• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 mais antigas modificações corporais

POR Maria Ritha Paixão    EM Curiosidades      24/04/19 às 15h23

Tatuagens, percingis, ou as famosas cirurgias plásticas são as modificações corporais mais comuns nos dias de hoje. Mas a prática não é coisa de agora. Há séculos, as intervenções corporais são feitas. O exemplo mais próximo que temos são as modificações indígenas, alargadores, pinturas, cortes estranhos de cabelo.

As modificações corporais, por mais diferentes que pareçam, podem ser a expressão de um povo. Os objetos usados são mais do que apenas enfeites, são medidas usadas para identificação, normalmente em grupos, ou para uma diferenciação individual. De um jeito ou outro, há sempre uma grande necessidade de pertencimento e o ato vem sendo praticado por muitos séculos. Veja:

1 - Pés de Lotus

A China carregou essa tradição por muitos anos. Yao Niang, dançarina do século 10, resolveu modificar o formatos dos pés para um modelo mais fino e pequeno. A prática agradou e muito o Imperador e a invenção tornou-se tradição feminina no país. O novo estilo modificava o andado das mulheres. Os pés afinados atraiam maridos e faziam o caminhar das meninas mais sensual.

O Pé de Lotus era uma modificação iniciada na infância. As crianças quebravam os dedos dos pés para serem moldados com mais facilidade. O hábito dolorido e cruel já foi extinto, mas marca a história das mulheres chinesas.

2 - Alongamento do Pescoço

A cada ano que passa, as mulheres do Sul Asiático acrescentam um anel permanente e metálico no pescoço. A intenção é pressionar os ossos da clavícula para baixo alongando o pescoço. Uma vez colocados os anéis, não se pode mais retirar. O risco é muito grande da vértebra se quebrar e de uma tragédia acontecer. Não é comprovada a origem da tradição, mas duas teorias tentam explicar a tradição. Os estranhos calores evitavam que as mulheres fossem escravizadas, ou eram símbolo de riqueza e atração para os homens.

3 - Modificação dentária

A técnica, com certeza, já é vista nos dias de hoje. O curioso é que essa moda não veio de agora. Mulheres do século 7 antes de Cristo já usavam placas de outro para decorar os dentes. A modificação corporal não é exclusiva de uma só cultura. O hábito também foi descoberto por Marco Polo, em 1295, nas terra chinesas, mais tarde na América Central e foi também ornamento para os povos Vikings.

4 - Modificação do Crânio

A bizarra modificação do crânio era feita desde o nascimento do bebê. Pressionando as cabeças das crianças, os ossos cresciam afunilados semelhantes aos de um ET. Essa tradição também não é uma ação exclusiva de um só povo. O ato foi praticado em civilizações da América do Sul e Central e estão entrelaçadas ao status e motivos místicos como proteção espiritual.

5 - Escarificação

A Escarificação é uma antiga técnica usada há 8 mil anos antes de Cristo. Cicatrizes com formatos de desenhos peculiares eram feitas pelo corpo. O método foi descoberto graças à uma pintura rupestre feita na Argélia. A figurava representava uma deusa com várias dessas marcas pelo corpo e expressava beleza, status sociais, ligações familiares, força e outras demonstrações.

6 - Mãos de Faca

A Itália é berço de uma estranha descoberta vinda do século 8. Um homem foi encontrado enterrado, mas as suas mãos não eram exatamente mãos. Facas estavam acopladas em seus punhos. Tudo indica que o esqueleto se tratava de um ex-guerreiro e que a modificação foi feita para usar em batalha.

7 - Automumificação

A mumificação feita por conta própria foi um hábito executado por monges. Praticada na Índia e na China, teve sua origem no século 12 e 20. O ritual levava 3 mil dias para ser concluído. Tudo se iniciava com uma dieta rica em frutas, alimentos saudáveis e chá. Depois de tudo, a pessoa era enterrada viva. A crença sobre o ato era ligada ao alcance de um nível elevado espiritual.

Próxima Matéria
Maria Ritha Paixão
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+