• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 maiores controvérsias arqueológicas

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      26/10/18 às 18h13

A ciência é basicamente a arte da experimentação. Diversas novas descobertas surgiram justamente por muitos cientistas e pesquisadores percorrerem esta trilha do desconhecido. Por isso, controvérsias são muito comuns no meio científico e a arqueologia não seria uma exceção.

Apesar das múltiplas ferramentas disponíveis que auxiliam esses profissionais a conhecerem cada dia mais a história da humanidade, muito de seu trabalho também consiste na experimentação e na interpretação das informações. Hoje, trouxemos para vocês algumas descobertas que acabaram gerando muitas controvérsias na comunidade científica. Confira!

1 - O cavalo branco de Uffington

A figura pré-histórica na colina foi encontrado em Uffington, Oxforshire, na Inglaterra e possui cerca de 3 mil anos de idade. O desenho foi feito em trincheiras profundas que foram preenchidas com giz branco esmagado. Há muito tempo os pesquisadores estão divididos se a figura realmente representa ou não um cavalo.

2 - O candelabro de Paracas

Os mistérios sobre as linhas de Nazca, no Peru, deixam as pessoas até hoje de cabelo em pé. Porém, outro geoglifo próximo à elas, o Candelabro de Paracas, deixa os arqueólogos igualmente desconcertados. Alguns acreditam em um significado religioso. No entanto, o candelabro foi esculpido em um colina e pode ser visto a cerca de 20 km de distância, desde o mar. Devido a isso, possivelmente o desenho pode representar um marco aos marinheiros.

3 - Minarete de Jam

Este minarete bem preservado no Afeganistão já foi tema de muita controvérsia entre pesquisadores. A data de sua construção e de seu propósito ainda são uma incógnita. Apesar de que há uma inscrição na construção onde, aparentemente, estão inclusas essas informações. Entretanto elas não estão claramente legíveis.

4 - A morte de Alexandre, o Grande

A maioria dos pesquisadores acredita que a morte do rei Alexandre, o Grande, tenha ocorrido em 10 de junho de 323 a.C., no palácio Nabucodonosor II, na Babilônia. Entretanto, a maneira exata como tudo ocorreu ainda divide opiniões e ainda é motivo de debates acalorados.

5 - Tábuas Tártaras

Descobertas na Romênia, em 1961, essas três tábuas têm sido fonte de controvérsias entre arqueólogos. Especialmente sobre uma possível data de sua criação e o significado por trás delas, e se elas de fato representam ou não uma forma mais antiga de escrita.

6 - White Shaman Rock

As inscrições rupestres de 7 metros de altura foram encontradas no Texas e levaram a comunidade científica para um grande debate sobre o seu significado e propósito. Dentre as teorias levantadas sobre elas, se incluem rituais realizados antes de batalhas a antigas cerimônias e rituais religiosos.

7 - Runamo

Localizado na Suécia, esse dique rachado, com uma suposta inscrição rúnica, levantou debates acadêmicos recentemente. Cientistas e pesquisadores buscam compreender se as rachaduras seriam uma forma de escrita real ou apenas rachaduras resultantes do desgaste natural do dique.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Próxima Matéria
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+