icone menu logo logo-fatosnerd.png


7 filmes da Disney e Pixar que foram acusados de plágio

POR Lucas Franco EM Fatos Nerd 17/09/15 às 20h58

capa do post 7 filmes da Disney e Pixar que foram acusados de plágio

Quando se trata de filmes de animação (pelo menos na America), é quase uma unanimidade que a união entre a Pixar e a Disney é a responsável pelos títulos que mais fazem sucesso. De Branca de Neve, lançado há (acredite) quase 80 anos, a Divertida Mente, de 2015, o estúdio possuí uma extensa galeria de grandes filmes que fazem parte do imaginário de muitas pessoas, de crianças e adultos.

O que você não sabia é que, apesar dos roteiros super elogiados, muitos deles já foram acusados de plágio. Sério mesmo, alguns deles até já tiveram de passar pelo grande infortúnio que incluí batalhas judiciais longas e complicados processos criativos.

Confira aqui alguns destes filmes que foram acusados, e veja se você concorda.

Toy Story e O Brinquedo de Natal

Em 1986, o criador dos Muppets, Jim Henson, lançou um especial de Natal chamado O Brinquedo de Natal. A história gira em torno de um conjunto de brinquedos que, quando seus donos não estão por perto, criam vida e interagem entre si. Como se não bastasse, o personagem principal é um boneco que busca, desesperadamente, recuperar a posição de "favorito" de uma criança. Lembrou de algo? Pois é, em 1995 a Pixar lançou o seu primeiro longa, que possuí uma história parecida. Toy Story teria se inspirado "de leve" no filme anterior, ou tudo não passou de uma coincidência?

Aladdin e O Cavaleiro das Arábias

Este é um caso mais complicado. Apesar de O Cavaleiro das Arábias ter demorado décadas para ser lançado (ele começou a ser produzido nos anos 60), o longa só foi lançado em 1993 - dois anos depois do clássico Aladdin. Isto facilitou bastante as coisas para a Disney, mas é inegável que o filme do estúdio possuí muitas semelhanças com o rival, desde a história até o visual dos personagens que, como você pode ver pela imagem, lembra bastante. As semelhanças são tantas que nem os pequenos detalhes ficam de fora, como o fato de o vilão do filme ter um pássaro como parceiro.

Monstros S.A. e Os Monstrinhos

Os processos contra a Pixar não param por aí. Nem mesmo Monstros S.A. escapou dos tribunais, ainda que a ideia de monstros assustarem crianças enquanto elas dormem não seja exatamente algo muito original. O estúdio responsável pelo filme Os Monstrinhos, de 1989, processou a Pixar logo após o lançamento de Monstros S.A. em 2001. De acordo com o processo, as evidências de que houve plágio não se limitam apenas a história, mas também se estendem ao fato de haver uma garotinha e até mesmo pelas cores dos personagens serem as mesmas. Pode isso?

Procurando Nemo e Pierrot Le Poisson Clown

A Pixar não teve muita dificuldade para vencer este. Assim que Procurando Nemo foi lançado, em 2003, o escritor francês Franck Le Calvez entrou com uma ação contra o estúdio. O motivo? Bom, segundo ele, o filme era um plágio de seu livro Pierrot Le Poisson Clown, que conta a história de um peixe palhaço que vive no mar. Só isso mesmo: as semelhanças acabam por aqui, e não havia motivo nenhum para que o filme fosse considerado uma cópia. Curiosamente, as vendas do livro cresceram.

Rei Leão e Kimba: o Leão Branco

Este caso, na verdade, se trata de um rumor. É verdade que existem muitas semelhanças entre ambas as produções, mas não há qualquer evidência comprovada de que realmente houve um processo. Kimba é um verdadeiro clássico no Japão; foi lançado como mangá na década de 50 (criação de Osamu Tezuka) e se tornou popular em 1965, quando se tornou um anime pelo estúdio Mushi. A história gira em torno de um leão branco que quer libertar os animais do medo dos homens. Rei Leão foi lançado em 1994 pela Disney. Entre as semelhanças, estão alguns personagens, como Daniel, que lembra muito Rafiki, e o vilão Bobo, que é bastante parecido com Scar.

Frozen e The Snowman

A história da Princesa Elsa e sua irmã Anna, de 2013, acabou se tornando a animação mais lucrativa da indústria cinematográfica. E, como não poderia deixar de ser, antes mesmo de seu lançamento já levantou polêmica. Isto porque, uma das cenas escolhidas para o primeiro trailer lembrou (e muito) o curta-metragem de 2009, The Snowman. Na cena, um boneco de neve deixa seu nariz cair, e é perseguido por um coelho: exatamente o que acontece em Frozen. Kelly Wilson, que produziu The Snowman, entrou com uma ação contra a Disney, mas nem sequer ganhou atenção da imprensa.

Disney se plagiando em Robin Hood

Após a morte de Walt Disney, em 1966, o estúdio entrou em uma verdadeira era de escuridão que durou até 1989, quando Pequena Sereia foi lançado. Durante este período, apenas oito filmes foram lançados, e nenhum deles foi um sucesso (pelo contrário). Entre eles, está o filme de Robin Hood. Já viu? Eu acredito que não. Pois então, o filme teve um orçamento menor que a metade de 101 Dálmatas, que foi lançado 12 anos antes. Isto porque várias cenas foram reaproveitadas de outros filmes: as cenas de dança de Branca de Neve, algumas de Mogli e até mesmo Aristogatas.


Próxima Matéria
avatar Lucas Franco
Lucas Franco
O cara que gosta do Batman! @heymac14
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest