• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 fotos sobre a vida na União Soviética há 50 anos que ninguém nunca tinha visto

POR Isabela Ferreira    EM História      05/07/17 às 14h59

Quando o assunto é a União Soviética, muita coisa já vem na cabeça, principalmente o controle socialista que atingiu o lugar, liderado por Joseph Stalin, bem como a Guerra Fria que se instaurou tempos depois. A sociedade soviética passou por transformações bem radicais. Em meio a tudo isso, o major do exército da embaixada dos Estados Unidos, Martin Manhoff, fazia questão de registrar alguns momentos da população local.

Ele atuou no exército entre os anos de 1952 e 1954, e nesse período, fez inúmeras fotos que ficaram escondidas por cerca de 50 anos, já que mais tarde, Manhoff foi deportado, acusado de ser espião. Foi logo após a morte da esposa do major, que o historiador norte-americano Douglas Smith, foi convocado pela pela família para procurar e analisar as fotos. Após encontrá-las, Smith afirma ter ficado muito surpreso, e passou os últimos 2 meses digitalizando e catalogando os materiais.

Grande parte das imagens foram registradas em Moscou, retratando pessoas levando a vida normalmente, como se nada estivesse acontecendo. Ainda há registros de um filme do funeral de Stalin, em 1953. Separamos abaixo, 7 imagens registradas por Manhoff, confere aí!

1 - Manezhnaya Square

Manhoff acabou sendo deportado no ano de 1954, pois foi acusado de espionagem. Ele tinha alguns filmes e fotos coloridas gravados em slides, estes, que foram guardados em uma loja que havia ao lado de sua casa em Washington. Na foto acima, podemos ver o Manezhnaya Square, um espaço público que pode ser encontrado no centro de Moscou, Rússia.

2 - Os limpadores de rua

Manhoff atuava como fotógrafo ao mesmo tempo que servia como assistente adjunto do exército, na embaixada dos Estados Unidos de Moscou. Ficou lá por 2 anos, de 1952 a 1954. Na foto acima que foi registrada por ele, vemos alguns varredores de rua.

3 - Praça Pushkinskaya

Manhoff gostava de registrar momentos espontâneos, por isso, não pedia que as pessoas fizessem poses nem nada do tipo. Na foto, mais um caso de pessoas que nem imaginavam que estavam sendo sendo fotografadas. Foi registrada na Praça Pushkinskaya, também em Moscou.

4 - Metrô Park Kultury

Mais uma das fotos totalmente espontâneas registradas por ele. Certamente esta pessoa não tinha nem ideia de que estava sendo fotografada. Manhoff fazia o mesmo com seus pequenos filmes, e tudo isso dava um ar de naturalidade para a cena. Acima, a estação de metrô Park Kultury.

5 - Nadadoras

Esta é uma foto de algumas nadadoras, mas não se tem conhecimento certo da localização, e também não se sabe o que exatamente Manhoff fazia no lugar, além de tirar fotos, mas com certeza faz parte de seus registros mais importantes.

6 - O mercado

A cena mostrada acima foi registrada em um mercado de Yalta, em Crimea. É capaz de transmitir a simplicidade das pessoas e do lugar. Smith não esconde que ficou muito surpreso ao ver todas as fotos de Manhoff, até porque, era muita coisa.

7 - Durante a viagem...

Durante uma viagem de Manhoff e sua esposa, utilizando a ferrovia Transiberiana, ele decidiu fotografar duas mulheres desconhecidas, que avistava pela janela. O New York Times publicou um artigo utilizando a imagem. A localização exata também é desconhecida.

E então pessoal, o que acharam? Diz aí pra gente nos comentários!

Próxima Matéria
Via   Mail Online  
Imagens Mail Online
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+