• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 leis verdadeiras que lidam com regulamentação de contato extraterrestre e do espaço

POR PH Mota    EM Ciência e Tecnologia      13/03/17 às 19h23

Muitas pessoas adoram passar horas discutindo a possibilidade de contato com espécies de extraterrestres a partir da exploração espacial ou de uma invasão alienígena, mas até hoje não vimos nada disso fora das obras da ficção que decidiram explorar o tema.

Ainda assim, agências espaciais como a NASA ou órgãos de política internacional como a Organização das Nações Unidas desenvolvem regulamentações específicas para situações de encontro com outras formas de vida no espaço. Caso astronautas encontrem aliens durante viagens espacias, precisam agir conforme as regras ou as coisas podem dar muito errado, ao menos segundo as expectativas.

Conheça aqui algumas leis e regras que devem ser levadas em conta quando o assunto é vida extraterrestre.

1 - Regras para primeiros contatos

Para explorar regiões que possam conter vida no espaço, as agências espaciais deve seguir algumas regras para evitar a possível contaminação de humanos. É por isso que robôs enviados para Marte não registram água encontrada no local, pois os padrões de esterilização da tecnologia não são considerados seguros para exploração da região especial.

Além disso, humanos também não podem visitar as áreas até que robôs capacitados tenham feito estudos iniciais nos locais. Apesar disso, organizações como NASA e Space X pretendem organizar missões que possam enviar humanos à Marte.

2 - Astronautas devem ser colocados em quarentena

Em 1969, o Congresso Nacional dos Estados Unidos aprovou uma lei que obriga todos astronautas que fizeram alguma missão no espaço a passar por um processo de quarentena. A regulamentação foi aproveita depois da missão Apollo 11, quando a NASA estava preocupada com novas formas de vida no espaço.

A lei, no entanto, foi deixada de lado em 1977, depois que várias missões espaciais no espaço mostraram que os astronautas não voltavam contaminados depois de suas viagens. Ainda hoje, algumas pessoas acreditam que a lei está em vigor e confundem sua interpretação, acreditando que o regulamento impede que astronautas entrem em contato caso realmente descubram novas formas de vida no espaço.

3 - Vida alienígena deve ser reportada à ONU

A Organização das Nações Unidas criou um tratado para determinar algumas normas de regulamentação para exploração e outras atividades espaciais na Lua e outros corpos celestes, em 1967. A princípio, foi assinado por líderes de Rússia, Reino Unido e Estados Unidos, mas já conta com a participação de mais de 125 nações.

De acordo com o artigo 5 do tratado, todos os governos se comprometem a informar imediatamente às outras nações de qualquer fenômeno espacial que possa apresentar sinal de vida extraterrestre ou qualquer forma de ameaça em potencial para a vida humana ou segurança de astronautas.

4 - Aliens e humanos são iguais

Em 1953, Andrew Hale publicou um artigo em que discutia a ideia de tratar aliens com respeito e consideração, como devemos fazer entre humanos. Andrew era advogado e vice presidente da Federação Aeronáutica Internacional. A recomendação dele foi baseada em três princípios básicos:

1) Humanos não devem ferir aliens
2) Aliens e humanos são iguais
3) Humanos devem reconhecer o desejo de aliens para viver e ter um espaço seguro para tal

5 - Astronautas são mensageiros enviados da Terra

Com toda regulamentação sobre a exploração espacial, as Nações Unidas decidiram incluir uma seção especial em seu tratado que reconhece os astronautas como enviados da humanidade para o espaço. Isso nos faz pensar se esses profissionais recebem algum tipo de tratamento para conseguir fazer um primeiro contato com alienígenas sem colocar a própria vida ou a humanidade em risco. Porém, de acordo com o astronauta norte-americano Clayton C. Anderson, a NASA não inclui primeiros contatos com extraterrestres em nenhum de seus programas de treinamento.

6 - Abduções foram consideradas legais

O primeiro humano a receber atenção por relatos de uma abdução alienígena foi um brasileiro chamado Antônio Vilas Boas, que teria sido raptado aos 23 anos de idade, em 1957. Sete anos antes disso, o exército dos Estados Unidos já havia desenvolvido um plano chamado Sete Passos para o Contato, que incluíam etapas na primeira comunicação com seres de outro planeta.

Caso as espécies fossem vulneráveis, a recomendação é que eles fossem abduzidos para serem estudados antes de mandados de volta. Isso quer dizer que enquanto temos medo de ser capturado por aliens, estamos planejando fazer o mesmo com criaturas de outro planeta que possam ser encontradas por aqui.

7 - A Terra é dona do espaço

OK, pode parecer muito arrogante, mas as leias da Terra não reconhecem outras autoridades no espaço. De acordo o tratado espacial das Nações Unidos, nenhum ser ou país pode ser dono de nenhum território no espaço pois elas são de propriedade de toda a humanidade.

Assim como no caso de navios, o acordo determina que habitantes de uma nave espacial ou de uma eventual colônia devem seguir as leis do país responsável pelo envio ao espaço. Por exemplo, caso a NASA envie pessoas de todo o mundo numa missão de exploração à Marte, todos os enviados deverão seguir as leis dos Estados Unidos, e não leis próprias do espaço ou de seus países de origem.

Essas são só algumas das leis e regulamentações definidas sobre a exploração espacial, mas é bem verdade que assim que os avanços tecnológicos permitirem novas descobertas, todas podem precisar de uma revisão urgente.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+