• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 imagens de lugares remotos do planeta tiradas por satélites da NASA

POR Erik Ely    EM Ciência e Tecnologia      12/04/20 às 14h29

Recentemente, Michael Carlowicz e sua equipe da NASA lançaram o livro Earth. Nesse livro, eles selecionaram mais de 15 mil imagens de lugares remotos do planeta, tiradas por satélites da NASA. E, de acordo com o autor, a Terra nunca parece a mesma. "Nossa ideia era inspirar as pessoas, mas também fazê-las olhar para as imagens que vemos e dizer: 'o que é isso?'", conta Carlowicz, que escreve sobre ciência há 25 anos, e ainda fica fascinado com o movimento de constante mudança da Terra. "Uma parte disso tem a ver com a humanidade, e outra, com o planeta; mas é principalmente apenas natural", observa o escritor. De fato, sempre há novas maravilhas para serem estudadas e admiradas.

Ao longo das páginas do livro, é possível ver como os diferentes ciclos naturais funcionam, e que, juntos, atuam como um grande sistema que mantém a vida terrestre. Dessa forma, separamos alguns desses lugares que mostram como ciência e arte podem andar juntas. Durante o processo de escolha das imagens, os autores procuraram combinar as visualmente interessantes com as cientificamente curiosas. Assim, de aproximadamente 2,5 mil fotos, menos de cem foram selecionadas para a publicação. "Eu honestamente não tenho uma favorita", afirma o autor do livro. E, claro, nós também não. Por isso, separamos apenas algumas imagens que fascinam os olhos de quem vê.

1 - Baía Rupert, no Canadá

A corrente de um encontro de rios canadenses colide com o vaivém do mar e forma desenhos. Assim, o tom amarronzado vem de folhas, sementes, raízes e terra.

2 - Ilhas Aleutas, no Oceano Pacífico

Na foto, quatro vulcões se levantam do mar, eles são: Carlisle, Cleveland, Herbert e Tana. Dessa forma, como ficam em um dos lugares mais remotos do mundo, essas estruturas foram pouco estudadas.

3 - Uma região próxima ao Havaí, no Oceano Pacífico

Em agosto de 2016, os furacões Madeline e Lester quase atingiram o Havaí. Desde o fim da década de 1940, 15 fenômenos desse tipo passaram a cerca de 200 milhas náuticas da região.

4 - Norte da Patagônia, na América do Sul

Essa foto foi tirada na Cordilheira dos Andes, entre o Chile e a Argentina, onde campos de gelo se estendem por centenas de quilômetros. No entanto, elas são muito menores do que seu tamanho máximo, atingido há 18 mil anos.

5 - Rio Mackenzie, no Canadá

Na região norte do Canadá, vias fluviais cobertas de gelo se tornam estradas para que caminhões levem suprimentos a postos nas cidades de Inuvik e Tuktoyaktuk.

6 - Ilhas Cocos, no Oceano Índico

Também conhecidas como Keeling, as Ilhas Cocos ficam em uma região de atóis coralíneos. Ou seja, formações que são compostas de grandes colônias de animais pequenos, como águas-vivas, anêmonas e outros do filo cnidaria, um filo de animais exclusivamente aquáticos.

7 - Kilimanjaro Tanzânia, na África

Para os interessados em chegar até o cume congelado da montanha mais alta da África é necessário passar por uma diversidade de vegetações. Entre elas, podemos citar  uma savana seca e quente, uma floresta tropical e uma área de matagal. Entretanto, depois de chegar até o local, as imagens nos mostram que vale a pena enfrentar os desafios naturais.

O livro completo está disponível no site NASA Earth Observatory. E para acessá-lo, basta clicar aqui.

Próxima Matéria
Via   Revista Galileu  
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+