempos relatados pelo apóstolo João. As revelações do livro falam sobre os últimos tempos, o futuro das igrejas, a segunda vinda de Jesus, o juízo final e eternidade no céu.

De acordo com estudiosos, há muitos controversas acerca do Apocalipse. Algumas datas, representações e significados são temas até hoje discutidos. Apesar do livro ser bastante conhecido, existem algumas curiosidades a respeito do "livro da revelação". Veja algumas delas.

1 -  O Apocalipse é o último livro do Novo Testamento

Embora a data do livro seja ainda um mistério, o Apocalipse é o último livro da Bíblia.

2 - Os quatro animais (leão, bezerro, homem e águia) citados no livro representam as diferentes fases do homem encarnado

Os animais citados no Apocalipse representam as diferentes fases do homem encarnado. O leão simboliza o pai, aquele que gera o filho, que por sua vez é o bezerro. Esse, ao crescer se torna um "animal com rosto de homem" e por fim, na velhice, após a desencarnação, ele se torna uma águia que estará pronta para voar.

3 - A fera de sete cabeças do capítulo 13 representa o Império Romano

A besta do apocalipse e suas sete cabeças é uma imagem famosa do livro. O nome de uma blasfêmia está escrito em cada uma das suas cabeças. A besta representa Roma, e suas cabeças os sete imperadores que a Roma antiga havia tido naquele tempo. Já os nomes de blasfêmias, simbolizam a tendência dos imperadores romanos de se chamarem de deuses.

4 -  O livro tem diversas influências em livros, cinema e música

Alguns filmes fazem referência ao livro como O Sétimo Selo (1957), Fim dos Dias (1999), Filhos da Esperança (2006) e É o Fim (2013). Na literatura, livros como a série Deixados para Trás (1995), O Nome da Rosa (1980) e Revelação também se inspiraram no episódio bíblico. Alguns músicos também foram influenciados pelo tema. A banda Iron Maiden batizou seu disco de 1982 de The Number of the Beast (O número da besta), e um álbum da banda Muse, Black Holes and Revelations, traz os Cavaleiros do Apocalipse na capa.

5 - A data do fim do mundo

De acordo com alguns católicos, já era pro Apocalipse ter se concretizado. O teórico Mathieu Jean-Marc Joseph Rodrigue se baseou na Bíblia para reforçar a sua teoria de que o mundo acabaria dia 24 de junho de 2018. Segundo ele, a previsão está implícita numa passagem da bíblia que diz: "a ele foi-lhe dada autoridade para agir por 42 meses".

6 - O "número da besta" ainda é um mistério

Segundo alguns estudiosos, João usava códigos e símbolos para alertar os cristãos sobre a adoração ao imperador de Roma, Nero Cesar. Esse era uma figura muito odiada pelos cristãos. O nome Nero Cesar no alfabeto hebraico tem a seguinte equação: 200+60+100+50+6+200+50=666. O fato é que ainda não há relatos sobre o verdadeiro significado do número. O que se sabe é que durante a Antiguidade, era bem comum usar números para disfarçar um nome. Nos alfabetos grego e hebraico, toda letra tem um número correspondente, ou seja, cada nome possuía um código numérico. Por isso, é possível considerar a hipótese.

7 - A batalha de Armagedom representa uma luta entre o bem e o mal

Segundo alguns estudiosos, "ar" (ou "har") significa monte em hebraico, e "magedom" (ou "magedo") equivale a Megido. Na época de João, o "Megido" era um sangrento campo de batalha que abrigava uma das legiões mais cruéis de Roma. Portanto, a batalha do Armagedom representa uma luta entre o bem o mal (Deus e Satã) durante o Apocalipse.

Próxima Matéria
Imagens
Isabela Araujo
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+