• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 idas mais horripilantes ao zoológico

POR Cristyele Oliveira    EM Mundo Animal      23/12/19 às 01h37

Geralmente, uma visita ao zoológico tende a ser um passeio agradável, para muitas pessoas, principalmente, para as crianças. Além de muito divertido, acaba também sendo uma ótima forma de aprendizado, onde os pequenos pode, desvendar mais com os próprios olhos, já que, ali, eles podem conhecer, de perto, muitas espécies animais. Desde animais pequenos e fofinhos, até os mais ferozes predadores do reino animal. Na maioria das vezes, ir a um zoológico é uma aventura muito feliz, onde você verá animais fazendo coisas normais de animais. Mas acontece, que, às vezes, "coisas normais de animais" significam se alimentar da presa mais próxima. E em alguns casos, isso pode ser o seu próprio cuidador. E sejamos honestos, esses animais não estão fazendo nada de errado. Até porque eles foram retirados de seus habitats naturais, para servir de entretenimento humano. E esse tipo de comportamento é totalmente natural, para um animal selvagem.

É claro que não deixa de ser uma tragédia, quando algo do tipo acontece. Mas o fato é que acontece. Mais do que a gente gostaria. Confira a seguir, 7 idas mais horripilantes ao zoológico.

1 - Zoológico de Delhi, Índia 2014

Em junho de 2014, um homem, identificado apenas como Maqsood, visitou o zoológico de Delhi, para visitar a exposição dos tigres brancos. O homem, de 20 anos, era obcecado por esses animais. Durante a exposição, Maqsood foi visto debruçado sobre a parede do recinto e foi repreendido por um funcionário do zoológico, para não fazer isso. Mas ele não obedeceu e acabou caindo dentro do recinto do tigre. O tigre branco de 7 anos de idade, quase dois metros de comprimento e 200 kg, se aproximou do homem. Enquanto o homem, agachado, implorava ou rezava, o tigre feroz mordeu o seu pescoço e o carregou para outra parte do fosso. Cerca de quinze minutos depois, o homem foi socorrido pelos funcionários do zoológico, mas já era tarde demais.

2 - Zoológico de Oregon, Estados Unidos, 1970

No dia 5 de julho de 1907, Roger Dean Adams e mais dois amigos decidiram visitar o zoológico de Oregon. Os três jovens, que estavam bêbados, encontraram o zoológico fechado mas, mesmo assim, invadiram o local e começaram a passear pelo recinto. Quando foram até o local onde ficavam os leões, Adams achou que seria uma boa ideia, chutar uma leoa dentro de seu recinto. Outro leão puxou o jovem para dentro da gaiola pela perna. Os amigos tentaram afastar o animal, jogando pedras e garrafas, mas não foi o suficiente. Eles então chamaram a polícia. Quando chegou ao local, os policiais tiveram que matar os dois leões, mas o jovem já estava morto. Sobre o incidente, o presidente do zoológico disse apenas que os leões, e apenas eles, estavam exatamente, onde deveriam estar.

3 - Zoológico de Calcutá, Índia, 1996

No ano novo de 1996, os jovens Prakesh Tiwari e Suresh Rai resolveram visitar o zoológico de Calcutá, na Índia. Lá, eles visitaram a exposição de tigres. Mas além de visitar, os rapazes atravessaram o fosso da exposição e ficaram, frente à frente, com um tigre de 13 anos, chamado Shiva. Rai jogou uma guirlanda no pescoço do tigre que não gostou da atitude e atacou o jovem. Para tentar ajudar seu amigo, Tiwari chutou o tigre no rosto e o animal voltou a sua atenção para ele. Os funcionários do zoológico perceberam a situação e correram para socorrer os rapazes. Eles conseguiram resgatar apenas Rai, já que Tiwari morreu no ataque do tigre.

4 - Zoológico Estadual de Assam, Índia, 2007

No dia 19 de dezembro de 2007, um homem, chamado Jayaprakash Bezbaruah, de 50 anos, visitava o Zoológico Estadual de Assam, com sua família. Na tentativa de tirar uma foto com um dos tigres do recinto, o homem ignorou as regras e escalou uma das barreiras da jaula dos tigres. Então, ele enfiou o braço entre as barras, e de repente, dois tigres o agarraram e, literalmente, arrancaram o seu braço. Bezbaruah foi levado ao hospital, mas morreu devido ao fato de ter perdido muito sangue.

5 - Zoológico Serpentarium, Estados Unidos, 1997

Em setembro de 1997, David Mark Wasson, de apenas 6 anos, visitava o zoológico Serpentarium de Miami p, junto ao seu pai. Os dois pararam em frente a cova dos crocodilos e o garoto foi colocado, pelo pai, no topo da parede do recinto, para que ele pudesse jogar comida aos crocodilos. Quando o pai se distraiu por um instante, o menino caiu no poço. Um guarda do local viu a cena, quando o crocodilo africano de três metros de comprimento atacou o garoto. Ele apertou fortemente as mandíbulas ao redor do peito do menino e começou a sacudi-lo, batendo a sua cabeça contra a parede. O crocodilo levou David para dentro da água, onde manteve o corpo do menino embaixo da água por cinco ou seis minutos. Ele só soltou o corpo do garoto, quando foi atingido nos olhos. David foi declarado morto no caminho do hospital.

6 - Zoológico Prospect Park, Estados Unidos, 1987

Em maio de 1987, Juan Perez, de 11 anos, e dois colegas visitaram o zoológico Prospect Park, no Brooklyn, em Nova York, depois que já tinha fechado o expediente. Era por volta de 19 horas, quando os três decidiram nadar no fosso dos ursos polares. Com a movimentação dos garotos, dois ursos polares, uma fêmea e um macho, acordaram. Quando Juan entrou na água, os ursos se aproximaram e ao invés de sair, ele começou a provocar os ursos. Nesse momento, um deles atacou o menino e o arrastou para longe. Os dois amigos correram para chamar ajuda. Quando a polícia chegou, encontraram os dois ursos brigando pelos restos de Juan. Os policias não tiveram escolha, a não ser atirar nos ursos, que também morreram.

7 - Zoológico de Pittsburgh, Estados Unidos 2012

Em novembro de 2012, Maddox Derkosh, de dois anos, estava em uma visita ao zoológico de Pittsburgh, com os seus pais. A família estava visitando a exposição de cães pintados, quando o menino foi colocado, pela mãe, no parapeito da jaula e caiu dentro do recinto dos animais. Os onze cães pintados atacaram o menino imediatamente. Mesmo com os cuidadores no local, não tinha muito o que fazer nessa situação. Quando, finalmente, conseguiram retirar o menino do recinto, ele já estava morto. Um dos cães teve que ser baleado, para soltar o corpo de Maddox.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+