icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 lições de educação das famílias reais

POR Jesus Galvão EM Curiosidades 03/05/19 às 17h52

capa do post 7 lições de educação das famílias reais

O mundo está ansioso para conhecer o filho primogênito do príncipe Harry e de sua esposa, Megan Markle. Por ter violado tantas vezes as tradições da família real britânica, não se sabemos qual será a abordagem da Duquesa de Sussex para criação de seu filho. Ela seguirá os protocolos ou se tornará uma mamãe liberal?

Rumores já apontaram que o casal talvez desista de seus títulos para que sues filhos possam ter uma infância feliz e mais tranquila. Pensando nisso, hoje, listamos para vocês como foram a infância de alguns príncipes e princesas das famílias reais ao redor do mundo e o método empregado para educa-los. Confira!

1 - Família real da Noruega

O Príncipe Herdeiro norueguês Haakon e sua esposa Mette-Marit tiveram dois filhos: Ingrid Alexandra da Noruega e Sverre Magno da Noruega. Mette-Marit ainda possui outro filho, Marius Borg Høiby, que ela teve antes de se casar com Haakon. Apesar da falta de título em seu nome, o jovem Marius realizou algumas funções reais públicas.

Entretanto, em 2017, ele pediu para ser afastado. Agora ele vive uma vida normal e até mesmo possui uma conta no Instagram onde compartilha um pouco de sua vida com seus seguidores. A vida dos irmãos mais novos de Marius é bem tranquila. Ambos frequentaram escola pública e em uma entrevista, Ingrid chegou a admitir que, quando ela era pequena, ela sequer sabia que era uma princesa.

2 - Família real da Suécia

O segundo filho do Rei da Suécia, Carl Philip, se casou com a Princesa Sofia Cristina Hellqvist. Eles são completamente contra as redes sociais e o uso frequente de dispositivos eletrônicos. Eles até mesmo escreveram um livro chamado Handbok för nätföräldra, que pode ser traduzido como Manual para pais da Internet.

No livro, são abordadas questões como cyberbullying e assédio online. No 'manual', eles aconselham a minimizar o tempo gasto pelas crianças online. Vitória, Princesa Herdeira da Suécia, e seu marido Daniel possuem dois filhos: Estelle e "scar. Eles são criados para ser tão sociáveis quanto seus pais. Eles os acompanham em visitas a abrigos, famílias carentes, escolas, entre outros.

3 - Família real da Dinamarca

O herdeiro do trono dinamarquês, Frederick, e sua esposa, Mary, tiveram quatro filhos: Christian, Isabella e os gêmeos, Vincent e Josephine. A família do príncipe é conhecida por exercer a democracia na educação dos filhos. Eles podem fazer algumas brincadeiras e, às vezes, até mesmo faltar a escola.

As crianças são levadas por Mary de bicicleta para a escola. Eles levam um estilo de vida ativo e praticam esportes. A família de Frederick até mesmo participa de algumas competições.

4 - Família real da Holanda

O rei dos Países Baixos, Willem-Alexander, e sua esposa, Maxima, tiveram três filhas. Umas das coisas a serem feitas para se criar três princesas é garantir uma infância feliz. O casal permite que as meninas desfrutem de sua vida de adolescentes como se fossem quaisquer outras meninas. Elas estudam em escolas comuns e são amigas de seus colegas de classe.

Os pais tentam proteger suas filhas da atenção dos paparazzis e jornalistas. Willem-Alexander é convicto de que você não pode ser um bom monarca se você não teve uma infância normal. E isso inclui a privacidade, que deve ser protegida.

5 - Família real da Espanha

Felipe VI, que é o rei da Espanha, e sua esposa, Letizia, tiveram duas filhas: Leonor e Sophia. As meninas têm uma educação verdadeiramente aristocrática. As meninas frequentaram o jardim de infância para filhos da Guarda Real Espanhola e, atualmente, frequentam a escola que seu pai estudou.

Elas têm aulas de boas maneiras, balé e velejam em iates. Além de serem poliglotas. Leonor, além de inglês e francês, também ensina árabe e mandarim. Ela ainda é fluente nas línguas nativas de seu país, incluindo o Basco.

6 - Família real de Liechtenstein

O príncipe-soberano de Liechtenstein, Hans-Adam II, e sua esposa, Marie Aglaë, decidiram que não contariam com a ajuda de uma governanta para a criação de seus filhos. Uma babá era contratada somente quando necessário. Em uma entrevista, Hans-Adam II admitiu que ele pessoalmente trocava as fralda das crianças. Isso antes da invenção das fraldas descartáveis.

7 - Família real do Reino Unido

Da infância da Rainha Elizabeth II, passando pelo príncipe Charles, a criação dos herdeiros da coroa britânica se tornou muito mais liberal. Não era incomum vermos a princesa Diana abraçando seus filhos em público, o que antes não era aceito. Ela chegou a levar os pequenos William e Harry ao McDonald's e lhes permitia brincarem no palácio.

Kate Middleton, esposa do príncipe William, adotou um modelo semelhante de educação. Entretanto, as tradições ainda são muito fortes na família. Por exemplo, antes de completarem 8 anos de idade, os meninos devem usar shorts e jogar Banco Imobiliário é estritamente proibido.

A filha mais velha de Elizabeth II, Anne, visando proteger seus filhos de uma criação tão rigorosa, recusou o título oferecido pela rainha. Seus filhos são muito gratos por ela ter decidido de tal modo.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.


Próxima Matéria
avatar Jesus Galvão
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest