icone menu logo logo-fatos-curiosos.png


7 maneiras chocantes e comuns em que você pode morrer dormindo

POR Mateus Graff EM Curiosidades 17/08/18 às 16h43

capa do post 7 maneiras chocantes e comuns em que você pode morrer dormindo

Qual deve ser a melhor maneira de morrer? Muitos dirão que é dormindo pelo fato de que, ao menos pelo que parece, não se sente dor. Bom, vocês podem um dia 'acordar' e já estarem mortos. Já pararam para pensar nisso (risos)? Brincadeiras à parte, para quem não sabe, existem muitas maneiras de morrer enquanto estamos no sono e, acreditem, é mais comum do que vocês pensam.

Selecionamos nessa matéria algumas das maneiras mais comuns pelas quais as pessoas morrem enquanto estão no sono. Desde formas envolvendo apneia, até parada cardíaca. Então, caros leitores, confiram agora a nossa matéria com as 7 maneiras chocantes e comuns que você pode morrer dormindo:

1 - Parada cardíaca súbita

A parada cardíaca súbita pode acontecer quando o nódulo sonoatrial (o nódulo no coração que é essencialmente o marcapasso natural de seu corpo) é prejudicado. Em outras palavras, essa condição acontece quando os sistemas elétricos do coração apresentam mau funcionamento. Em muitos casos pode ser mortal nos primeiros minutos.

Quando isso acontece, o fluxo sanguíneo para o cérebro é reduzido. Isso pode acontecer durante o sono e os sintomas não costumam aparecer antes da parada cardíaca em metade dos casos.

2 - Envenenamento por monóxido de carbono

O monóxido de carbono é um gás incolor e inodoro. Contudo ele pode ser letal se for inalado em grandes quantidades. O gás é emitido por carros, churrasqueiras, lareiras, fogões e coisas do tipo. Caso uma quantidade grande se acumule em um espaço pequeno, respirar o gás pode ser tóxico. E se você inalar uma grande quantidade, pode ser o suficiente para morrer.

Agora imagine, se uma pessoa acordada já sente tontura, fraqueza e dor de cabeça, imaginem dormindo. Se isso acontecer com alguém que está em sono profundo, ela pode morrer durante o sono, antes mesmo de perceber o que está acontecendo.

3 - Infarto do miocárdio

Um infarto do miocárdio, mais conhecido como um ataque cardíaco, pode acontecer durante o sono, embora as chances de acordar sejam grandes, já que esse tipo específico de evento cardíaco acorda sua vítima antes dela morrer.

Ataques cardíacos são comuns quando o fluxo sanguíneo para uma parte do coração fica bloqueado. Isso pode destruir parte do músculo cardíaco. Quando o tecido cardíaco é danificado, o coração pode não aguentar bombear o sangue para o resto do corpo. Isso resulta em insuficiência cardíaca (que pode ser letal).

4 - Aneurisma cerebral

Um aneurisma cerebral é basicamente um ponto fraco na parede de um vaso sanguíneo no cérebro. É como se fosse um balão fino que se enche de sangue e estoura. Quando isso acontece, meus amigos, as chances de sobreviver não são grandes.

Quando uma veia se rompe, o sangramento geral dura apenas alguns segundos. Porém, esse sangue é que causa danos às células cerebrais e pode também aumentar a pressão do crânio. Se a pressão ficar muito alta, a condição pode ser fatal.

5 - Afogamento seco

Mas como assim afogamento seco? Bom, existem alguns casos até de crianças que morreram de afogamento seco. Isso acontece quando uma pessoa já saiu da piscina, por exemplo, mas inalou água que passou pela garganta e entrou nos pulmões. Isso geralmente causa alguns sintomas, mas em alguns casos são leves e imperceptíveis.

O mais assustador é que essa água pode causar problemas respiratórios que pioram com o tempo. Em alguns casos, esses problemas respiratórios não se manifestam até horas depois da pessoa ter saído da piscina. Sendo assim pode acontecer quando alguém estiver dormindo.

O afogamento mata por asfixia, privando o oxigênio até que a vítima sufoque. Bom, em 2017 fizemos uma matéria sobre um garoto que morreu horas depois de ter saído da piscina.

6 - Apneia obstrutiva do sono

A apneia obstrutiva do sono (AOS) é um distúrbio do sono em que a vítima para e inicia repetidamente o processo respiratório durante o sono. Essa condição é de longe o tipo mais comum de apneia do sono. a AOS é causada por flacidez dos músculos da garganta. Estima-se que até 22 milhões de americanos sofram de apneia do sono, mas 80% dos casos não são diagnosticados, o que faz dessa condição uma assassina silenciosa.

As pessoas com AOS têm quedas súbitas nos níveis de oxigênio no sangue quando parar de respirar. E se elas já tem pré-disposição para ataque cardíaco ou derrame, a AOS pode ser um gatilho prestes a ser apertado para matar a vítima.

7 - Apneia central do sono

Então vamos para outro caso de apneia. A apneia central do sono é um distúrbio que faz com que a respiração de uma pessoa pare e comece repetidamente, assim como a apneia obstrutiva do sono. Acontece quando o cérebro não envia os sinais elétricos adequados para os músculos que controlam os mecanismos respiratórios durante o sono. Acredita-se que isso dê origem a um problema no tronco cerebral.

Se o caso de apneia for muito grave, pode acontecer a hipoxemia, que é a insuficiência de oxigênio no sangue. Se o cérebro não for capaz de despertar o corpo a tempo para respirar, o prognóstico pode ser fatal.

E aí, caros leitores, já sabiam que podemos morrer de todas essas maneiras enquanto estamos dormindo? Comente!


Próxima Matéria
avatar Mateus Graff
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você!

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest