icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 maiores mitos sobre resfriado que você provavelmente acredita

POR Mateus Graff EM Curiosidades 25/10/18 às 16h24

capa do post 7 maiores mitos sobre resfriado que você provavelmente acredita

Quantas receitas de remédios caseiros para gripes ou resfriados você já pegou da sua avó? O problema é que, além dessas antigas curas, várias outras ideias sobre a gripe e o resfriado não passam de grandes mitos. Muitos benefícios de tratamentos que adotamos são classificados como ineficazes pela ciência. Mas afinal, como podemos saber o que funciona e o que não funciona no combate ao vírus?

Pois foi exatamente isso que nos inspirou a escrever essa matéria. Separamos para vocês alguns dos grandes mitos sobre gripes e resfriados que fazem parte de uma crença antiga, mas que a medicina moderna nos fez o favor de desmentir. Então, caros leitores da Fatos Desconhecidos, confiram agora a nossa matéria com os 7 maiores mitos sobre gripes e resfriados que você provavelmente acredita:

1 - Gripe é um resfriado forte e o resfriado é uma gripe fraca

Na verdade, caros leitores, as duas são manifestações clínicas distintas de infecções causadas por vírus respiratórios diferentes. O resfriado traz sintomas como coriza, obstrução nasal, espirros, dor de garganta, rouquidão e tosse, podendo evoluir para um quadro febril. Já a gripe tem sintomas como febre com temperatura superior a 38°C e tosse, associadas ou não à dor de garganta, mal estar e dores musculares.

2 - Remédios naturais são os melhores

Um grande equívoco que muita gente por aí comete. Remédios naturais como a equinácea ou as cápsulas de alho, na verdade, não trazem benefício algum. O único alimento que supostamente pode ajudar é o mel. Três estudos diferentes comprovaram que uma colherada de mel antes de dormir pode combater a tosse melhor do que qualquer outro xarope. Mesmo que esse paliativo só tenha sido testado em crianças e a maneira como atua seja desconhecida, não custa nada tentar.

3 - Bebidas abaixam a nossa imunidade

Existe a sabedoria popular de que uma noite de álcool em excesso deixa a defesa do nosso corpo mais fraca e, assim, mais vulnerável ao ataque do vírus. Porém, três estudos independentes mostram que pessoas que bebem regularmente e moderadamente têm menos chances de pegar um resfriado ou gripe. Na verdade o que você bebe é que pode fazer toda a diferença. O vinho, por exemplo, ajuda mais do que a cerveja. Mas alertamos que essas evidências são apenas preliminares e não devem ser adotadas como uma verdade absoluta.

4 - Tome muita vitamina C

Muitos dizem por aí que a vitamina C ajuda a prevenir a gripe, mas isso não é verdade. Tomar muita vitamina C pode ajudar levemente as pessoas que vão passar por grandes provas físicas, como maratonistas por exemplo. Em um indivíduo comum, a vitamina reduz o risco em apenas 3%. Essa coisa de que a vitamina C previne a gripe é uma velha crença, mas a verdade é que não existe nenhuma comprovação científica. A melhor maneira de prevenir a gripe é fazendo vacinação anual, higiene nas mãos e evitando grandes aglomerações em épocas do ano de maior circulação dos vírus.

5 - Coisas geladas facilitam a entrada do vírus em nosso corpo

Vocês já ouviram falar por aí que pegar frio, sair na rua de cabelo molhado ou mesmo tomar sorvete em um dia gelado podem provocar a gripe ou resfriado? Pois é, tudo isso não passa de grandes mitos. A gripe ou resfriado são transmitidos pela inalação de gotículas do ambiente, eliminadas por alguém que está infectado. Então, quando sua mãe disser para não tomar gelado por que você pode gripar, diga que tudo isso não passa de um mito.

6 - Antigripais curam as gripes

Isso depende muito. Alguns remédios tratam apenas dos sintomas, aliviando o desconforto, mas não combatem a doença. Outros, conhecidos por inibidores de neuraminidase, têm ação sobre a replicação viral e favorecem a atividade do sistema imunológico no combate à gripe. A cura da gripe depende muito da nossa resposta imunológica.

7 - É possível gripar ou pegar resfriado apenas uma vez por ano

Na verdade temos duas notícias para vocês, uma boa e uma ruim. A boa é que o nosso corpo cria imunidade ao tipo de vírus que essa pessoa teve e, sendo assim, não há probabilidade da pessoa ser infectada pelo mesmo vírus novamente. A má notícia é que existem mais de 200 tipos de vírus que podem causar um resfriado ou mesmo uma gripe.

E você, já sabia de todas essas coisas sobre o resfriado e a gripe? Comente!


Próxima Matéria
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest