• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 histórias terríveis de sobreviventes da fúria da natureza

POR Renata G Pereira    EM Curiosidades      08/10/19 às 18h24

Já ouvimos muitas notícias sobre sobreviventes da fúria da natureza. Mas, antes disso, vale lembrar que o mundo em que vivemos é cenário de numerosas paisagens singulares. E que são ricas em beleza e riquezas naturais. Além de uma infinidade de povos e culturas diferentes. São praias paradisíacas, florestas, montanhas, vulcões, lagos, rios e cachoeiras, entre tantos outros lugares onde turistas do mundo todo visitam.

Porém, infelizmente, essas mesmas paisagens que proporcionam passeios e excursões incríveis, também são palcos de inúmeros desastres da natureza. O mundo já passou por centenas de desastres, furacões, tsunamis, vulcões em erupção, enchentes, terremotos e tornados.

E com isso, milhares de mortes foram causadas e deixaram muitos feridos pelo mundo. Conheça então, as 7 histórias de sobreviventes da fúria da natureza.

1- Casa completamente destruída pelo Tsunami

No ano de 2011, um terremoto, seguido por um tsunami, devastou parte do Japão. Ryo Konoya morava com sua família em Namie, na província de Fukushima a 1 km do oceano. Quando o terremoto aconteceu, Ryo estava no trabalho, e partiu para sua casa para ajudar sua família. Após o terremoto, um alerta de tsunami foi emitido, como nada aconteceu, Ryo achou que o perigo já havia se passado.

Estava tudo calmo, quando, de repente, o pai de Ryo gritou para que todos subissem para o telhado. Os pais e a irmã de Ryo subiram correndo, enquanto ele ajudava os avós a subirem as escadas. Foi quando Ryo olhou pela janela, e viu uma imensa onda se aproximando. Infelizmente, a casa não aguentou por muito tempo, e todos foram levados pela água. Ryo se segurou em uma árvore, e conseguiu descer quando a água recuou. Em um abrigo, ele encontrou seus pais e sua irmã, mas seus avós nunca foram encontrados.

2- Tornado, em Oklahoma

Em uma noite de maio de 2019, Preston Black, de El Reno, em Oklahoma, morava em um trailer com sua esposa, seus seis filhos e seus pais. Quando foram surpreendidos com um tornado EF3, durante 4 minutos, num evento drástico que percorreu 3,5 quilômetros. Com a força do tornado, o trailer virou de cabeça para baixo, e então foi levantado ao ar, e por fim, partiu em pedaços. Preston atingiu o chão, duas paredes e uma geladeira caíram sobre ele. Mesmo sendo esmagado e com dor, Preston tentou rolou por entre os escombros para ajudar sua família, sua esposa estava inconsciente ao seu lado. Seus filhos tiveram apenas ferimentos leves, Preston foi levado ao hospital, estava com os ombros e a clavícula deslocados, quatro costelas e uma omoplata estavam quebradas e seu pulmão perfurado. A esposa de Preston ficou com vários ossos quebrados.

3- Furacão em Orlando

Em 2018, Mark Hardgrove de Orlando, na Flórida teve uma reunião em Fort Lauderdale, aparentemente o clima estava ameno, com pouca chuva. Mark dirigia para sua reunião, enquanto chovia, ele reparou em nuvens escuras se formando. Quando se aproximava de seu destino, o vento se tornou mais forte, chicoteando as árvores ao redor. Mark ficou preso entre dois carros. E quando o furacão se formou, o carro de Mark foi suspenso no ar e lançado a 6 metros de distância. Mas, graças aos airbags de seu carro, ele sofreu apenas ferimentos leves, alguns caminhoneiros no local o ajudaram a sair do carro.

4- Uma bomba de lava

No ano de 2018, o distrito de Puna, na Grande Ilha do Havaí, foi inundado com fluxos de lava provenientes da abertura de inúmeras fissuras. Mesmo com a evacuação, alguns moradores resolveram ficar para ajudar, como Darryl Clinton, que morava a leste do bairro de Leilani Estates, que também foi atingido pela lava vulcânica. Após cinco dias ajudando, Darryl estava na varanda da casa de um amigo. Quando foi atingido por uma bomba de lava. Ele foi atingido no tornozelo, que foi arrancado de seu pé, o que causou um grande sangramento. Darryl foi levado ao Hilo Medical Center, para que fosse socorrido. Surpreendentemente, os médicos conseguiram salvá-lo.

5- Grande inundação

Em julho de 2017, em Phoenix, no Arizona, Cesar Garcia e sua família, um total de 14 pessoas, fizeram uma viagem para Roda d'Água, que fica na Floresta Nacional de Tonto, perto de Payson. Enquanto a família caminhava entre as colinas, uma chuva forte caia perto dali. Após 1,6 km de caminhada, Cesar e sua família foram surpreendidos por uma parede de água, que veio inundando tudo. A família foi separada pela água, Cesar se segurou em uma árvore, com sua filha nos braços. E, após duas horas, foi socorrido, Cesar com sua filha, se encontrou com sua esposa e seu filho no hospital. Mas perdeu sua mãe, o irmão, duas irmãs, o cunhado e cinco sobrinhas e sobrinhos naquele dia.

6- Chuva de pedregulhos

Em 2013, o Monte Mayon, localizado na ilha filipina de Luzon, entrou em erupção. Nesse dia, Roel Llarena e outros guias turísticos locais estavam liderando um grupo de turistas estrangeiros, em uma caminhada até Mayon. Enquanto o grupo subia a montanha, uma forte chuva começou a cair, com isso o grupo resolveu voltar. Foi quando uma coluna de cinzas explodiu acima do vulcão.

O grupo foi surpreendido por uma chuva de pedregulhos, do tamanho de minivans. Apesar das tentativas em se proteger, três alemães e uma espanhola foram atingidos pelas pedras. Resultando na queda deles, e seus corpos desapareceram. A explosão foi provocada pelas chuvas que entraram em contato, com depósitos de cinzas quentes na boca da cratera de Mayon. Roel sobreviveu e prometeu que nunca mais iria subir o Monte Mayon.

7- Uma poderosa avalanche

Em 2016, Mike Brede estava praticando esqui com seus amigos Brandon Byquist e Jason Hershey, perto de Lookout Pass, fronteira de Idaho-Montana. Quando ouviram um estrondo, foram varridos por uma avalanche. Mike puxou o fio do airbag, um dispositivo destinado a manter uma vítima de avalanche acima da neve para que fique visível aos socorristas. Mike caiu e pousou no chão, a neve o cobriu até o peito. Sua pélvis estava quebrada e a carne da perna foi arrancada, expondo sua tíbia e fíbula.

Jason e Brandon conseguiram chegar até onde Mike estava, tentaram socorre-lo, mas não tinham como levanta-lo do local, pois Mark estava preso. Chamaram a emergência, e depois de horas, já escurecendo, finalmente ouviram o helicóptero chegando. Mike estava hipotérmico, e após grande esforço, ele e seus amigos foram resgatados e levados ao hospital. Mike precisou de 6 bolsas de sangue, sua cirurgia durou três horas. E ficou internado por 10 dias, e sua recuperação levou mais um ano. Mas acima de tudo, Mike e os amigos estavam felizes por estarem vivos.

Próxima Matéria
Renata G Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+