icone menu logo logo-fatos-historicos.png


7 maiores maluquices feitas por reis da Idade Média

POR Gustavo Camargo EM História 30/11/17 às 14h49

capa do post 7 maiores maluquices feitas por reis da Idade Média

A história é cheia de monarcas e reis que sofreram com a insanidade. É difícil dizer que as ações dessas pessoas foram verdadeiramente o resultado da loucura, ou se os eventos foram sensacionalistas. Parecia algo comum homens reais ficarem loucos. Alguns desses monarcas eram cruéis e violentos, reinando com mãos de ferro, sem dó ou piedade em suas ações.

Na psicologia, a insanidade mental consiste em um estado de fragilidade e confusão da mente. Esse problema pode ser resultado de uma psicose e pode se manifestar através de paranoia, depressão, melancolia e etc. Bom, nós da Fatos Desconhecidos trouxemos para nossos leitores as sete maiores maluquices feitas por reis da Idade Média. Confira:

1 - Imperatriz Anna da Rússia

Anna governou como Imperatriz da Rússia de 1730 a 1740, mas não nasceu em uma família real. Ela foi criada pelo Supremo Conselho Privado da Rússia para virar Imperatriz um dia. O conselho tinha planos de controlar o governo pelas sombras, manipulando Anna, mas a jovem tinha outros planos em mente. Anna durante dez anos de reinado atormentou o pessoal do conselho. Em um exemplo mais famoso de sua insanidade, ela fez um dos príncipes antigos virar sua empregada doméstica, pois descobriu que sua esposa, morta na época, era católica. Anna ainda organizou seu casamento e teve um palácio especial feito de gelo para a ocasião. Tudo isso durante um dos mais duros invernos que a Rússia havia enfrentado nos últimos anos.

2 - Rei Carlos VI da França

Rei Carlos VI foi coroado em 1380, quando tinha apenas onze anos de idade. Aparentemente era um bom rei, até que a insanidade tomou conta. Anos mais tarde, com as evidências da loucura, foi apelidado de Charles, O Louco. O primeiro relato do ataque de loucura do rei foi quando ele viajava com seus homens. No meio da viagem ele matou um dos próprios cavaleiros. Após o incidente, o rei ficou em coma.

3 - Imperador Justin II

Justin foi um imperador romano oriental de 565 a 578. Seu reinado inclui guerras com a Pérsia e a perda de grandes partes da Itália. Depois de algumas campanhas desastrosas, nas quais os persas invadiram a Síria e capturaram uma fortaleza de Dara, Justin teria enlouquecido. Ele teria perdido toda a noção de si, fazendo exigências bem estranhas como, a ordem de tocar uma música da época em todos os lugares do palácio, na tentativa de acalmar sua mente frenética.

4 - Rei Ludwig II da Baviera

Ludwig II foi nomeado rei da Baviera, em 1864. Durante todo o seu reinado, Ludwig II gastou todo o orçamento para construir castelos de conto de fadas. Ele era uma pessoa tímida e mal preparada para seus deveres de rei. Ele praticamente não passou nenhum tempo governando o seu povo. Em 1866, Ludwig foi acusado de ser insano. O homem que o declarou louco nunca o examinou, por isso a insanidade nunca foi comprovada. Ele foi deposto por motivos de saúde a pedido de seu tio, que talvez quisesse o controle do governo. No dia seguinte à deposição do rei, ele foi encontrado morto em uma lagoa, junto com o próprio médico que o declarou louco.

5 - Ivan IV, Tsar da Rússia

Ivan IV, teve uma infância bastante conturbada pela perda de seus pais e abuso nas mãos do governo russo. Ele foi abusado e maltratado no próprio palácio que era dele. Os acontecimentos deram combustível para a loucura dele. Ivan começou a descontar suas frustrações ao torturar pequenos animais. Ele criou leis que visavam a igualdade das classes. No entanto, quando ele começou a massacrar seu povo, ele mostrou a mesma ignorância da distinção de classes. Ivan IV também foi culpado de matar seu filho mais velho.

6 - Rainha Maria I de Portugal

Os primeiros indícios de loucura de Maria foram notados em 1786, quando teve que ser levada de volta para seu apartamento em um estado de delírio. O estado mental de Maria ficou cada vez pior. Em fevereiro de 1792, ela foi considerada mentalmente insana e foi tratada por John Willis. Em uma das crises, ela proibiu qualquer tipo de entretenimento e qualquer tipo de cerimônia religiosa.

7 - Príncipe Sado da Coreia

Sado nasceu em 1735 e se casou nove anos depois. Dizem que seu pai, o rei da Coreia, começou a odiar seu filho quando ele ainda era muito jovem. Ele se recuperou de sua doença, mas pareceu ter desencadeado uma insanidade profunda que se escondeu dentro do príncipe. O rei tornou-se ainda mais enojado com o filho. O rei disse ter lavado a boca, limpado as orelhas e trocado de roupa quando Sado falou com ele.

A insanidade do príncipe Sado desencadeou com pesadelos e delírios. As coisas foram piorando ao longo dos anos. Ele abusava fisicamente seus servos e violava qualquer tipo de mulher que o negasse. Sado assassinou e estuprou pessoas por puro capricho.

E aí, o que acharam da matéria? Reis sempre ficavam loucos? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.


Próxima Matéria
Via   Listverse  
avatar Gustavo Camargo
Gustavo Camargo
A verdade é que eu queria ser astronauta, mas na minha cidade ainda não tem a escolinha. Instagram: gustavoloopi
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest