• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 jogadores de eSports que já foram presos

POR Erik Ely    EM Entretenimento      29/06/20 às 08h39

No mundo dos esportes, sempre ficamos sabendo quando um jogar se envolve em um grande escândalo. Mas, e no caso dos jogadores de eSports? Muitos jogadores profissionais de esportes eletrônicos, como League of Legends (LoL), Street Fighter ou DotA 2, já acabaram indo parar atrás das grades e você pode não saber. Por isso, separamos 7 jogadores de eSports que já foram presos.

No caso de ilegalidades cometidas dentro dos jogos, as punições podem variar conforme a infração. Desse modo, é comum os jogadores serem punidos por toxidade ou pelo uso de programas ilegais, como hacks, em torneis competitivos. No caso de crimes cometidos fora dos games, as regras são as mesmas para qualquer pessoa. Assim, esses são casos de "pro players" que acabaram indo parar atrás da grades.

1 - Frederico "atx", de Counter Strike 1.6 (CS 1.6)

Sendo um nome bastante conhecido na cena carioca, o ex-jogador também era bastante conhecido em outros lugares. Dessa forma, o jogador de 25 anos que chegou a atuar Pain Gaming, uma grande equipe de eSports no Brasil, foi pego com grande quantidade de entorpecentes. Assim, depois de encerrar sua carreira em 2016, o ex-jogador foi acusado de tráfico de drogas e associação com o tráfico em 2018.

2 - Shayene "shAy" Victorio, de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO)

No início desse ano, a ex-jogadora foi condenada a 116 anos de prisão por estelionato. De acordo com a sentença, a empresa da qual Shayene era sócia foi acusada de não efetuar pedidos feitos entre 2013 a 2017. Além disso, "shAy" deverá pagar mudar e poderá recorrer em liberdade.

3 - Kenji "Kuroda" Kuroda, de Street Fighter III: 3rd Strike

Sendo odiado por alguns e amados por outros, o terceiro game da franquia Street Fighter mantém uma grande legião de fãs no Japão. Entre eles, está Kenji "Kuroda" Kuroda, uma verdadeira lenda no jogo. Contudo, em 2018, "Kuroda" foi acusado de abusar sexualmente de uma jovem menor de idade do colegial. Assim, quem descobriu o crime foi a própria mãe da vítima. Após a acusação, o jogador confessou o crime.

4 - Li "Vasilii" Wei-Jun, de League of Legends (LoL)

Ao longo de sua carreira, Li "Vasilii" Wei-Jun cometeu diversas falhas de conduta em competições. Entre elas, podemos citar uma vez que quebrou um teclado após uma derrota ou quando abandonou uma partida para reclamar com o árbitro. Entretanto, o momento mais grave veio em 2017. Nesse ano, o jogador perdeu uma partida e começou a agir de forma extremamente violenta. Em seguida, sua namorada veio acalma-lo. No entanto, "Vasilii" começou a também agredir a própria namorada. Após alguns minutos, a polícia apareceu e o jogador foi detido por violência doméstica. Depois disso, ele perdeu seu contrato e foi banido do eSports por 20 meses. De toda forma, essa punição se encerrou em janeiro deste ano.

5 - Andre "OMGItzAndre" Howard, de Ultimate Marvel vs Capcom 3

Em 2016, "OMGItzAndre" foi preso por fraude de identidade e uso irregular do cartão de crédito. Mas, além disso, o jogador também foi acusado de não pagar quartos de hotéis, comportamento tóxico e por ter agredido uma ex-namorada em 2015. Dito isso, ele foi banido de diversos eventos e perdeu seu contrato com a Mutiny Gaming.

6 - Lee "Life" Seung Hyun, de StarCraft II

Sendo considerado um dos melhores jogadores de StarCraft II de todos os tempos, "Life" também se envolveu em um dos episódios mais polêmicos do mundo dos games. Isso porque, em 2016, o jogador foi acusado de perder de forma intencional em troca de dinheiro. Como isso é considerado um crime na Coreia do Sul, "Life" foi preso foi condenado a 18 meses de prisão. Além disso, ele também pagou multa, foi banido de forma permanente KesPa e sofreu um banimento de três anos do próprio jogo.

7 - Tomoyuki "Katsuninken" Inui, de Dead or Alive

Em 2005, "Katsuninken" venceu o torneio Dead or Alive Ultimate na World Cyber Games. Nesse ano, ele recebeu a premiação de US$ 15 mil pelo campeonato. No entanto, em 2019, "Katsuninken" foi pego roubando um total de US$ 23 mil de uma mulher de 84 anos, em um hotel em Tóquio, no Japão. Depois de ser questionado sobre o caso, o jogador afirmou que, por conta do fracasso do jogo, ele foi obrigado a sobreviver de roubos desde 2016.

Próxima Matéria
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+