• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 maiores vinganças de todos os tempos

POR Natália Pereira    EM Curiosidades      22/06/18 às 16h52

Por mais humanitários que as pessoas tenham tentado ser durante todos os seus anos de existência, é impossível negar o fato de que somos seres completamente vingativos. Isso porque, quando fazem algo desagradável com a gente ou alguém de quem gostamos, sentimos uma especie de 'sede de vingança' - como o filme desse mesmo nome deixa claro. E, para falar a verdade, o motivo que faz com que desejemos isso é realmente mais compreensivo do que a maioria se dispõe a aceitar.

O fato é que, no momento em que somos feridos por alguém, seja física ou mentalmente, desejamos que o causador dessa dor sinta exatamente o mesmo que sentimos naquele instante. E, quando isso deixa de ser apenas uma vontade e se torna real, chamamos essa ação de vingança. E esse sentimento, mesmo que seja praticamente inato ao ser humano, sempre causou certo conflito de opiniões. Dividindo as pessoas entre aquelas que acham essa ação errada e as que acreditam que ela é, de certa forma, justificável. Mas, independente do seu posicionamento sobre isso, ações de vingança continuam a acontecer no decorrer da história e essas são algumas delas!

1 - Lorena Bobbitt e John Bobbitt

Relacionamentos abusivos podem levar pessoas oprimidas a fazerem coisas que elas nunca imaginaram que seriam capazes antes, e foi isso o que aconteceu com Lorena Bobbitt. A mulher era casada com John Bobbitt e vinha passando por maus tratos a algum tempo, até que simplesmente não aguentou mais. De acordo com os relatos, o marido abusava dela constantemente e a mulher chegou a ser vítima de estupro conjugal.

E, em um outro dia, depois que ele chegou bêbado em casa e abusou dela mais uma vez, Lorena decidiu tomar uma atitude. Foi então que ela pegou uma faca e cortou o pênis do seu até então marido. Depois disso, ela fugiu com as partes intimas do homem e depois a jogou fora pela janela do seu carro. Mais tarde o membro acabou sendo encontrado e restaurado cirurgicamente no homem.

2 - Katie Collman e Anthony Stockelman

Os criminosos sempre foram desprezados pela sociedade mas, dentre todos eles, os molestadores de crianças e estupradores se destacam entre os mais odiados. E, para falar a verdade, muitos deles acabam pagando o preço pelo que fizeram depois que vão para a cadeia, e isso não foi diferente com Anthony Stockelman. Afinal, depois de ter sido preso por sequestrar abusar e matar uma criança de apenas 10 anos, chamada Katie Collman, uma pessoa acabou se vingando por ela.

O fato é que, mesmo que não soubesse na época, Anthony foi para a mesma prisão em que o primo de sua vítima estava cumprindo pena. E, para se vingar pela morte da menina, ele fez com que o homem passasse o resto da sua vida com o seu crime estampado na testa.

3 - Cora Crippen e Hawley Crippen

Um caso de traição que acabou em uma morte realmente diabólica e cuidadosamente planejada. Ao que tudo indica, as coisas aconteceram da seguinte forma; Cora era casada com Hawley, um marido infiel que acabou tendo um caso 'solido' com outra mulher. E, por não aguentar essa situação, Cora teria deixado o marido. O problema foi que, depois disso, o homem acabou declarando-a como morta e vendendo todas as suas jóias para poder ir para Lonfres com a amante.

O fato é que, depois de estranharem o desaparecimento da mulher, seus amigos acabaram acionando as autoridades. Ao fazer isso, uma investigação começou e eles encontraram um corpo já em decomposição no porão da casa onde a família morava. Logo depois Hawley foi preso e executado pela morte da esposa, em 1920. O problema é que, mais ou menos um século depois do ocorrido, um teste forense foi feito e confirmou que o corpo encontrado não pertencia a Cora. Aparentemente, ela teria montado toda a cena para incriminar o ex-marido por sua suposta morte e depois fugido e vivido a sua vida.

4 - Dave Carroll e a United Airlines

Você conhece uma banda chamada 'Sons of Maxwell'? Bem, Dave Carroll é o guitarrista da banda e ele acabou tendo problemas com a United Airlines. Isso porque, durante uma viagem para a Nebraska com a companhia aérea, o seu violão acabou se quebrando pelos maus cuidados dos funcionários que cuidavam das bagagens. O homem acabou ficando revoltado com o ocorrido e fez uma queixa para a empresa.

O problema foi que ele não recebeu uma resposta adequada para o seu caso e isso o deixou ainda mais frustrado. E, para descontar a sua raiva, ele acabou escrevendo 3 músicas falando sobre a United Airlines quebrar guitarras. O impacto delas foi tão grande que, apenas 1 semana depois do lançamento, as ações da United Airlines caíram aproximadamente 10%.

5 - Júlio César e os piratas

Júlio César foi uma pessoa importante para a história e, mesmo que algumas pessoas não saibam sobre esse ocorrido, ele foi sequestrado por piratas quando era jovem. O homem estava com os seus 25 anos e estava prestes a estudar com Apolônio quando piratas a caminho da Ilha de Rodes o pegaram. Eles pediram 20 peças de prata para o resgate mas isso fez com que o homem se sentisse extremamente ofendido. Afinal, ele acreditava valer mais do que isso.

O homem acabou mostrando a sua indignação para os piratas e eles aumentaram o valor para 50 peças. Além disso, ele chegou a ameaça-los pelo ocorrido, mas não foi levado a sério pelos piratas. O fato foi que, depois de se resgatado, Júlio César montou um grupo para ir até a ilha onde os piratas estavam. Ele recuperou o dinheiro pago para eles e ainda executou cada um dos seus sequestradores.

6 - Asano Naganori e Kira Yoshinaka

Um conflituo entre 2 pessoas da nobreza que acabou resultando em diversas mortes. A história conta que um nobre japonês chamado Asano Naganori foi forçado a se suicidar depois de enfrentar Kira Yoshinaka. Isso gerou uma grande revolta entre os seguidores do homem e fez com que 47 samurais se voltassem contra Kira como uma forma de vingança. Eles tentaram obrigar ele a fazer o mesmo que Asano teve que fazer mas isso não deu certo.

Quando eles falharam na missão inicial, acabaram cortando a cabeça de Kira e a colocando no túmulo de Asano. Depois disso, 46 deles tiraram a própria vida em homenagem ao homem. Ainda assim, o que aconteceu com o outro deles não foi confirmado.

7 - D. Afonso IV e Pedro I

Casamentos arranjados eram extremamente normais no passado, o que não significa que as pessoas da época gostavam de se submeter aquela situação. E, depois de ser forçado pelo seu pai, o rei Afonso, Pedro I de Portugal teve que se casar com a Constança Manuel para constituir uma aliança. O problema foi que, junto com ela, venho uma de suas damas de companhia, chamada Inês de Castro. E, como você pode imaginar, ele acabou se apaixonando por ela. Fazendo com que ele desejasse se unir a ela depois da morte de Constança, em 1934.

O caso acabou não sendo aceito pelo rei Afonso e ele decidiu bani-la. Mas, ainda assim, Pedro I acabou se recusando a casar com qualquer outra mulher que não fosse Inês. Isso enfureceu ainda mais o rei e, em 1355, ele mandou que 3 homens a matassem. A ação do pai fez com que o filho se voltasse completamente contra ele, mas a disputa não favoreceu Pedro naquele momento. Acontece que Afonso não demorou a morrer, indo a óbito em 1357. Depois que Pedro tomou o poder do pai falecido, ele foi atrás dos responsáveis pela morte da amada. Acabou encontrando 2 deles e os matou, arrancando seus corações.

Essas vinganças foram realmente pesadas, concorda? Comenta aí em baixo qual delas achou pior!

Próxima Matéria
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+