• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 imagens que mostram os serial killers da Netflix na vida real

POR Cristyele Oliveira    EM Terror & Sobrenatural      26/08/19 às 13h01

Se você assiste Mindhunter, um drama policial original da Netflix focado no crime, provavelmente sabe que se trata de histórias reais de vários assassinos em série. Mindhunter é inspirada na real história da Unidade de Ciências Comportamentais do FBI e como ela começou a analisar o comportamento de psicopatas e serial killers no final da década de 1970. A série é baseada no livro Mind Hunter: Inside the FBI"s Elite Serial Crime Unit, escrito por John E. Douglas e Mark Olshaker.

Embora seja inspirada em fatos reais, os nomes dos agentes envolvidos nas investigações foram alterados por motivos obvio. Mas os vários assassinos que aparecem no show são retirados diretamente da vida real. Um dos mais conhecidos provavelmente seja o notório assassino Charles Manson, mas além dele existem vários outros criminosos reais. Confira a seguir como são na vida real 7 serial killers que aparecem na série da Netflix. Fique à vontade para comparar as versões fictícias com as pessoas reais.

1 - Edmund Kemper

Edmundo Kemper, ou o "Co-Ed Killer", como ficou conhecido, foi considerado culpado de 10 assassinatos entre 1964 e 1973. Ele confessou ter assassinado os seus avós paternos quando tinha 15 anos de idade, quando foi preso pela primeira vez. Aos 21 anos, ele foi libertado e continuou a fazer vítimas. Entre elas, seis mulheres estudantes, além da sua mãe e uma amiga. Além de matar as vítimas, algumas por tiro, outras esfaqueadas ou sufocadas, ele ainda confessou que praticava necrofilia com os cadáveres. Atualmente ele cumpre pena em uma prisão da Califórnia.

2 - Richard Speck

Richard Speck é um dos últimos a ser entrevista do em Mindhunter. Em 1966, na época com 24 anos de idade, Speck estava na cidade de Chicago à procura de emprego. Certa noite ele ficou bêbado e acabou parando em uma casa onde moravam 8 estudantes de enfermagem. Ele forçou a entrada na casa portando uma faca, amarrou e matou sistematicamente cada uma das oito mulheres. O assassino morreu em 1991, vítima de um ataque cardíaco aos 49 anos de idade quando ainda estava preso.

3 - Denis Rader

Denis Rader, ficou conhecido como o "BTK Killer" (algo como o assassino que liga, tortura e mata). Ele matou 10 pessoas ao longo de 20 anos, quando foi preso e condenado em 2005. Durante anos, o assassino enviou cartas e pistas para a polícia, como uma forma de afronta. Rader era obcecado por nós e submissão, tanto que depois de ligar para as suas vítimas, ele as sufocava ou estrangulava. Inclusive isso é levantado na série. Atualmente ele está preso no Centro Correcional de El Dorado, no estado do Kansas.

4 - David Berkowitz

David Berkowitz só aparece no começo da segunda temporada de Mindhunter, quando dois agentes vão entrevista-lo. O verdadeiro assassino matou seis pessoas e feriu outras sete durante o período de um ano. Incialmente, Berkowitz disse que cometeu os crimes porque segundo ele estava seguindo ordens de um demônio que possuía o cachorro do seu vizinho. Depois de um tempo ele veio a se declarar culpado dos crimes, desmentindo a alegação de influência demoníaca.

5 - William Pierce Jr.

William Pierce Jr. é um serial killer condenado pelo assassinato de 10 pessoas, entre elas Peggy Cuttino, de 13 anos, filha do senador da Carolina do Sul James Cuttino. Atualmente ele ainda está pagando pelos seus crimes em uma prisão na Geórgia.

6 - Elmer Wayne Henley Jr.

Elmer Wayne Henley Jr. é o responsável pelo que foi chamado de "assassinatos em massa de Houston". Detalhe, Henley foi considerado culpado pelo juro quando ainda tinha 18 anos. No total, ele assassinou 27 meninos e meninas. Depois de atirar e matar Dean A. Corll outro acusado no caso, Henley confessou as autoridades os assassinos e os levou até os locais onde enterrou os corpos. Hoje, ele cumpre a sua sentença de prisão perpétua em uma prisão do Texas.

7 - Charles Manson

serial

Diferentemente dos outros criminosos dessa lista, Charles Manson não era um serial Killer, mas ele foi o responsável por planejar as mortes de sete pessoas. Manson fundou e liderou o culto de pessoas chamado "Família Manson", juntos ele os seus seguidores mataram nove pessoas ao longo de 1969. Um dos mais famosos assassinatos envolvendo a família Manson está o da atriz americana Sharon Tate e outras pessoas que foram brutalmente esfaqueados até a morte na casa dela.

E você, o que achou das representações fictícias desses serial killers? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+