• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 histórias impressionantes de animais que lutaram contra caçadores

POR Isabela Araujo    EM Mundo Animal      23/07/18 às 16h00

A caça ilegal dos animais, também conhecida como caça furtiva, é bastante realizada ao redor do mundo. Essa prática cruel, além de reduzir a população de várias espécies de animais, eleva o risco de desequilíbrio ambiental. Infelizmente, a caça ilegal ainda é uma realidade em diversos países. Os motivos da prática incluem o comércio ilegal de animais silvestres realizado por grupos de traficantes, a utilização de peles de animais para fabricação de roupas e objetos, e até a venda de partes dos corpos dos animais, como o valioso chifre do rinoceronte.

Entretanto, os animais estão reagindo cada vez mais. Nas últimas décadas, os ataques dos elefantes por exemplo, tiveram um grande aumento. Os animais selvagens estão se voltando contra seus agressores e causando muitas mortes. Conheça algumas histórias de caçadores que definitivamente viraram caça:

1 - O humano que virou caça

Um tigre que pesava entre 225-320 kg foi visto por Vladimir Markov enquanto estava devorando um cervo. Markov só tinha uma arma sem licença e algumas balas caseiras e estava lutando para encontrar algo para se alimentar. Então ele decidiu atirar no tigre para comer o cervo. A bala atingiu a perna do animal.

Markov estava convencido de que havia espantado o tigre, porém a história não acabou assim. O animal seguiu o cheiro de Markov enquanto ele estava voltando para cabana em que morava. O tigre esperou durante dois dias, até que Vladimir voltasse para casa. Assim que Markov retornou, o animal o atacou. Quando os investigadores encontraram Markov, tudo o que restou dele foram alguns pedaços de ossos saindo de suas botas, uma camisa ensanguentada, uma mão decepada e a cabeça com o rosto arrancado do crânio.

2 - O homem esmagado por um elefante


Theunis Botha ganhava a vida convidando americanos para realizarem caças na África do Sul. A última caça dele não terminou nada bem. Ele liderou seu grupo em direção a uma manada de elefantes, a qual se sentiu ameaçada por Botha e seus amigos. Antes que eles pudessem disparar seus rifles, três dos elefantes correram em direção aos caçadores.

Botha e seus amigos abriram fogo. Contudo, durante o caos, eles não notaram o quarto elefante que estava vindo para o lado deles. O animal envolveu o tronco de Botha e acabou o puxando.
Os amigos de Botha começaram a atirar no elefante mas ao invés de matá-lo, o animal foi arremessado ao chão. Botha acertou a terra primeiro. Então, o elefante de aproximadamente 4500 kg o esmagou.

3 - Uma caça com fim inusitado

Armados com armas sem licença, Solomon Manjoro e Noluck Tafuruka entraram escondidos no Parque Nacional de Charara, no Zimbábue. Eles estavam em busca de elefantes gigantes. Esses caçadores atiravam nos elefantes e vendiam suas presas de marfim por um preço muito alto.

Manjoro e Tafuruka seguiram um enorme elefante, ergueram suas armas e dispararam, esperando que o elefante caísse. Contudo, o animal era muito grande e pesado, por isso não caiu. O elefante virou em direção aos caçadores e os atacou. Enquanto Tafuruka corria bastante, Manjoro preparava sua arma para disparar outro tiro. O animal acabou pisoteando os pés de Monjoro, esmagando-o até a morte. Tafuruka acabou na prisão, juntamente com outro homem que ajudou a financiá-los.

4 - Sobrou apenas uma cabeça

Uma cabeça decepada foi encontrada no Kruger National Park, na África do Sul. O corpo de um homem havia sido despedaçado por alguns leões. Os animais deixaram apenas os ossos do rapaz.  O homem era um caçador ilegal, que caçava leões para vender seus ossos.

Apenas alguns meses antes do ataque, três leões machos foram encontrados mortos no parque, com as cabeças e as patas cortadas. Não existem provas de que foi o homem que os matou, embora o as circunstâncias levem a crer nisso.

5 - O ataque do crocodilo

Scott Van Zyl caçava crocodilos há anos. Ele ganhava a vida ajudando clientes estrangeiros a caçar grandes animais, e sentia pouco medo de vagar pelas florestas da África do Sul e do Zimbábue. Uma vez, durante uma caça, ele se separou de seu guia e entrou em águas repletas de crocodilos.

Passaram alguns dias e Zyl não havia voltado. Uma equipe enviada para encontrá-lo seguiu seus rastros no rio. Eles atiraram em dois dos crocodilos que estavam no rio e os levaram de volta à cidade. Lá, eles confirmaram que Van Zyl estava sendo digerido dentro de um dos estômagos dos animais. É possível que Zyl não avistou o crocodilo à espreita em águas rasas, lugar que os animais esperam antes de arrebatar suas presas.

6 - O elefante que lutou contra 4 caçadores


Um grupo de quatro caçadores furtivos estavam caçando no Santuário de Pássaros de Thattekad, no Distrito de Ernakulam. De repente, eles ouviram os passos de um elefante em fuga. Devido à escuridão da noite, os caçadores não avistaram o animal, que estava a poucos centímetros de distância deles. O elefante atacou imediatamente dois dos caçadores furtivos, Tony e Basil. Quando Tony bateu no chão, sua arma disparou e ele atirou na própria coxa.

Os outros dois caçadores tiveram que arrastar seus amigos e levá-los para bem longe do elefante furioso. Tony estava em estado crítico. Seus pulmões haviam sido esmagados e com a perna sangrando, ele não conseguia andar sozinho.

Os homens correram para um hospital e estavam dispostos a confessar todos os seus crimes, caso pudessem salvar a vida de seus amigos. Basil acabou sobrevivendo, embora não se saiba se o caçador poderá voltar a andar. Entretanto, Tony não resistiu devido aos seus pulmões que foram esmagados pelo animal.

7 - Rinoceronte salvo por leões


Caçadores furtivos de rinocerontes geralmente carregam machados e cortadores feitos de arame. Para eles, os chifres são a única parte valiosa de um rinoceronte. Assim, os caçadores deixam o animal sem vida com grande buraco aberto em sua cabeça.

Durante uma caça de rinocerontes na Reserva de Caça Sibuya, na África do Sul, caçadores tropeçaram em nada mais nada menos que leões. Os corpos dos homens foram brutalmente mutilados e rasgados por dezenas de leões.

Quando a equipe anti-caça furtiva chegou, os leões ainda estavam devorando os restos dos caçadores.

Próxima Matéria
Isabela Araujo
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+