• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 hoaxes famosos que apavoraram o mundo

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      18/01/20 às 19h55

Desde que o mundo é mundo, as pessoas são enganadas por trotes. Hoje em dia, mais do que nunca, as fake news, que estão por aí, que o digam. As hoaxes são uma forma de enganar um grupo de pessoas, fazendo-as acreditarem que algo falso é real. Antigamente, não existia o termo "fake news", então, as hoaxes eram mais famosas.

Muitos desse trotes eram apenas para gerar publicidade, mas acabaram aterrorizando as pessoas. Entre as milhares de fraudes que aconteceram ao longo da história, algumas foram mais famosas e mais chocantes. E nessas histórias fraudulentas, milhares de pessoas foram enganadas por mentiras fantasiosas. Ninguém pode culpá-las, afinal, em uma época em que não existia tanto acesso à informação, era ainda mais fácil enganar as pessoas. Hoje, isso é diferente, as pessoas têm acesso à informação, apesar que, mesmo assim, ainda são enganadas por hoaxes modernas. Confira a seguir, 7 hoaxes famosos que apavoraram o mundo.

1 - O Livro de Mórmon

O Livro de Mórmon é considerado, pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos dias, como um livro divinamente inspirado, de igual valor a Bíblia Sagrada. Joseph Smith, o fundador da religião Mórmon, afirma que ele foi guiado por um anjo até uma colina, onde encontrou tábuas de ouro contendo o texto completo do tal livro. Ele conta ainda que depois que terminou de traduzir o texto, ele teve que devolver as tábuas ao anjo, para que não restasse nenhuma evidência física de que elas realmente existiram. Um pouco suspeito, porém as pessoas acreditaram nessas escrituras. No entanto, especialistas em linguística afirmaram que o livro inteiro foi escrito por um único homem, e não uma combinação de autores, no caso, os tais profetas reivindicados por Smith. Além do mais, o livro ainda conta com incoerências vitais, que desmentem as afirmações do fundador da religião.

2 - As fadas de Cottingley

As chamadas Fadas de Cottingley são uma série de cinco fotografias antigas, representando uma menina em meio à supostas fadas. A irmã da menina na foto pegou a câmera do pai e saiu para tirar fotos, na frente da casa da família. Quando levou as placas para desenvolver, viu fadas nas fotos. O pai considerou as imagens falsas, mas a mãe das meninas acreditava, fielmente, na autenticidade das imagens e da presença de fadas. Em 1919, o assunto se tornou público, e chegou a aparecer até nos jornais da época. E muitas pessoas foram enganadas pela fraude. E a farsa continuou por cinquenta anos, até em que, em 1982, as meninas admitiram que as fotografias eram falsas. Até lá, muitas pessoas acreditaram na existência de fadas, graças a essas fotos.

3 - Autópsia Alienígena

Em 1995, Ray Santilli causou uma enorme comoção, quando afirmou possuir filmagens que mostravam uma "autópsia alienígena". Ele afirmava que tinha imagens, filmadas em uma barraca do exército americano, depois do incidente do OVNI, em 1947, em Roswell. Santilli mostrou o filme, pela primeira vez, a convidados da imprensa. E mesmo que a versão transmitida não mostrasse a tal "autópsia" real, as imagens inéditas de destroços, apresentados como sendo os restos da nave alienígena, foram creditados como a que apareceu em Roswell. E enquanto milhares de pessoas acreditaram na veracidade dessas imagens, em 2006, Santilli contou que o filme era apenas parcialmente real. O restante da gravação era uma reconstrução de 22 rolos de filme, com média de quatro minutos de duração.

4 - Homem de Piltdown

O "Homem de Piltdown" é um boato famoso, envolvendo fragmentos de um crânio e mandíbula, encontrados em um poço em Piltdown, em 1912. Na época, muitos especialistas acreditaram que os fragmentos eram restos fossilizados de uma espécie, até então desconhecida de humanos primitivos. Esse boato é provavelmente o boato arqueológico mais conhecido de todos. Ele foi exposto 1953, como uma falsificação, que consistia em um maxilar inferior de um orangotango, unido a um crânio de um homem moderno, completamente desenvolvido.

5 - Sereia Feejee

A Sereia Feejee foi apresentada, ao mundo, como um corpo mumificado de um suposta criatura metade mamífero e metade peixe. A tal sereia ficou exposta em um museu e se tornou uma das principais atrações da coleção. Em 1842, dois entusiastas decidiram explorar essa "curiosa suposta sereia". Ela foi batizada de "A Sereia Feejee". Mas acabou que, na verdade, a tal sereia era apenas um trabalho de um artesão indonésio. O artesão usou papel machê e materiais de peixes exóticos, para fazer a cauda de um peixe, e o tronco de um bebe orangotango, costurado com a cabeça de um macaco, para formar o resto do corpo.

6 - O Turco

O Turco era uma máquina de xadrez muito famosa no final do século 18. Ela era anunciada como uma máquina autônoma, mas que, posteriormente, se provou uma fraude. O Turco estreou em 1770, e a cada exibição, começava-se abrindo as portas e gavetas, para que a plateia inspecionasse a máquina. Cada pessoa poderia disputar uma partida de xadrez com uma "máquina", que curiosamente quase sempre ganhava as partidas. Isso porque o Turco era uma ilusão mecânica, que escondia um mestre de xadrez humano, operando a máquina. Com um operador bastante experiente, a máquina venceu a maioria dos jogos disputados.

7 - Monstro do Lago Ness

Uma das fotos mais icônicas do lago Ness é essa acima, que foi creditada como uma evidência da existência de um monstro vivendo no lago. E mesmo que desde o começo, a imagem tenha levantado dúvidas quanto a sua veracidade, muitas pessoas acreditavam que essa era a prova de que o tal monstro existia mesmo. Até que, na década de 1990, a farsa foi revelada. O fotógrafo Robert Kenneth Wilson nunca chegou a afirmar que se tratava de um monstro. Ele alegou apenas que tinha fotografado "algo na água". A foto que é geralmente cortada, é assim para dar a impressão de que o monstro é enorme. Enquanto na foto original, sem cortes, se vê a outra extremidade do lago e o "monstro" no centro.

Investigadores fizeram uma análise detalhada da imagem posteriormente. Eles identificaram um objeto branco evidente, indicando que a foto estava no negativo. O fato é que foi apenas um defeito no negativo na hora de revelar a imagem. Ou seja, nada de monstro.

E você, o que achou desses hoaxes? Qual o mais inacreditável de todos? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+