icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 histórias mais surpreendentes que aconteceram durante a 2° Guerra Mundial

POR Bruno Dias EM Curiosidades 10/06/19 às 15h48

capa do post 7 histórias mais surpreendentes que aconteceram durante a 2° Guerra Mundial

A Segunda Guerra Mundial foi um grande conflito militar global que durou entre os anos de 1939 a 1945, e envolveu a maioria das nações do mundo, incluindo todas as grandes potências mundiais. Ela foi a maior guerra da história e chegou a ter 100 milhões de militares mobilizados.

Essa tragédia teve vários e numerosos erros estratégicos, violações do direito internacional e um grande número de militares. E entre as batalhas, estavam muitas ações militares bizarras e conexões familiares estranhas. Mas tudo foi bastante documentado e com reviravoltas que surpreendem qualquer aficionado por História. Mostramos aqui algumas dessas histórias.

1 - Sobrinho de Hitler

O sobrinho de Adolf Hitler, William Patrick Hitler, serviu na Segunda Guerra do lado dos EUA, depois de imigrar para os EUA. Ele se juntou à marinha e ajudou a combater os nazistas. Ele viu seu tio em um comício e depois o conheceu pessoalmente. Quando ele já estava nos EUA, ele escreveu um artigo de seis páginas chamado "Por que eu odeio meu tio", onde ele falava da personalidade abusiva do seu tio. William foi aceito na marinha depois de escrever para o presidente Franklin D. Roosevelt e foi aceito no dia 6 de março de 1944.

2 - Rei Edward VIII

Antes da Segunda Guerra, o rei da Inglaterra abdicou depois de se casar com uma mulher americana e foi reinserido como o duque de Windsor. Depois de ter visitado a Alemanha nazista, em 1937, ele foi alvo de acusações de ser um simpatizante nazista. E por causa da visita e familiaridade dos oficiais com o ex-real, uma conspiração foi elaborada pelo regime nazista e refletida em telegramas que Churchill queria destruir.

3 - Balões japoneses

No conflito, cerca de nove mil bombas incendiárias foram carregadas no Japão, e liberadas das ilhas japonesas para flutuar pelo Pacífico e lançar bombas no continente. Essas máquinas voadoras eram enormes. Chamadas fugu, elas foram a primeira arma intercontinental do mundo. Foram um tipo de bomba antipessoal de 15 quilos, quatro bombas incendiárias separadas de 4,5 quilos e uma bomba rápida para aniquilar qualquer registro do balão. Mesmo alcançando grandes territórios, o dano causado por eles foi pequeno.

4 - Dinamarca salva judeus

Durante o conflito, a Dinamarca mostrou uma medida de bravura em comparação a outros países como Holanda e Alemanha. Quando lidaram com a invasão alemã, os dinamarqueses resistiram ao massacre de cidadãos judeus. Eles os consideravam compatriotas e parte da sociedade dinamarquesa. A oposição deles contra o holocausto foi grande. A Dinamarca encontrou uma variedade de maneiras inteligentes de evitar os ataques nazistas contra a população judaica.

5 - Batalha pelo castelo de Itter

A batalha de Schloss Itter foi a única vez em que as tropas alemãs e americanas lutaram como aliadas. Em maio de 1945, o major alemão Sepp Gangl da Wehrmacht passou a não gostar dos nazistas e se uniu à resistência anti-nazista. E os homens que o seguiam se aproximaram das tropas americanas do 23º Batalhão de Tanques. Vários reféns foram mantidos no castelo de Itter, na Áustria, como barganha militar.

6 - Nobuo Fujita

Mesmo com os temores de um ataque aéreo nos EUA, o evento nunca aconteceu. Ou quase, exceto pelas inacreditavelmente ousadas, mas cautelosamente concluídas, missões feitas por um aviador da marinha japonesa, em 1942. O piloto japonês Nobuo Fujita era o único piloto inimigo a bombardear os EUA. Ele foi em uma tentativa de começar incêndios florestais como vingança para o ataque americano contra Tóquio. A forma como o ataque se desdobrou foi reconhecidamente assustadora na intenção e também na metodologia.

7 - Chanceler por um dia

O suicídio de Hitler deixou a Alemanha sem um chanceler no final da Segunda Guerra Mundial. Depois da morte de Hitler, o cargo teve que ser preenchido e a única pessoa a aceitá-lo foi Joseph Goebbels, o ministro da propaganda do Terceiro Reich.


Próxima Matéria
avatar Bruno Dias
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest