• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 fetiches japoneses que são simplesmente ridículos

POR PH Mota    EM Curiosidades      18/05/16 às 17h01

O Japão sempre foi referência em inovações tecnológicas e futurísticas em todo o mundo. O que muita gente não sabe é que o país também desenvolve vários hábitos inovadores em outros campos, como o dos fetiches sexuais.

Acredita-se que os desejos bizarros seja reflexo de um momento de crise sentimental vivido pelos jovens do país. Estudos recentes apontaram que na faixa de 18 a 34 anos, 50% das mulheres e 60% dos homens estão solteiros.

Por conta do momento, aliado ao fato cultural dos problemas de comunicação e afetividade que os japoneses costumam ter, é natural que surjam alternativas e fetiches bizarros. Acompanhe alguns desses desejos compilados nessa lista.

Waifus

muneca3

Inspirados por grandes travesseiros de marinheiros holandeses, os japoneses criaram sua própria versão. Chamadas de 'waifus', em referência ao termo wife - esposa, em inglês -, os travesseiros evoluíram para as bonecas eróticas mais reais da atualidade. As bonecas são feitas de silicone e podem custar até 6 mil dólares. O fetiche com as bonecas é levado tão a sério que quando um usuário quer comprar uma nova, ou devolver a que possui, é realizado um funeral para a moça de mentira.

Peidos

dragon1_84

Culturalmente, as mulheres japoneses foram ensinadas a nunca peidar na frente de outras pessoas. Por causa da proibição, o hábito se tornou misterioso e intrigante para vários homens, que desenvolveram fetiche pela prática. Além do cheiro, os fetichistas amam o som alto produzido na emissão dos gases e até pedem que as mulheres peidem em seus rostos.

Dentes

04a

Um popular fetiche no Japão envolve a admiração por dentes e todas as atividades que os envolvem. Os fetichistas admiram imagens de pessoas comendo, escovando os dentes e usando fios dentais. Alguns mais radicais admiram até mesmo fotos de exames dentais e raios-x. Para o grupo admirador do Ha Daisuki - amor por dente, em tradução livre -, o ato mais erótico possível é mascar chicletes.

Imekura

710

Originado no Japão, esse fetiche se popularizou em outros lugares do mundo. Se trata de clubes, bares e bordeis que reproduzem ambientes temáticos. A decoração dos locais e os trajes das mulheres copia lugares como aviões, salas de aula ou metrôs. Lá, os fetichistas podem simular a realização de fantasias sexuais específicas e bizarras como agarrar mulheres em lugar públicos, tirar fotos por baixa de saias ou roubar calcinhas.

Corte de cabelo

Haircut_Fetish

Esse fetiche é similar ao de pessoas que amam dentes. Não necessariamente o fetiche envolve nudez ou atos sexuais, mas apenas a ação de cortes de cabelo ou de imagens que remetem ao fato são suficientes para o estímulo. É comum que atrizes usem perucas longas e gravem cenas cortando os cabelos falsos para o prazer dos fetichistas.

Bebigyaru

cl3-1362565299638

O termo bebigyaru é uma variação japonesa para 'baby girl'. O fetiche é exatamente o que o nome diz e inclui coisas como usar fraldas e chupetas ou beber em mamadeiras. As garotas se vestem e são tratadas como bebês pelos homem com essa tara, geralmente trabalhadores de meia idade que já não tem contato diário com pequenas crianças. E por causa dos hábitos de cosplay, os fetiches com fraldas tem se tornado cada vez mais populares no Japão.

Zettai Ryouiki

zettai_ryouiki_by_fanored-d6d644a

O fetiche mais popular do Japão envolve as coxas expostas, numa combinação de saias curtas com meias longas, acima do joelho. Nos filmes, séries e animes frequentemente as musas são retratadas com esse visual e provocam homens por todo o país. Acredita-se que a origem do fetiche seja da admiração por meninas em uniformes escolares.

Existem ainda uma série de hábitos estranhos originados no Japão que tem se tornado cada vez mais populares com a propagação de animes, mangás e seriados japoneses. Os costumes variam de fantasias a aparatos tecnológicos e tem dado vida a sonhos sexuais bizarros.

Próxima Matéria
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+