icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


7 maiores mistérios do sistema solar que a ciência não sabe responder

POR Isabela Ferreira EM Ciência e Tecnologia 12/12/17 às 14h43

capa do post 7 maiores mistérios do sistema solar que a ciência não sabe responder

Já estamos em pleno fim de 2017 e até agora não conseguimos fazer contato com os aliens. Mas será possível? Bom, todos sabem que existem inúmeras especulações sobre o tema, mas os cientistas nunca conseguiram descobrir a verdade sobre a existência de vida em outros planetas, fazendo com que ainda seja um dos maiores mistérios que rondam nosso sistema solar e o universo como um todo.

Como se não bastasse, ainda existem muitas outras questões que precisam ser desvendadas. Embora já tenhamos enviado naves, homens e sondas para o espaço, ainda estamos longe de descobrir tudo que acontece em nosso sistema solar e até mesmo em outras galáxias. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 dos maiores mistérios que ainda não foram solucionados. Confere aí!

1 - A misteriosa lua de Saturno

No ano de 2013, enquanto acontecia a Missão Cassini, da NASA, uma foto bastante estranha foi registrada. Havia algo pequeno e misterioso em volta dos anéis de Saturno. Não sabendo muito bem do que se tratava, os astrônomos chamaram a anomalia de "Peggy". Depois de algumas análises, levantaram a hipótese de ser uma pequena lua em processo de formação. Tal descoberta ainda possibilitou constatar como outros 67 satélites de Saturno haviam se formado.

Mais tarde a NASA publicou em um comunicado oficial dizendo que, infelizmente "não se espera que o objeto cresça mais e pode até cair em pedaços". Atualmente não se sabe nada sobre Peggy e continua sendo um dos verdadeiros mistérios que temos em mãos.

2 - O vórtice de Vênus

Próximo ao polo sul do planeta Vênus é possível encontrar um enorme vórtice. Como se não já fosse estranho, ele ainda tem o comportamento semelhante ao de tempestades, com fortes raios e chuva. Localizado a cerca de 41 quilômetros acima da superfície, é capaz de atingir até os 1.800 quilômetros de comprimento e 18 de altura. O mais estranho é que ele não possui um formato regular, mudando suas formas ao longo do tempo.

No ano de 2013, algo surpreendeu os cientistas ainda mais. Descobriram que não se tratava apenas de um vórtice e sim de dois, mas não possuem muitas conexões em comum. É muito raro que fiquem alinhados. Até hoje ainda não conseguiram descobrir como esses vórtices atuam e qual a real conexão entre eles.

3 - Aranha de Mercúrio

"Uma aranha no espaço? Como assim?", você se pergunta. Bom, não é exatamente isso. No ano de 2011, enquanto uma sonda da NASA chamada MESSENGER passava por Mercúrio, fez um registro impressionante. A foto mostrava uma enorme cratera na qual o impacto parece ser muito diferente de tudo aquilo já visto em nosso sistema solar. Em volta dela existem ramificações por todas as direções... A partir daí foi apelidada de aranha, por lembrar uma.

Um dos cientistas responsáveis por ajudar na construção da sonda ainda mencionou que esse era um dos "verdadeiros mistérios", sugerindo que por ali possa haver atividades vulcânicas. No entanto, nada foi confirmado.

4 - Pontos misteriosos de Urano

No ano de 2006, cientistas conseguiram avistar pontos escuros e misteriosos sobre a superfície de Urano. Embora algo parecido já tenha sido visto também em Netuno, ninguém sabe explicar ao certo do que se trata. As suspeitas são de que redemoinhos sejam os responsáveis pela aparição dos pontos, ou que ruptura de nuvens tenham possibilitado ver o planeta mais a fundo, mas são apenas especulações. O mais provável é que sondas precisem ser enviadas para Urano, na tentativa de descobrir do que se trata.

5 - Miranda é uma verdadeira bagunça

Para quem não conhece, Miranda pertence a Urano, sendo seu quinto maior satélite. O que mais intriga astrônomos do mundo inteiro é o fato de que ela é a lua mais deformada de que se tem conhecimento. Apenas para que você tenha ideia, a própria NASA a apelida como "monstro de Frankenstein", pois parece que nada nela se encaixa. É uma aparência única em todo o sistema solar. Embora os cientistas se esforcem para saber do que se trata e o que provocou tais protuberâncias, nunca conseguiram encontrar uma resposta plausível.

6 - A topografia de Mercúrio

E se você acha que a tal aranha era o único mistério de Mercúrio, está enganado. Alguma coisa que está dentro do planeta faz com que regiões anteriormente inclinadas se nivelem, enquanto aquelas que estavam niveladas, se inclinam. Cientistas não sabem explicar os motivos para tal fenômeno, muito menos se mais deles estão por vir. O manto do planeta é considerado muito fino para manter mudanças topográficas como acontece em outros planetas de nosso sistema solar, por isso o estranhamento é ainda maior.

7 - Vulcões em Io

Existe uma lua acima de Júpiter, chamada Io. A gravidade do planeta puxa essa lua de certa forma, enquanto outras luas maiores à sua volta vão o puxando em direções diferentes. Dessa forma, alguns vulcões realmente incríveis são produzidos. Io é o corpo celeste mais vulcânico de todo nosso sistema solar, fazendo com que alguns de seus vulcões lancem lava a 375 quilômetros acima da superfície. O que mais estranha é que esses vulcões estão geograficamente posicionados em lugares diferentes do que nossos modelos astronômicos supõem. Os cientistas ainda não sabem explicar os motivos para que isso aconteça.

E então pessoal, o que acharam? Conhecem outros mistérios que envolvem nosso sistema solar? Compartilhem com a gente aí pelos comentários!


Próxima Matéria
avatar Isabela Ferreira
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest