icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


7 formas de encontrar vida em outros planetas

POR Eduardo Coelho EM Ciência e Tecnologia 10/09/15 às 17h36

capa do post 7 formas de encontrar vida em outros planetas

Somos literalmente apenas 'grãos de areia' em um emaranhado desértico, no que se diz respeito a proporção, em relação à grandeza e vastidão do universo. Só que cada dia mais, caminhamos a passos largos para enfim, comprovarmos que existe vida em outros planetas. Não necessariamente os protótipos conhecidos e estereotipados dos ETs hollywoodianos, mas simplesmente "vida".

Já pensou se em Marte mesmo, que nem é relativamente tão distante da Terra, existissem seres vivos? E se a médio e longo prazo, pudéssemos estudar concretamente coisas a respeito disso e pudéssemos até mesmo solucionarmos problemas terráqueos mesmo? E se a cura de várias enfermidades for advinda de outros lugares que não aqui?

Vamos parar de teorias mirabolantes, e ir diretamente aos passos a serem executados por Ellen Stofan, chefe oficial da NASA, à respeito dos próximos comandos que serão realizados em busca dessas evidências:

1- Mapear os oceanos existentes no Sistema Solar

Os oceanos em questão, são as superfícies gélidas presentes em luas, astros ou planetas e que podem eventualmente abrigarem redutos de água mais quentes e consequentemente, possuírem uma temperatura e condição para que a vida possa existir.

Duas luas de Saturno e duas de Jupiter, já tiveram a constatação que possuem abaixo de suas respectivas superfícies, a formação desses 'oceanos', citados anteriormente. Em 2020, a NASA lançará a missão "Europa Clipper", que estudará concretamente a superfície da lua de Saturno, do mesmo nome.

2- Aprofundar a análise realizada nos eventuais 'achados'

As luas de Júpiter, vão ser devidamente observadas pela Europa Clipper, o que a médio e longo prazo, poderá nos contar bastante à respeito desses satélites naturais do maior planeta do sistema solar. Após os dados da missão serem coletados, eles iniciarão uma nova inspeção mais aguçada para estudar o gelo e a água presentes nas luas.

3- Trazer amostras da água desses oceanos para a superfície terrestre

As maiores possibilidades de existência de vida fora da Terra, a serem constatadas, provavelmente serão microrganismos. O que facilitaria bastante o estudo para tal, o ato de colher as amostras da água dos oceanos dos respectivos lugares. Isso pode até mesmo ser perigoso, para nós 'meros terráqueos', já que não saberíamos lidar com algum ser vivo que nunca foi devidamente estudado por nós.

4- Vasculhar e descobrir outros 'sistemas solares'

Quanto mais 'opções', maiores seriam as probabilidades de acharmos vida em outros planetas. Um passo inicial pertinente, seria simplesmente descobrirmos outros tipos de 'sistemas solares'.

5- Realizar uma listagem de planetas habitáveis após essas descobertas

Os exoplanetas, em sua grande maioria, são gigantescos, gasosos e provavelmente 'não-habitáveis'. Os que destoam de características extremas, que provavelmente não permitiriam a formação e a proliferação da vida, devem ser 'deixados de lado', se comparáveis aos descobertos que apresentem condições favoráveis.

O Kepler-452b, que é 60% maior que a Terra, é provavelmente o postulante a primeiro planeta habitável, descoberto além da Terra.

6- Observar e analisar as superfícies e atmosferas desses planetas

Infelizmente a maioria dos exoplanetas são muito distantes do nosso, o que dificulta bastante, tanto o acesso, quanto a empreitada de eventuais descobertas. Mas como não podemos chegar nos destinos rapidamente, ao menos a NASA já possui telescópios como o James Webb, que será lançado em 2018, para alcançar, avergiuar e estudar as atmosferas de exoplanetas habitáveis.

7- Buscar os vestígios de vida nessas atmosferas

Nesses exoplanetas eventualmente descobertos, os gases formados na superfície de suas atmosferas, podem revelar bastante sobre o conteúdo total desses planetas. Como ainda só conhecemos de planeta, de fato, com habitantes e vida, a própria Terra, então os cientistas utilizariam como modelo, à respeito do assunto, os gases existentes no nosso planeta.

Será que até o final da década já teremos a constatação da existência de vida fora da Terra?


Próxima Matéria
avatar Eduardo Coelho
Eduardo Coelho
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest