• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 migrações mais bizarras do reino animal

POR Diogo Quiareli    EM Mundo Animal      30/01/20 às 15h54

Todos nós odiamos transportes públicos, não é mesmo? Só quem precisa enfrentar um metrô lotado, às 7 horas da manhã em plena quarta-feira, consegue entender do que estamos falando. No meio do empurra-empurra, o que mais desejamos é trabalhar em casa ou ter um veículo próprio. É é aí, que nos lembramos de como é o trânsito na hora que precisamos ir ao trabalho. De fato, a vida do ser humano não é tão simples assim. Mas, o que poucos sabem, é que o reino animal  também enfrenta problemas um tanto parecidos com esses. A diferença é que não precisam usar o transporte público, mas eles precisam realizar viagens longas por todo o mundo.

Geralmente, esses deslocamentos dos animais servem para acasalar, dar à luz ou até mesmo para encontrar comida. Eles percorrem distâncias longas por vários quilômetros e isso é chamado de migração. Foi pensando um pouco sobre isso que resolvemos trazer essa lista para você, caro leitor. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou algumas das migrações mais bizarras do Reino Animal. Confira conosco e já compartilhe com seus amigos.

As migrações mais bizarras do reino animal

1 - Baleias cinzentas

Esses mamíferos maciços costumam caçar krill. Além disso, esses animais gostam de dar à luz no Havaí. No entanto, em todo o verão, as baleiras partem para as águas frias do Alasca. Essa migração percorre mais de 18 mil quilômetros, todos os anos.

2 - Caribu

É difícil acreditar que algum animal consiga sobreviver no frio do ártico. No entanto, o gigante Caribu é capaz. Centenas de milhares de indivíduos compõem os maiores rebanhos de Caribus. Sendo assim, eles partem para encontrar comida e sobreviverem. Os animais migram para o Alasca, viajando 1.500 quilômetros por ano.

3 - Tartaruga Marinha

Esse é outro animal que faz migração extrema. Usando o campo magnético da Terra, as tartarugas marinhas navegam nos mares para voltar às praias onde nasceram. Assim, colocam seus próprios ovos. Algumas viagens demoram mais de 600 dias, sendo percorridos até 12 mil milhas.

4 - Pinguins

Caso você não saiba, esse animal é um pássaro que não voa. Na Antártida, os pinguins Adelie viajam dos criadouros, para o oceano todos os anos. Assim, eles ficam expostos à luz solar. O circuito migratório faz com que eles partam em uma jornada de 13 mil quilômetros.

5 - Salmão

Anualmente, os salmões migram quase 3 mil milhas do Oceano Pacífico, até a montante, que é local de nascimento. Eles são capazes de sobreviverem em águas doces e salgadas. Os peixes são guiados para casa pelo seu olfato, que os leva rio acima. Quando chegam no local de nascimento, colocam seus peixes.

6 - Caranguejos

Diversas espécies de caranguejos migram da água para a costa para acasalar. Na Ilha de Christmas, milhões de caranguejos vermelhos chega à praia, enchem as ruas da orla, a fim de acasalar antes de voltarem para o mar e colocar seus ovos.

7 - Andorinha-do-mar ártica

Esses pássaros detêm o recorde de migração mais longa. Anualmente, essa espécie migra 44 mil milhas anualmente, cerca de 70 mil quilômetros.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Oddee  
Diogo Quiareli
Geminiano, 25 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+