• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 filmes que começam pelo final

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      22/03/19 às 17h31

A literatura e o cinema possuem linguagens próprias. Quando um livro ganha filme, chamamos tal processo de adaptação porque é impossível retratar a história escrita de forma "fiel" na tela. Justamente porque ambas as artes têm formas e estilos particulares. Dito isso, o que as duas têm em comum é a estrutura narrativa. No geral, as histórias contadas têm começo, meio e fim, todos eles apresentados em ordem cronológica, dividida em três atos. Entretanto, isso é uma técnica e não uma regra.

Sendo assim, encontramos nas duas artes títulos que começam suas aventuras pelo final. A princípio, tudo pode até parecer confuso demais, porém, é trabalho da obra esclarecer os fatos no desenvolvimento. A estratégia não é tão simples quanto parece e por isso não costuma ser tão utilizada. Ainda podemos encontrar bons exemplos se procurarmos com cuidado. A seguir, separamos alguns filmes que começam pelo final para comentar um pouco.

1 - Clube da Luta

Um dos filmes mais famosos e cultuados de David Fincher tem também uma abertura de créditos incrível. A cena começa com um monólogo do personagem de Edward Norton, em um agoniante close-up. Ele é visto machucado e com o cano de uma arma dentro da sua boca por outro homem chamado Tyler (Brad Pitt). Em seguida, tomamos conhecimento que ambos estão num prédio prestes a ser explodido. O narrador (Norton) então se lembra como tudo começou, com uma garota chamada Marla Singer (Helena Bonham Carter).

2 - Amnésia

Christopher Nolan simplesmente adora brincar com sua audiência. Um hábito que o cineasta tem desde o início da carreira. Amnésia, escrito e dirigido por Nolan, acompanhamos Leonard (Guy Pearce), um homem que pretende descobrir o assassino de sua esposa. O único probleminha é que ele sofre com amnésia e esquece de eventos recentes minutos depois dos acontecimentos.

Leonard segura uma foto polaroide na mão. Na imagem, completamente nítida, vemos um homem de bruços no chão, morto. Com sangue para todos os lados. Ele balança a foto entre curtos intervalos. Aos poucos, a imagem começa a desaparecer. Só então é que nos damos conta de que a sequência da cena está de trás para frente. E o crime da foto, foi cometido há poucos minutos. Os créditos iniciais são o retrato perfeito da condição de Leonard e de tudo que ele passa na história.

3 - Se Beber Não Case

O filme foi lançado em 2009 e fez um sucesso absurdo. A história começa com a organização de uma festa, que logo descobrimos ser um casamento. Em seguida, é revelado que o noivo ainda não apareceu para a cerimônia, marcada para começar em breve. Então, temos o telefone de Phil (Bradley Cooper) para Tracy (Sasha Barrese), no qual ele se desculpa por ter estragado o evento. Phil é mostrado na cobertura de um prédio, com mais dois amigos, todos eles debilitados de alguma forma. Sabemos que algo ruim aconteceu, em especial com o noivo, mas ninguém sabe exatamente o quê.

4 - Pulp Fiction

Quentin Tarantino é um cineasta que faz filme sobre o cinema. Ou seja, suas obras costumam ter planos, ações, diálogos e o que mais a linguagem cinematográfica permitir, diretamente tirado de longas do passado. Uma das técnicas incorporada por ele é justamente começar do fim. Em Pulp Fiction, porém, a cena inicial é pouco mais especial, pois ela se entrelaça com o resto do filme. Os personagens de Tim Roth e Amanda Plummer estão numa lanchonete e conversam sobre como prosseguirão o assalto ali. Depois de declararem seu amor um pelo outro, eles sacam as armas e anunciam o crime. No final do filme, a mesma cena é vista de outro ângulo, dessa vez, a audiência acompanha a conversa entre os personagens de John Travolta e Samuel L. Jackson.

5 - O Grande Truque

Aqui, Christopher Nolan trabalha ao lado do seu, igualmente brilhante, irmão Jonathan Nolan. Na primeira sequência do filme, vemos uma floresta cheia de cartolas jogadas no chão. Enquanto isso, Cutter (Michael Caine), explica o passo a passo para um grande truque de mágica a uma menininha. Em paralelo, vemos Robert (Hugh Jackman) no palco do teatro, prestes a realizar seu maior ato do gênero. Nisso, Alfred (Christian Bale), tenta descobrir o segredo desse número. A passagem em si só faz sentido no decorrer do filme. Quando descobrirmos a rivalidade dos dois mágicos profissionais e como a culminação da primeira cena.

6 - Diário de uma Paixão

A técnica de começar uma história pelo fim não é usada apenas em suspenses e fantasias. O filme é baseado no livro homônimo de Nicholas Sparks e retrata a complicada história de amor entre um jovem casal dos anos 1940. O longa, porém, começa anos mais tarde, numa casa de apoio para idosos. Acompanhamos a rotina de um senhor que, aparentemente, é voluntário no local. E também de uma senhora doente. Só descobrimos quem eles são, o que estão fazendo ali e qual a importância daquele lugar, no decorrer da história.

7 - Titanic

Goste ou não, o filme marcou a história do cinema e James Cameron realmente fez um bom trabalho. Mesmo anos após seu lançamento, Titanic ainda é um dos longas mais comentados no meio do entretenimento. E, talvez, poucos se lembrem, mas a obra faz parte dos exemplos de histórias que começam do fim. De início, vemos gravações e imagens em sépia, da época em que o navio zarpou. Rapidamente somos transportados para os dias atuais, para o fundo do oceano, onde acompanhamos o trabalho de um robô de exploração. Ele vasculha por algo em meio aos destroços naufragado do lendário Titanic. Uma abertura bem intensa e emocionante.

Próxima Matéria
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Para mais aventuras Instagram: @gabinoronhaf Para comentários aleatórios e breves análises Twitter: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+