icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 histórias que poderiam facilmente se tornar um filme

POR Cristyele Oliveira EM Curiosidades 13/06/19 às 16h27

capa do post 7 histórias que poderiam facilmente se tornar um filme

Por mais surreal e surpreendente que a ficção possa ser, em alguns casos, a realidade consegue ser ainda mais surpreendente e interessante. Histórias reais podem ser tão inspiradoras e atrativas quantos os melhores filmes espaciais futurísticos. E felizmente, o que não faltam são grandes histórias de vida que poderiam facilmente se tornar um filme de sucesso. Algumas delas estão apenas esperando que os produtores de Hollywood comprem essa ideia e contem seus casos nas telas de cinema.

Existe uma enorme variedade de histórias reais com acontecimentos dignos de um filme premiado no Oscar. E quem não gosta de um filme baseado em fatos reais, não é mesmo? É claro que os de terror podem causar um pouco mais de medo, mas não deixam de ser interessantes e agregam mais veracidade ao que está sendo contado. Confira a seguir, 7 histórias reais que mereciam ser contadas na grande tela.

1 - A fuga de Niihau

Diretores de cinema adoram contar histórias com pano de fundo em grandes eventos históricos. O bombardeiro de Pearl Harbor, durante a Segunda Guerra Mundial, é bastante conhecido, porém um incidente peculiar que aconteceu em Niihau, nem tanto. No dia 7 de dezembro de 1941, os japoneses forjaram um ataque surpresa à base naval de Pearl Harbor. Nessa encenação, o avião do piloto japonês Shigenori Nishikaichi pousou em Niihau, uma pequena ilha habitada por havaianos. O piloto inimigo acabou sendo preso pelos nativos. Mas, alguns japoneses que vivem em Niihau conseguiram se comunicar com o piloto. Eles o ajudaram a planejar uma ousada fuga. O piloto conseguiu roubar algumas armas e causou um verdadeiro estrago na ilha. Porém, o cerco se fechou e acabou com Nishikaichi e um de seus comparsas sendo assassinados pelos nativos, mas não antes deles matarem muitas pessoas.

2 - Incidente em Dyatlov Pass

Dyatlov Pass fica em uma região remota da Rússia, e é conhecida pelo inverno rigoroso, com temperaturas que chegam até a 40° negativos. O lugar é o palco de um dos mais estranhos mistérios não resolvidos dos últimos cinquenta anos. Em 1959, um grupo de nove esquiadores viajavam pela região. Eles pretendiam telegrafar uma mensagem de volta para a cidade durante a viagem. Mas depois de vários dias sem nenhum sinal do grupo de esquiadores, uma equipe de resgate foi enviada.

Ao chegarem em Dyatlov Pass, os socorristas se depararam com uma cena de terror inexplicável. Cinco dos esquiadores foram encontrados congelados próximos às suas barracas, vestindo apenas roupas íntimas. E os outros quatro corpos foram encontrados meses depois enterrados sob a neve. O mais estranho é que os corpos estavam sem a língua e com sinais de fortes fraturas cranianas e torácicas causadas por alguma força de grande magnitude. Outro detalhe intrigante é que todos os corpos encontrados apresentaram níveis anormalmente elevados de contaminação radioativa. O caso ainda não resolvido daria um ótimo roteiro para um filme de terror.

3 - O ladrão de urânio

A história de um funcionário tentando extorquir dinheiro da empresa, usando material perigoso, poderia render um filme e tanto. E isso aconteceu em 1979. David Learnerd Dale era funcionário da usina da GE, em Wilmington, na Carolina do Norte. Ele conseguiu se infiltrar em uma área restrita e conseguiu roubar dois tambores de urânio enriquecido. Dale conseguiu sair da usina carregando os dois tambores do material perigoso e, posteriormente, tentou chantagear a empresa pedindo um valor de US$ 100 mil. Ele enviou ao chefe da usina um frasco com um pouco do material nuclear, e junto, uma carta o ameaçando de enviar frascos semelhantes para todos os grupos antinucleares do país caso não recebesse a quantia estipulada.

Era um plano ousado e que poderia ter funcionando. Mas ao invés de ceder à chantagem de Dale, a usina solicitou ajuda das autoridades que enviaram uma equipe para atuar no caso. Depois de uma investigação, Dale foi descoberto, aprendido e o material recuperado.

4 - Síndrome de Estocolmo

O termo "Síndrome de Estocolmo" remete à vítimas de sequestro que começam a simpatizar com o seu sequestrador. Mas muita gente não sabe que o termo se originou de uma longa situação de reféns durante um assalto a banco na Suécia nos anos setenta. Em 1973, Jan Erik Olson tentou roubar um banco, na cidade de Estocolmo. Quando a polícia chegou ao local, houve uma troca de tiros, e Olson fez quatro pessoas de reféns durante o embate. A polícia tentou negociar com o criminoso, e até o primeiro-ministro ligou para Olson para tentar chegar a um acordo.

Foi quando o primeiro-ministro recebeu um telefonema estranho de um dos reféns, que disse que estava incomodado com a maneira como a polícia estava lidando com a situação. E além disso, ele pedia pela liberdade dos criminosos. Depois de cinco dias, a polícia atacou o prédio e rendeu os bandidos. Todos os reféns saíram ilesos, mesmo que com uma reviravolta inesperada.

Filmes que abordam assaltos são comuns em Hollywood. Mas os desdobramentos do assalto de Estocolmo poderiam render uma reviravolta interessante de se ver nas telonas.

5 - A caça ao Barba Negra

O pirata Barba Negra é um personagem popular em vários filmes e programas de TV, sempre visto como uma figura caricata. Mas a versão histórica da morte do mais famoso pirata da história poderia render um ótimo filme. Edward Teach, mais conhecido como "Barba Negra", ficou conhecido como o mais ousado pirata do mundo graças às suas épicas batalhas em alto mar. Depois de receber perdão pelos seus atos ilegais, Barba Negra se retirou oficialmente da pirataria.

Mas, isso não fez com que os seus inimigos desistissem de se vingar. O governador da Virgínia recrutou um grupo de navios para caçá-lo. O que acabou se tornando um verdadeiro jogo de gato e rato. A caçada terminou com uma batalha espetacular entre o Barba Negra, seus piratas e os soldados do governo, onde, no final, o pirata acabou morrendo, ao tentar enfrentar sozinho vários soldados.

6 - A Raposa do Deserto

Erwin Rommel foi um dos maiores comandantes do lado alemão durante a Segunda Guerra Mundial. Rommel ganhou o apelido de "Raposa do Deserto" devido ao seu destaque no campo de batalha comandando a infantaria móvel alemã. Mesmo sendo um herói nacional, Rommel foi contra muitas das ordens de Hitler. Além de ser conhecido por tratar todos os prisioneiros com humanidade, desobedecendo as ordens do ditador.

Depois de voltar à Europa, Rommel estava convencido de que Hitler deveria ser derrubado. Então, ele se juntou a uma conspiração para retirá-lo do poder. Uma tentativa de assassinato falhou e o envolvimento de Rommel veio à tona. Rommel seria preso e julgado. Por conta disso, ele, imaginando que seria um processo muito doloroso ser torturado pelo governo, decidiu tirar a própria vida, em 1944. Rommel é muito respeitado pelos historiadores devido a sua atitude. Mas além disso, ele também era imprudente, qualidade que faria dele um personagem interessante para ser retratado em um filme.

7 - A vida de Nikola Tesla

Um filme que retrate a vida de Nikola Tesla, um dos maiores inventores da história, não teria um final feliz com certeza. Embora ele tenha levado uma vida conturbada e cheia de fracassos, as suas invenções ajudaram a mudar o mundo e merecem tal reconhecimento.

Tesla começou sua carreira de inventor trabalhando na empresa de Thomas Edison, na década de 1880. Não demorou para que os seus talentos fossem reconhecidos e ele começasse a estabelecer várias patentes para a empresa. Porém, em 1885, ele se separou de Edison devido à disputas financeiras. Depois disso, os dois se tornaram rivais para o resto de suas vidas. Anos depois, a sua invenção da Corrente Alternada se provou superior à falha da Corrente Direta do seu rival Edison. Apesar de seu brilhantismo, Tesla começou a apresentar sintomas graves de transtorno obsessivo-compulsivo. Nessa altura da vida, ele começou a fazer afirmações científicas loucas e passou os últimos anos da vida trabalhando em um "raio da morte". Sua mais bizarra invenção nunca chegou a ser colocada em prática. No entanto, ele morreu praticamente falido e considerado por muitos como um cientista louco.

E na sua opinião, qual dessas histórias renderia o melhor filme? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.


Próxima Matéria
Via   Toptezn  
avatar Cristyele Oliveira
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest