• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 formas com que o ser humano poderia ser extinto

POR Leticia Rocha    EM Curiosidades      05/09/18 às 17h04

Nós estamos no topo da cadeia alimentar e somos os últimos dentro da escala de evolução (por enquanto). Apesar de todas essas vantagens que temos, nossa existência está ameaçada de várias formas diferentes.

Muitas datas para o fim do mundo já foram divulgadas e felizmente, todos esses marcos, não passaram de boatos. Mas é claro que existem possibilidades reais de sermos instintos.

Algumas das possibilidades podem demorar milhares de anos para acontecer. Mas o fato é que em algum momento irão se tornar reais. Confira agora algumas formas com que o ser humano poderia (ou pode) ser extinto.

1 - O sol vai explodir

O sol é uma estrela e como é natural, assim como todas as outras, ele irá morrer. O problema é que essa morte não se resume a um simples apagar das luzes, mas sim uma grande explosão. No entanto, pode demorar cerca de 5 a 7 bilhões de anos para que isso aconteça e os cientistas acreditam que nós já estaremos extintos, por conta dos efeitos da degradação que causamos ao nosso planeta.

2 - Inversão dos pólos terrestres

Todos já ouvimos falar que a Terra é um imã gigante. Ao redor de nosso planeta existe um gigante campo eletromagnético. Acontece que os pólos eletromagnéticos norte e sul mudam de tempos em tempos, e não se sabe quanto tempo leva para a transição ser concluída. O problema é que campo magnético da Terra ficará enfraquecido e isso pode expor nosso planeta ao vento solar, o que vai permitir que a estrela roube nosso oxigênio. O lado positivo é que os cientistas dizem que nem sempre essas inversões trazem o risco de extinção, só vez ou outra.

3 - Um meteoro

Sim, apesar de esse já ser um tema batido, existe essa possibilidade. Mas há um lado bom em tudo isso, 95% dessas ameaças já foram identificadas pela NASA e são constantemente monitoradas. Quanto aos outros 5% , não há muito o que fazer, eles são as reais ameaças.

4 - Vulcões

Existiram cerca de 11 eventos de erupções vulcânicas que levaram a perdas significativas de espécies. Os vulcões, além da lava, liberam óxidos de enxofre e dióxido de carbono, que inibem o processo de fotossíntese, envenenam a terra e o mar com chuvas ácidas e cooperam significativamente para o aquecimento global.

5 - O mar

A beleza das praias nos leva ao equívoco de vê-lo apenas como uma beleza natural. No entanto, essas águas oferecem diversos riscos a nossa vida. Algumas moléculas feitas de água e metano às vezes se desprendem do solo e produzem uma erupção de metano. Este que é o principal gás responsável pelo efeito estufa. Outro fator preocupante é a elevação do nível do mar. Com o derretimento da calota polar, o mar pode se elevar ao ponto de tomar conta da parte terrestre do globo.

6 - Aquecimento Global

Lembra quando eu disse que quando o sol explodisse, nós provavelmente já estaríamos extintos? Eu estava me referindo aos efeitos que nós causamos ao nosso planeta, que podem chegar ao extremo da nossa própria extinção. O aquecimento pode ser causado por qualquer um dos outros eventos já citados, mas também recebe uma grande ajuda dos humanos. Alguns cientistas acreditam que a Terra pode ser tornar parecida com Vênus. O planeta é envolto por uma poeira de dióxido de carbono, não tem nenhum oceano e nem sequer vapor d'água. Esse processo exterminaria qualquer rastro de vida humana.

7 - Guerra Nuclear

Uma guerra nuclear pode não ter a capacidade de extinguir completamente a vida humana, mas poderia gerar um efeito cascata, que levaria ao nosso fim. Uma bomba nuclear é capaz de causar intensas mudanças climáticas, além do que poderia matar espécies que desestabilizariam completamente nosso ecossistema.

Próxima Matéria
Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+