• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 filmes em que o vilão é mais interessante que o herói

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      06/04/17 às 14h23

Acompanhar nossos heróis em ação é uma experiência sem igual. E quando nos referimos a heróis, não é, necessariamente uma pessoa com superpoderes. Indiana Jones pode ser considerado um e assistir suas aventuras é incrível! Torcer por eles, vibrar com cada conquista e, principalmente, quando eles derrotam aquele vilão chato. Acontece que nem sempre os filmes seguem essa receita. Em alguns casos, eles nos apresentam um vilão muito mais interessante que os mocinhos. Apesar de ainda torcemos por eles, não podemos evitar certa admiração por certos carrascos, mesmo que sejam extremamente doentios.

Separamos alguns exemplos em que tal situação está presente nos filmes. Mas atenção: para essa lista deixamos de fora vilões como Darth Vader, já que constantemente ele aparece aqui e ali quando o assunto é vilania. Entretanto, os nomes citados integram (e muito) a cultura pop.

 Bastardos Inglórios - Coronel Hans Landa

Temos aqui uma relação de amor e ódio em um mesmo personagem. Por mais que detestemos Hans Landa e todos os seus atos repugnantes, ainda somos capazes de nutrir uma estranha sensação de deslumbre por ele. O personagem rouba todas as cenas em que aparece, a cada momento, a cada passo e movimento que ele faz, nos perguntamos o que está por vim. Qual sua próxima jogada. O Coronel é a personificação da surpresa. Parte disso se deve ao incrível trabalho de atuação de Christoph Waltz, o qual lhe rendeu um Oscar e um lugar marcado na cultura pop. Por outro lado, convenhamos, Quentin Tarantino sabe construir personagens intrigantes.

Duro de Matar - Hans Gruber

Calma! Sabemos muito bem que John McClaine (Bruce Willis) é um dos maiores heróis de ação de todos os tempos, porém, seu personagem é a imagem do herói hollywoodiano padrão e estamos falando sobre vilões, então vamos falar sobre a atuação e o personagem fantástico de Alan Rickman. Hans Gruber é sofisticado e imperturbável, aquela paciência tipicamente inglesa. Seus constantes ataques à cultura americana são hilários e ele se mostra ser uma verdadeira ameaça para McClain, algo que não vemos muito no cinema hollywoodiano de ação. Normalmente os vilões são caricatos e não representam uma ameaça real. Gruber é megalomaníaco e, além do físico, trava altas batalhas verbais com mocinho do filme. Sem dúvidas foi o melhor vilão da série de filmes Duro de Matar.

Onde os Fracos não têm Vez - Anton Chigurh

Anton Chigurh não chama atenção apenas pelo seu cabelo, ele também consegue ser um personagem fascinante e assustador, ao mesmo tempo. O matador de aluguel vivido por Javier Bardem é aterrorizante por não possuir nenhuma motivação. O que mais vemos nos filmes são pessoas que entraram nessa vida por consequência a alguma tragédia pessoal, porém, o passado de Chigurh é incerto, ele parece um ser a parte do resto da humanidade. O fato do personagem gostar de decidir se uma pessoa continua viva ou morre no simples gesto de jogar cara ou coroa é medonho. Ele não possui senso algo de moralidade e vive conforme seus próprios códigos. Ele é capaz de levar qualquer situação ao extremo apenas para terminar o trabalho.

Silêncio dos Inocentes - Hannibal Lecter

A fama chega primeiro que seu nome, às vezes ela vem acompanhada da frase: "o cara lá que come gente". Hannibal Lecter é um personagem de natureza complexa, ele é frio, estrategista, paciente e adora jogos mentais. Embora Mads Mikkelsen tenha feito um ótimo trabalho na série de televisão, o canibal ficou imortalizado na pele de Sir Anthony Hopkins. Lecter é um dos psicopatas mais interessantes do cinema, tendo sua melhor aparição em Silêncio dos Inocentes.

Matrix - Agent Smith

Por mais que Neo (Keanu Reeves) seja o escolhido, ele não consegue ser um personagem psicologicamente mais intrigante que Agent Smith. Por trás dos óculos escuros, Hugo Weaving apresenta um vilão de alta complexidade, ele aparente ser um programa inflexível e com uma objetividade inabalável, porém, quando ele finalmente baixa sua guarda, o que vemos é um ser que luta desesperadamente por sua liberdade e ele não medirá esforços para conquista-la.

Batman: Cavaleiro das Trevas - Coringa

Todos estão cansados de conhecer o Batman e sua história, todo o motivo de o porquê ele vestir um uniforme e combater o crime em Gotham. Porém, antes de Cavaleiro das Trevas, os fãs nunca tinham testemunhado uma representação tão psicótica do Coringa. No filme, ele rouba a história e se torna muito mais instigante que o próprio herói. Primeiro, porque não sabemos nada sobre ele, segundo, porque ele não tem motivação nenhuma para suas ações insanas e depois, bem... O espectador é movida pela curiosidade em saber até onde o personagem está disposto a ir apenas para espalhar o caos.

Thor - Loki

Thor é um deus com estilo playboy que precisa perder tudo para poder aprender sobre humildade e heroísmo. Loki é um deus que usa de trapaças, mentiras e manipulações para alcançar seus objetivos. Não precisa nem colocar na balança para saber qual dos dois é bem mais interessante. Apesar de Thor ser o herói e torcermos por ele, atuação de Tom Hiddleston fez os fãs se encantarem pelo vilão, tanto que a produção não conseguiu dar fim ao personagem. Loki voltou em outros filmes e voltará para Ragnarok.

O que acharam da lista? Que outro vilão você acrescentaria aqui? Se você chegou até aqui, vale lembrar que não temos a intenção de impor verdades, desrespeitar e nem ofender ninguém. Nosso intuito é apenas de informar, instigar e entreter mentes curiosas. Não deixe de compartilhar sua opinião conosco!

Próxima Matéria
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+