icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 histórias mais convincentes de Viajantes do Tempo

POR Ana Luiza Andrade EM Entretenimento 12/07/17 às 17h50

capa do post 7 histórias mais convincentes de Viajantes do Tempo

Duas grandes ciências do Universo intrigam os cientistas por não serem princípios exatos, mas sim relativos. Estamos falando do Tempo e do Espaço. O cientista alemão Albert Einsten, até hoje, é o homem que melhor explicou essas duas teorias. Ele foi o primeiro a observar que essas duas ciências podem sofrer variações de acordo com a perspectiva, e sendo assim, elas não passam da mesma maneira para todas as pessoas.

Um exemplo em relação a relatividade do tempo é a hipótese clássica do astronauta que viaja para o espaço. Quando ele retornar à Terra, os anos não terão passado pra ele da mesma maneira que para sua família. Eles terão envelhecido, mas para o astronauta poucos anos terão se passado. Sendo assim, o tempo é mesmo relativo.

Outro ponto interessante é a "Teoria da Relatividade Geral" também proposto por Einsten. Nessa teoria ele fala sobre a expansão constante do Universo e também sobre a existência de buracos negros.

Seriam esses buracos negros ou o dilatamento do espaço capazes de desdobrar corpos para outras dimensões? E se fôssemos capazes de atingir a velocidade da luz, nossos corpos se desdobrariam para outra realidade? Não é porque a ciência não pode provar essas teorias, por enquanto, que elas não sejam reais ou possíveis. Como não há uma verdade absoluta e a ciência está constantemente em desenvolvimento, temos que deixar nossa mente aberta para essas possibilidades.

Essas histórias impressionantes talvez possam mudar tudo que você acredita. Está preparado? Então abra sua mente e vamos embarcar nessas 7 viagens do tempo fantásticas:

1 - Maria Antonieta

Essa é uma história que aconteceu com duas professoras renomadas do Colégio Saint Hugh's em Oxford (Inglaterra). Tudo aconteceu em 1901, numa visita ao Palácio de Versailles, na França.

Anne Moberly e Eleanor Jourdain passeavam pelos corredores do palácio, quando de repente, ficaram assombradas. Maria Antonieta, a rainha, estava recostada numa cadeira do lado de fora do Petit Trianon, um retiro privado construído especialmente a pedido dela, por seu marido, o rei Luís XVI.

O que não fazia o menor sentido é que Maria Antonieta tinha sido executada em 1793, durante a Revolução Francesa que pôs fim à monarquia na França.

Maria Antonieta e todo aquele cenário antigo desapareceram assim que um guia se aproximou das professoras. A impressão foi tão forte que as duas escreveram um livro sobre a experiência. A história ganhou notoriedade devido a importância de Anne e Eleanor na comunidade acadêmica. O que elas ganhariam expondo suas carreiras ao ridículo? Elas não tinham motivo para inventar uma história dessas.

Por isso, essa viagem no tempo se tornou a mais bem documentada e famosa entre todas os episódios inexplicáveis já relatados.

2 - Avião futurista

Era o ano de 1935, quando o oficial militar aéreo, Robert Victor Goddard, foi mandando em uma missão para inspecionar um campo de aviação abandonado em Edimburgo. Não havia nada ali. Tudo tinha se perdido com o tempo. Na viagem de volta uma chuva pegou o oficial de surpresa e as condições climáticas fizeram com que ele tivesse que retornar ao campo outra vez, até que fosse seguro voar novamente.

Quando ele voltou para o campo abandonado, tudo estava diferente. A chuva tinha parado milagrosamente. O sol estava à todo vapor e o campo agora tinha mecânicos em uniformes azuis trabalhando. Robert também notou quatro aviões amarelos e um que ele nunca tinha visto antes.

A cena foi perturbadora para Robert. Ele estava alucinando? Quatro anos depois ele foi mandando novamente a uma missão novamente na mesmo perímetro. E qual a surpresa quando ele encontrou exatamente a mesma cena, e inclusive o avião que antes ele não tinha reconhecido, mas agora era familiar. O "Miles magister" que só foi construído em 1937.

Quando Robert o tinha visto 2 anos atrás, esse avião ainda nem existia.

3 - Um café mal passado

Charlotte Warburton estava passeando pela rua quando avistou um café que nunca tinha visto antes. O ano era de 1968. Ela resolveu entrar para conhecer o ambiente. Nada pareceu estranho até ali.  Ela tomou seu café e foi embora.

Mas dias depois quando ela procurou pelo mesmo estabelecimento percebeu que ele não existia mais e em seu lugar funcionava um supermercado. Era impossível! Não havia tempo hábil para derrubar o café e construir um supermercado no mesmo local.

Charlotte descobriu mais tarde que de fato, um café já tinha funcionado ali. Mas isso há muito anos atrás.  Charlotte tem certeza que tomou um café no passado.

4 -  Ataque aéreo do futuro

Dois jornalistas juram que tiveram uma experiência no futuro e não sabem exatamente como isso aconteceu.

J. Bernard Hutton, o redator, e Joachim Brandt, o fotógrafo, foram enviados por um jornal alemão para cobrir histórias do estaleiro de Hamburgo, isso em 1932. Mas os jornalistas foram pegos de surpresa e se depararam com um ataque de bombas. Bernard escreveu sobre o ataque aéreo e Brandt tirou fotos dos escombros.

Quando eles voltaram de viagem, algo estranho aconteceu. Ninguém acreditou na história. Nenhum outro jornal estava falando sobre isso. Para provar então, eles decidiram revelar as fotos que acabaram provando o contrário, estava tudo calma e intacto em Hamburgo. Os dois colegas de profissão acharam que tinham ficado loucos e trataram de esquecer a história.

Imagine então a surpresa da dupla quando onze anos depois abriram o jornal e leram sobre a Operação Gomorra, um ataque aéreo em Hamburgo. As fotos publicadas no jornal eram idênticas à cena que eles vivenciaram em 1932.

5 - Crianças-Aliéns

Se essa história é um mito ninguém sabe exatamente. O que se conta na cidade de Woolpit, na Inglaterra, é que a história é real e portanto é interessante ouvi-la.

O fato aconteceu no século 12. Duas crianças, um menino e uma menina apareceram na cidade completamente sozinhos. Eles não falavam inglês e a pele deles era verde. Exatamente, a pele deles era mesmo verde.

Um homem do vilarejo os acolheu. O menino morreu logo pouco tempo depois, mas a menina conseguiu sobreviver. Com o tempo ela aprendeu a falar a língua inglesa e então finalmente pode contar sua história.

A garotinha explicou que morava em um lugar escuro, debaixo da terra, que se chamava "Ilha de Saint Martin". O garotinho que tinha falecido era seu irmão, e ambos estavam cuidado do navio do pai quando encontraram uma caverna. Eles entraram lá. Andaram, andaram, até que tivesse passado um bom tempo, e foi então que eles acabaram saindo na cidade de Woolpit.

6 - Outra dimensão

Ano de 1954. Aeroporto de Haneda, Tóquio, Japão. Os agentes aéreos enfrentavam problemas com um passageiro. Ele pedia informações de onde estava e como ele poderia chegar no país chamado Taured.

Os funcionários pegaram um mapa e tentaram localizar o lugar misterioso. O passageiro apontou uma área entre a Espanha e a França e insistiu que Taured ficava bem ali. Mas os agentes sabiam que isso era impossível, ali ficava Andorra. Taured não existia.

O visitante aparentemente vindo de outra dimensão afirmou que Taured existia há mais de mil anos e que ele nunca tinha ouvido falar de Andorra.

Para perturbar ainda mais os agentes aéreos, o viajante do tempo confirmou a história mostrando seu passaporte que provava a origem daquele homem desconhecido. Até que fosse averiguada a situação do passageiro, os policiais o mantiveram trancado dentro de um quarto de hotel e detiveram o seu passaporte. Qual a surpresa quando descobriram que o homem tinha sumido do quarto? Ele não poderia ter fugido pela janela, era muito alto. E o passaporte? Desaparecido. O mistério do homem de Taured não foi solucionado até hoje.

7 - Quatro amigos e uma máquina do tempo

Geoff, Pauline, Len e Cyntia eram quatro amigos que estavam viajando pela França em meados de 1979. Em um certo momento, quando eles acharam que já estava ficando tarde, decidiram procurar um hotel para descansarem.

O hotel no entanto não parecia certo. As portas dos quartos só tinham trincos pesados de ferro, ao invés de fechaduras. E as janelas não eram de vidro, mas sim de madeira grossa. Mas tudo bem, pode ser que o hotel fosse apenas velho e estranho.

Na outro dia, durante o café da manhã, o grupo avistou dois gendarmes (oficiais da polícia francesa), mas eles estavam usando uniformes antiquados e também capas. Para ficar tudo ainda mais assustador a diária custou apenas 19 francos. Aquele preço não era normal, outros hotéis mesmo que simples, cobrariam no mínimo 200.

A história ficou por isso mesmo. Eles foram embora. Até que no percurso de volta resolveram se hospedar no mesmo lugar e descobriram que o hotel não existia mais. Foi quando procuraram por aquele modelo de uniforme que os guardas estavam usando e descobriram que aquele estilo não era usado desde 1905. Um verdadeiro mistério.

Se tudo isso é verdade ou não, não saberemos até que a ciência prove que é possível viajar no tempo. Enquanto isso, o ser humano pode se divertir imaginando situações como essa. Afinal, e se algo assim acontecesse com você? Você ficaria assustado, com medo? Se a ciência dissesse que a máquina do tempo foi inventada, para qual ano você gostaria de viajar? Para o passado ou para o futuro?

Afinal de contas, você acha que é possível viajar no tempo? Não esqueça de deixar o seu comentário sobre o assunto.


Próxima Matéria
avatar Ana Luiza Andrade
Ana Luiza Andrade
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest