• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 histórias de últimos desejos que vão partir seu coração

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      07/03/18 às 14h04

Como diria um velho ditado -  a única certeza que temos nessa vida é a morte. Muitas pessoas temem a chegada desse momento. Outros vivem suas vidas como se a vida não tivesse um fim. Diversos mistérios a cercam, e apesar da naturalidade, a morte pode significar momentos de  dor e sofrimento. Afinal, ninguém está 100% preparado para receber um diagnóstico que prevê o fim dos seus dias, ou daqueles que amamos.

Hoje, listamos algumas histórias de pessoas que puderam realizar seus últimos pedidos, e dessa forma pudessem aproveitar com alegria seus últimos dias, realizando seus sonhos e deixando para seus entes queridos bons momentos para recordarem.

1 - O baile de outono

Brett Marie Christian, 15, foi diagnosticada com leucemia enquanto cursava o ensino médio e ficou muito doente para ir ao baile de outono de sua escola. Foi então que seus colegas de classe resolveram tornar o desejo de Brett de participar das comemorações um sonho possível. Eles se organizaram e deram um pequeno baile no hospital onde Brett estava internada.

Ela teve direito a tudo o que uma garota pode querer para um baile. Cabelos e unhas feitas, um belo vestido, e claro, uma companhia para a valsa. Brett Marie foi coroada naquele dia a rainha do baile. Ela faleceu três dias depois do evento. Brett passou seus últimos dias acompanhada por seus familiares.

2 - Up - Uma grande aventura

Uma garotinha chamada Colby Curtin, de apenas 10 anos, estava muito doente para ir ao cinema para ver o último lançamento da Disney-Pixar na época, o filme "Up - Altas aventuras". Colby tratava de um câncer em fase avançada, e desejava de todo seu coração poder assistir a animação. Um amigo da família entrou em contato com alguém que trabalhava nos estúdios da empresa, e contou a história da pequena Colby. No dia seguinte, um DVD do filme, ainda não lançado, foi enviado a casa da menina através de um dos funcionários para que Colby e sua família pudessem assisti-lo. Sete horas após a exibição do filme, a menina faleceu.

3 - A mulher de 100 anos

Harriet Richardson Ames, após completar 100 anos de idade, conseguiu se graduar como bacharel em educação. Quase três semanas depois de seu aniversário ela recebeu seu diploma e um dia após ter se graduado, ela faleceu. Harriet tinha o sonho de se graduar antes de morrer, e graças aos seus esforços, a centenária senhora pôde descansar feliz.

4 - O anjo dos desabrigados

Um garotinho cidadão de Bothell, Washington, nos Estados Unidos, teve como seu último pedido algo bem diferente. Brenden Foster informou aos seus pais que gostaria de alimentar as pessoas em situação de rua da sua cidade. A história de alguma forma acabou por chamar a atenção de uma rádio local, que contou a história de Brenden durante uma de suas transmissões diárias, o que acabou repercutindo no país todo. Cerca de 2.500 refeições foram servidas somente na cidade de Los Angeles, como forma de homenagear Brenden.

Muitos espectadores inspirados pela história do menino levantaram cerca de US$ 95.000 em dinheiro que foram destinados a uma organização que ajudava desabrigados em Seattle. Brenden faleceu no fim de novembro de 2005, vítima de uma leucemia linfoblástica aguda, e teve todos os custos de seu funeral pagos pela Seattle Seahawks NFL, franquia de jogadores de futebol americano profissional.

5 - Seu maior sonho era se casar

Maire Taomia, foi diagnosticada com um câncer no aparelho digestivo, e seu último desejo após os médicos lhe informarem que nada mais poderia ser feito, era de se casar. Maire e seu noivo, Marouna Tunui, de 23 anos, se casaram na Igreja de São Cristóvão, em uma cerimônia que reuniu cerca de 300 pessoas, entre amigos e familiares. O casal recebeu como presente da Sociedade de Cancer da Nova Zelândia e de um hotel local a cobertura de todos os custos do vestido usado por Maire, uma limusine, um fotógrafo, o bolo do casamento e um quarto de hotel para sua lua de mel.

6 - As carta de amor de Elena

Elena Desserich, de 06 anos, foi diagnosticada com câncer de cérebro em meados de 2007. Logo após o diagnóstico, a menina começou a esconder por toda a casa pequenas notas e cartas de amor para que seus pais pudesse encontrá-las no futuro. O tempo de vida de Elena foi estimado em 135 dias, porém, a menina só veio a falecer 255 dias depois. Após sua morte, seus pais encontraram em meio a livros, capas de CD e gavetas as centenas de cartas e bilhetes escritos pela garotinha. As notas foram publicadas posteriormente em um livro, que teve sua renda revertida para uma organização sem fins lucrativos dedicada à luta contra o câncer de cérebro infantil.

7 - O perdão

Jeremy Davis foi condenado a 12 meses de prisão no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, depois de se declarar culpado em um caso de violência doméstica contra a sua esposa Char Davis. Jeremy, porém, teve sua sentença revogada, após Char solicitar ao juiz a liberação de seu marido depois de receber o diagnóstico de um câncer terminal. O pai de Jeremy, um diretor de enfermagem aposentado, cuidou de Char até o dia de sua morte. E seu marido teve que participar de aulas semanais sobre violência doméstica.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários sua opinião e não se esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+