• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 histórias malucas dos filhos de assassinos em série

POR Mateus Graff    EM Terror & Sobrenatural      08/09/16 às 16h16

A Fatos Desconhecidos já fez várias matérias sobre serial killers, como por exemplo 8 serial killers mais sexy da história ou 5 crianças serial killers que dariam aulas de crueldade para os adultos. Nós sempre contamos a história desses serial killers e terminamos a história com a prisão ou morte do assassino, certo? O que as pessoas não sabem é dos impactos sobre as famílias e na sua própria família.

Não quer dizer que só porque a pessoa é filha de um assassino em série que ela também será, concordam? Mas os impactos de ter um pai ou mão assim podem sim fazer com que seus filhos também se tornem assassinos, ou não. Nessa matéria vocês verão tanto pessoas que seguiram os passos do pai quanto pessoas que hoje ajudam famílias de vítimas. Então, caros amigos confiram agora a nossa matéria com as 7 histórias malucas dos filhos de assassinos em série:

1 - Steve Hodel, filho de Dr. George Hodel Colina

001

Dr. George Hodel Colina estudou medicina em Los Angeles. Ao longo dos anos, ele foi acusado de ter relações sexuais com sua filha de 16 anos de idade e de ter matado a sua secretária. Ele também era o principal suspeito no assassinato de Elizabeth Short, embora ele nunca tenha sido condenado por esse crime. Seu filho, Steve, tornou-se detetive de homicídios, e ele mesmo escreveu um livro em 2003, alegando que seu pai era o assassino de Elizabeth Short. Ele até chegou a sugerir que seu pai era o infame assassino do zodíaco, mas isso nunca foi confirmado.

2 - Jenn Carson, filha do "assassino de bruxas" Michael Carson

002

Antes ela era uma conselheira para crianças com os pais na prisão, pois Jenn Carson viveu muito bem essa experiência. Seu pai e madrasta era assassinos que matavam pessoas que eles achavam serem bruxas nos anos 80. Eles cometeram três assassinatos antes de serem presos. Jenn lutava contra a depressão e por causa disso, desde que encontrou a paz, ela trabalha em ajudar as pessoas.

3 - Kerri Rowson, filha de Dennis Rader, o assassino BTK

2

Preocupado se o autor Stephen King poderia ganhar muito dinheiro usando a tristeza de muitas famílias inclusive a dela. Kerri Rowson finalmente quebrou seu silêncio sobre seu famoso pai, Dennis Rader, que matou 10 pessoas. Stephen King escreveu uma pequena história que mais tarde foi transformada em um filme chamado "Um Bom Casamento". King assegurou que sua família não seria mostrada de uma maneira ruim, e ele mesmo elogiou a bravura de sua mãe.

4 - Yury Odnacheva, filho de Andrei Chickatilo, o açougueiro de Rostov

003

Andrei Chikatilo mutilou e matou 56 mulheres e crianças na União Soviética entre 1978 e 1990. Ele deve ter influenciado muito o seu filho, Yury, que foi preso por tentativa de homicídio em 2009, após esfaquear um parceiro de negócios no estômago várias vezes. Tal pai tal filho?

5 - Melissa Morre, filha de Keith Jesperson

004

O pai de Melissa Morre estuprou e matou oito mulheres na década de 90, assinando cartas confessionais para a mídia com um sorriso no rosto. Sua filha descobriu isso quando era adolescente, e ela decidiu guardar isso para si mesma. Eventualmente, ela disse ao seu marido e tempo depois resolver escrever um livro sobre seu pai. Hoje em dia, mãe de dois filhos, ela é advogada para famílias de assassinos.

6 - Matthew Ridgway, filho do Gary Ridgway, o assassino de Green River

06-1

Gary Ridgway foi condenado por matar 49 mulheres e meninas em Washington entre 1982 e 1998, mas confessou ter matado duas vezes essa quantidade. De acordo com seu filho, ele era um presente e amoroso pai, apesar de ser um assassino brutal. Ele diz que se lembra de ir em grandes acampamentos com seu pai, o único problema é que seu pai matava mulheres a poucos metros de onde ele dormia.

7 - Michael Kallinger, filho do assassino e torturador Joseph Kallinger

07

Quando seu pai esquizofrênico começou uma onda de crimes, matando três pessoas e torturando quatro famílias, Michael Kallinger com apenas 13 anos estava ao seu lado. Joseph Kallinger foi preso e condenado à prisão perpétua, mas seu filho foi liberado, já que ele estava sob o controle do seu pai. Aos 21 anos, Michael mudou seu nome, e nunca mais ele foi visto desde então.

E aí amigos, já conheciam a história dos filhos dos assassinos em série? Comentem!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+