• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 golpes psíquicos mais maquiavélicos já descobertos

POR Arthur Porto    EM Curiosidades      12/09/19 às 16h14

De acordo com a IBISWorld, o universo místico gera, anualmente, US$ 2 bilhões somente nos Estados Unidos. Astrologia, leitura de mãos, cartas de tarô e outras práticas, à primeira vista, são serviços mais que comuns. Afinal, a população sempre esteve familiarizada com tal universo. Além disso, não é de hoje que esses tipos de serviços existem. Até porque a gente sempre conhece alguém que adora saber o que o futuro nos reserva. Mas junto com essa possibilidade, há também chances de se aplicarem golpes.

Entretanto, é bom ter cuidado. Em suma, por ter ganhado visibilidade, o misticismo acabou tornando-se também a principal ferramenta de trabalho de alguns charlatões. Sim, exatamente, estamos falando daqueles 'profissionais' que adoram dar golpes em pessoas inocentes.

Existem inúmeros relatos que mostram "paranormais" sendo acusados ??de tirar proveito de pessoas vulneráveis. Quer conhecer os mais intrigantes? Selecionamos sete casos para você. Confira, agora.

1 - Gina Marie Marks

De acordo com o The Washington Post, Gina Marie Marks, que era conhecida como Natalie Miller, foi acusada de convencer as pessoas a pagarem por orientação psíquica. Ainda segundo as informações divulgadas, no período que atuava, a paranormal havia solicitado quantias exorbitantes de dinheiro e bolsas de grife, de diversos clientes, para colocar em um altar. Marks se declarou culpada de cinco acusações e foi condenada a seis anos de prisão. Ela também foi condenada a pagar mais de US$ 340.000, valor que havia coletado de seus clientes, em apenas dois anos.

2 - Maria Duval

Entre os anos 1980 e 2014, cartas de uma médium, chamada Maria Duval, chegaram até milhões de pessoas, em todo o mundo. Ali, nas cartas, Duval prometia resolver todos os problemas, em troca de dinheiro. De acordo com a CNN, cada um dos destinatários, sendo que muitos deles eram idosos, enviaram a Duval cerca de US$ 40. Ao todo, a médium recebeu US$ 200 milhões. Entretanto, de acordo com o filho dela, a paranormal não tinha conhecimento algum sobre as correspondências. Ainda nesse ínterim, o filho explicou também que empresas de fachada utilizaram o nome da mãe para enviar as cartas. Como divulgado pelo CNN, Duval não lucrou com as cartas. A polícia, que passou a investigar o caso, também não encontrou dinheiro em nenhuma conta bancária da médium.

3 - Zoe Psíquica

De acordo com o The Guardian, a paranormal Zoe Psíquica, cujo nome verdadeiro é Ann Thompson, foi acusada de ludibriar uma mulher a comprar um anel de diamante de 9,2 quilates, para realizar um feitiço de amor. Thompson também foi acusada de convencer suas consulentes a comprarem moedas de ouro, para realizar rituais de cura. O caso da médium ainda segue em julgamento.

4 - Bridgette Doreen Evans

De acordo com o Palm Beach Post, Bridgette Doreen Evans já carrega em seu currículo a segunda acusação de fraude. Recentemente, a paranormal recebeu, de duas mulheres, um total de US$ 400.000. A primeira acusação ocorreu em 2011. Evans costumava dizer às suas consulentes que seus objetos de valor estavam possuídos, por espíritos malignos, e que era capaz de solucionar todo tipo de problema se os bens estivessem em seu poder.

5 - Janet Lee

Uma mulher, de 64 anos, de Nova York, disse à polícia que pagou, à paranormal Janet Lee, US$ 11.600 por um trabalho espiritual. Lee foi presa em 2018. A médium já havia enfrentado problemas com a justiça antes. Lee, em 2017, foi indiciada por acusações de roubo de identidade e falsificação.

6 - Lisa Debbie Adams

A médium Lisa Debbie Adams, em 2009, convenceu uma mulher, que havia abordado na rua, de que ela era amaldiçoada. Para ajudá-la, Adams disse à mulher que precisava de US$ 30.000 em barras de ouro. Além do ouro, Adams também informou que precisaria de US$ 96.000 para realizar o trabalho. Felizmente, Adams foi presa antes de tocar em toda essa fortuna.

7 - Karl Lang

O médium Karl Lang, de Newport, País de Gales, em 2005, convenceu duas mulheres jovens, dizendo ser capaz de entrar em contato com seus parentes mortos. Entretanto, para tal, as meninas precisavam fazer algumas coisas para ajudar Lang a concentrar seus poderes espirituais. Além de ficarem despidas, as meninas também praticaram relações sexuais com o médium. O trabalho, ao todo, durou cerca de 4 anos. Foi apenas em 2009, que Lang foi acusado pela primeira vez.

Próxima Matéria
Arthur Porto
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+